skip to Main Content

Escola de Gastronomia da UCS terá restaurante em Bento Gonçalves, na vinícola Cave do Sol

Presença no empreendimento permitirá propagar a gastronomia contemporânea com a influência das tradições italianas e a marca da Universidade de Caxias do Sul. Previsão é que as operações tenham início neste mês de julho

A Escola de Gastronomia da Universidade de Caxias do Sul (ESLAG) expandirá operações para a cidade de Bento Gonçalves, a partir de parceria firmada com a vinícola Cave do Sol, no Vale dos Vinhedos. A Escola da UCS terá um Ristorante Dolce Italia no empreendimento, com o início das atividades previsto para o mês de julho. Também é projetada para o local a oferta de cursos de curta duração e workshops. Crédito: Bruno Zulian / Foto vinícola: Augusto Tomasi

Além da participação no segmento enoturístico do município, a iniciativa ampliará as possibilidades de estágio para os alunos e seu contato com o mercado.

A nova parceria, oriunda de convite da família Passarin, de Flores da Cunha, reflete a expertise acumulada em uma trajetória que também se iniciou na cidade de Flores da Cunha, pioneira a sediar as operações da Escola de Gastronomia da UCS, criada em 2004. No município, são desenvolvidas atividades didático-pedagógicas dos cursos voltados à enogastronomia italiana e tem sede a primeira unidade do Ristorante Dolce Italia, em funcionamento acadêmico desde 2006, junto à Escola, e que em 2017 passou a realizar atendimento semanal à comunidade e prestação de serviços a eventos externos. Hoje, o empreendimento é referência regional.

Em 2019, a Escola de Gastronomia ainda inaugurou o Dolce Italia Caffè, na abertura da UCS Livraria, no Campus-Sede. E em 2021, o Dolce Italia Ristorante Universitário.

 

Formalização da Parceria

O acordo foi formalizado em solenidade na Cave do Sol na terça-feira, 7 de junho, com a presença dos fundadores, Arnaldo e Arlete Passarin, juntamente com seus filhos, os diretores da vinícola Cristian e Cristiane Passarin, ambos egressos da Universidade.

O reitor da UCS, professor Gelson Leonardo Rech, expressou a alegria pela parceria estabelecida com a vinícola. “Uma empresa séria, sólida, de pessoas boas e que fizeram história. Celebramos um encontro e um negócio que queremos que seja modelo. Ressalto que nossa Escola de Gastronomia continua com o coração onde nasceu, em Flores da Cunha, mas reverbera sua expertise gastronômica para Bento com a gestão do restaurante no empreendimento da família Passarin”.

O sub-reitor da Universidade de Caxias do Sul no Campus Universitário da Região dos Vinhedos, professor Fabiano Larentis, contextualizou que o desafio de iniciar as operações já neste mês de julho tem como objetivo atender ao turismo regional acentuado no período, em consonância com os movimentos sociais. “Reforçando o perfil comunitário da Instituição, a busca é integrar esse processo”.

Fundador da Cave do Sol, Arnaldo Passarin é neto do primogênito da família nascido no Brasil, Guido, que começou, em 1927, a elaborar vinho artesanalmente na casa da família, impulsionando uma trajetória regada à paixão pelo produto. Na celebração da nova parceria, Passarin manifestou satisfação e projetou a longevidade da relação estabelecida. “Desejamos que o restaurante seja o melhor do Vale dos Vinhedos, da região e do Estado”. Seu filho, Cristian, um dos diretores, concordou, pontuando a importância de a empresa, que faz parte da comunidade, poder contribuir para a vinda do Ristorante Dolce Italia ao município.

Também participaram do encontro o diretor da Escola de Gastronomia da UCS, chef Mauro Cingolani, e a diretora Acadêmica da UCS Bento, professora Nívia Tumelero.

 

Cave do Sol

Inaugurada em 2020, no Vale dos Vinhedos, a Cave do Sol ocupa uma área de 36,6 mil metros quadrados. São 5.125 metros quadrados de área construída, 2.367 deles destinados ao enoturismo. O ambiente propõe a imersão em um cenário composto por objetos que remetem à história da família – descendente de imigrantes italianos que iniciou a produção artesanal de vinho em 1927, e passou pela aquisição da União de Vinhos do Rio Grande, em 1973 -, e da vinicultura brasileira, além de obras de arte.

Dessa forma, a vinícola dá continuidade a uma trajetória de quase cem anos dedicada à vitivinicultura, agora atrelada ao enoturismo. Projetada para receber, oferece vinhos, espumantes e sucos elaborados com uvas cultivadas na Serra Gaúcha, na Campanha Gaúcha e na Serra do Sudeste, promovendo degustações, visitas guiadas e experiências que incluem yoga, meditação e programação para as crianças.

Saiba mais sobre a vinícola em www.cavedosol.com.br.

Fotos solenidade: Bruno Zulian / Foto vinícola: Augusto Tomasi

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top