skip to Main Content

Gramadense estreia no profissional e apresenta novos projetos

Com mais de 90 anos de história, o Centro Esportivo Gramadense iniciará sua caminhada dentro do futebol profissional. Às 15h do domingo, em Garibaldi, o clube estreia no Gauchão Série B.
O grande diferencial do clube está na sua equipe formada por atletas sub-23. A maioria dos jogadores são da região e alguns estão há mais de 10 anos dentro do Gramadense, vindos do projeto
social desenvolvido dentro do clube.

No orçamento de 2022, o clube projeta o investimento de 800 mil reais no departamento de futebol, englobando todas categorias: projetos sociais, base e profissional. O presidente do Gramadense,
Sandro Bazzan, salientou: “Nosso projeto é anual. Não vamos disputar 3 meses do ano e fechar as portas nos demais meses”. E finalizou lembrando: “Todo o investimento de futebol no Gramadense não
mexe em nem um real dos valores destinados à construção do novo estádio”.

A tabela completa do Gauchão Série B está disponível dentro do site da Federação Gaúcha de Futebol e também dentro do instagram do clube, no @CEGramadense. A estreia dentro de Gramado irá
ocorrer contra a equipe do Marau, no dia 10, na Vila Olímpica.

 

Gramadense 2029 – 100 anos do clube

Durante a coletiva de imprensa, que ocorreu na quinta-feira, dia 30 de junho, a diretoria do CEG apresentou o projeto visando os 100 anos do clube, que acontecerá em 2029. “Queremos apresentar para comunidade um projeto motivacional, que irá incentivar nossos atletas da base, time profissional, comissão técnica, diretores atuais e antigos, e principalmente, a comunidade. Nós vamos estar na elite do futebol gaúcho em nosso centenário”, pontuou Sandro. Além do objetivo dentro de campo, a diretoria falou sobre a entrega de toda nova estrutura do clube, o seu novo estádio.

Novo estádio do Gramadense

A área de 15,5 hectares, localizada na Rua Germano Boff, ao lado do Parque Tomasini, já está com todo manejo vegetal e mineral concluído. A construção teve seu atraso devido a demora de
licenciamentos junto a órgãos estaduais e municipais, como a FEPAM. Além das questões burocráticas, a liberação ocorreu pouco antes da pandemia, que acarretou no atraso do início das obras.
O orçamento inicial, em 2016, para conclusão do estádio era de 11 milhões de reais e mesmo com esse atraso, o clube dispõe de toda verba para finalizar a etapa de campo e arquibancada do projeto. O
orçamento atual está próximo aos 18 milhões de reais, e será concluída com verbas próprias, oriundas da permuta e que nunca foi mexida, estando aplicada.

Para o ex-presidente do CEG, Luia Barbacovi, o clube irá entregar um projeto para comunidade: “Nós vamos entregar uma estrutura para o cidadão de Gramado, e estamos prezando pela qualidade
dessa entrega”.

O prazo de entrega de toda estrutura de futebol, sendo campo e arquibancadas, está previsto para 2024. Até lá, o CEG irá utilizar as estruturas públicas e de outros parceiros do município.
O novo estádio contará com cadeiras, camarotes e tribunas, sendo eles todos cobertos. Sua capacidade será de mais de 3 mil pessoas e também poderá receber eventos e shows, sendo um espaço
multiúso único em Gramado.  Crédito: Tela Tomazeli

 

Coletiva na íntegra.

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top