skip to Main Content

ONLINE – Espetáculo audiovisual Canto de Cravo e Rosa estreia online neste final de semana

Fotos: Divulgação

Montagem teatral em formato de filme gravada no Theatro São Pedro terá exibição online nos dias 2 e 3 de abril

Com músicas do repertório popular infantil, o espetáculo Canto de Cravo e Rosa – da Cia Teatral Tem Gente no Palco estreia em curta temporada. Serão duas apresentações online, nos dias 2 e 3 de abril, às 16h, com ingressos a R$ 10, disponíveis pela plataforma Sympla.

Trata-se de uma peça de teatro, gravada no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, adaptada para formato de filme. Conta a história de uma trupe de amigos que vai conhecer um teatro e vive uma aventura cheia de música, brincadeiras e teias de aranha. O Cravo, a Rosa, a Dona Aranha, o Senhor Sapo, a Dona Borboleta, Joaninha e a Grila são os personagens da dramaturgia assinada pela gaúcha Viviane Juguero. O espetáculo tem direção de Izabel Cristina e Marina Mendoe a direção do vídeo é de Liege Ferreira

O projeto foi contemplado pelo Prêmio FAC Teatro Hoje: Serafim Bemol da Secretaria da Cultura do Estado do Rio Grande do Sul. Os ensaios aconteceram de outubro de 2021 até janeiro de 2022 entre as cidades de Veranópolis e Porto Alegre. O trabalho ganhou adaptação do texto original, roteirização para vídeo, ensaios e preparação vocal. A criação de figurinosé daartista visual Margarida Rache; a seleção e arranjo de músicas do repertório popular da infância é do compositor paulista Teco Galatiem parceria com a regente coral gaúcha Cristiane Ferronato.   

Além da curta temporada, o projeto prevê exibições online para escolas públicas de Porto Alegre e Veranópolis seguidas de uma live com a autora e elenco para compartilhamento de experiências com o público. Todo o conteúdo do projeto é acessível em LIBRAS e AD (audiodescrição).

Cia Teatral Tem Gente no Palcoé um coletivo artístico independente com sede no município de Veranópolis/RS que, desde 2012, atua nas artes da cena, através da pesquisa, criação e produção de projetos culturais, conteúdos artísticos, espetáculos e oficinas teatrais. 

CANTO DE CRAVO E ROSA 

Temporada de estreia

Datas: 02 e 03 de abril 

Horário: 16h

EXIBIÇÃO ONLINE 

Ingresso PROMOCIONAL de estreia a R$10,00 (+2,50 taxas) via SYMPLA 

Classificação indicativa: LIVRE 

Link para ingressos do dia 02/04: 

https://www.sympla.com.br/canto-de-cravo-e-rosa__1511623

Link para ingressos do dia 03/04: 

https://www.sympla.com.br/canto-de-cravo-e-rosa__1511626

*Todas as sessões possuem versões com acessibilidade em LIBRAS e AD (audiodescrição) GRATUITAS. Os portadores destas necessidades especiais devem contatar a produção para combinar o envio do link. 

FICHA TÉCNICA

Dramaturgia original:Viviane Rosa Juguero
Direção Geral e roteiro adaptado:Izabel Cristina e Marina Mendo
Direção de Vídeo:Liege Ferreira
Direção de Fotografia:Thiago Lazeri
Direção Musical:Cris Ferronato e Teco Galati
Arranjos:Teco Galati
Desenho de som:Gustavo Foppa
Figurinos e adereços:Margarida Rache
Iluminação:Casemiro Azevedo
Maquiagem:Juliane Senna
Elenco:Cia Teatral Tem Gente no Palco
AJeff Ghenes, Eulália Figueiredo, Ingridi Verardo, Mário Bressiani, Marina Mendo
Natália Izaguirre, Rossendo Rodrigues
Operação de câmera: Thiago Lazeri e Natália Utz
Edição e finalização de vídeo:Thiago Lazeri
Assistente de som:Bernard Simon Barbosa
Assistente de figurino e adereços:Patrícia Preiss
Assistente de maquiagem:Franceli Silva
Assistente de set:Jessé Mauro
Design Gráfico:Louise Kanefuku
Fotografia:Andréa Seligman
Assessoria de Imprensa:Raphaela D. F. – Dona Flor Comunicação
Redes Sociais:Ajeff Ghenes
LIBRAS:Celina Xavier Neta
Audiodescrição: Mil Palavras 

Acessibilidade Cultural Coordenação geralProdução:SYNC Produções de Arte de Marina Mendo 

EQUIPE

Viviane Juguero – autora e dramaturga 

Viviane Juguero é autora de livros, peças teatrais, roteiros e criações audiovisuais, canções, artigos e ensaios, encenados e publicados no Brasil e no exterior, em diversos idiomas. Em seu doutorado, desenvolveu o conceito de “dramaturgia radical” (UFRGS/Brasil & UW Madison/EUA). Seu trabalho recebeu prêmios e deferências. Atualmente, trabalha como Pesquisadora de Pós-Doutorado na Universidade de Stavanger, na Noruega. É membro do conselho consultivo do CAST – Centro de Artes e Transformação Social da Universidade de Auckland. É coordenadora pedagógica do Projeto “Arte como Ciência”. 

Sua Pesquisa de pós doutorado intitula-se: “Teatralidades pluriperceptivas e multiculturais para primeiras infâncias diversas”.

Izabel Cristina – diretora do espetáculo 

Izabel Cristina é diretora e professora de teatro, atriz, produtora e dramaturga, atuante na gestão de políticas públicas. Licenciada em Teatro pela UFRGS e Pós Graduada em Acessibilidade Cultural pela UFRJ, coordena a Cia Teatral Tem Gente no Palco e o GET-Grupo de Estudos Teatrais, sendo responsável pela autoria e criação de diversos espetáculos e projetos no âmbito teatral, com participações e premiações a nível nacional e internacional. Cursa Pós Graduação em Artes Cênicas e integra o Coletivo Bando de Brincantes de Porto Alegre. Membro do Colegiado Setorial Teatro do RS, do SATED/RS, do Coletivo de Festivais de Teatro Interior em Cena e do Conselho de Cultura de Gravataí. Atua como curadora, avaliadora e crítica teatral em Festivais de Teatro e na gestão de políticas públicas no RS.

Marina Mendo – diretora do espetáculo 

Marina Mendo é atriz, educadora e produtora cultural. Mestra em Artes Cênicas pela UFRGS e especialista em Estudos Interculturais pela Universitá degli Studi di Padova. Coordena o coletivo Ecopoética: Arte e Sustentabilidade em Intervenções Urbanas em parceria com o artista e pesquisador Rossendo Rodrigues. É colaboradora assistente da CUCO  Produções de Liége Biasotto. Recebeu o Prêmio Açorianos Especial do Juri pelo espetáculo MIRAGEM e o Prêmio BRASKEM em Cena Melhor Concepção. Atuou com a Cia Rústica de Teatro sob direção de Patrícia Fagundes nos premiados espetáculos Sonho de Uma Noite de Verão, Clube do Fracasso e Natalício Cavalo. Realizou a circulação nacional no 20 Festival Palco Giratório SESC com a intervenção Diluvio MA, projeto também contemplado com o prêmio Boas Ideias de Sustentabilidade da Fundação Gaia e Virada Sustentável POA. 

Liege Ferreira – diretora do vídeo 

Liege Ferreira é natural de Porto Alegre/RS, atualmente roteiriza e dirige vídeos para artistas, projetos culturais e pequenas marcas. Recentemente dirigiu o clipe da artista Alfamor e a vídeoperformance Ritual de Sobrevivência Urbana para o coletivo Ecopoética. Desde 2015 desenvolve estudos e projetos visuais em cerimônias religiosas afro-brasileiras. Em 2016 realizou em Porto Alegre a exposição fotográfica Mojubá – A presença dos Orixás na Bahia, a qual retrata sua vivência em um Ilê de candomblé Ketu na cidade de Salvador. No RS fez mais três séries com essa mesma temática. Essas séries foram premiadas na chamada pública LAB POA 2020. Como produtora trabalhou em três edições da Bienal de Artes Visuais do Mercosul. Passou pelas produtoras audiovisuais Pitanga Filmes e Prana Filmes e pela extinta Sala P.F. Gastal.

Ajeffe Ghenes

MultiArtista – Corpa Cafusa, Trans Não-Binária, Periférica – Graduande em MODA na Universidade FEEVALE. Formade em Maquiagem Profissional pelo Instituto Mix. Integrante na Cia Teatral Tem Gente no Palco desde 2012, como atroz, figurinista e caracterizadore da maioria dos espetáculos do Grupo, pelos quais recebeu algumas indicações/premiações. Artista da cena no Projeto “Canto de Cravo & Rosa”, aprovado no Edital Serafim Bemol da SEDAC/RS – 2019. Proponente no 1º Projeto EmQuadros da 27ª Edição(1ªVirtual) do Porto Alegre Em Cena com “pER [FORMA] nC – sE :  TRANSITaR MARGInal”. Contemplade no Fac-Digital com “Ubumpuru Transversal – Um Corpo Marginal”. Performer Proponente no Projeto “CORPOGRAFIA NA CENA: Processo de Estudo, Criação e Ocupação Artística” contemplado no Edital Criação e Formação Diversidade das Culturas 2021. Integra o GET – Grupo de Estudos Teatrais, sendo atroz e figurinista do espetáculo “Teima Filho, Teima que Dá”, com o qual, recebeu diversas indicações/premiações como Figurinista e atuadore. Intérprete atuante na área da dança desde 2016.

Eulália Figueiredo

Atriz e cantora, participou de espetáculos teatrais com o GET – Grupo de Estudos Teatrais de Gravataí Um Certo Cavaleiro errante e Sua Linda Flor, Corpas Femininas na Ruptura do Caos, DescArte Cultural: Um Manifesto Poético. Na Cia Teatral Tem Gente no Palco, além de CANTO DE CRAVO E ROSA, atuou na vídeo-performance Corpografia na Cena. Cantou em shows musicais na Feira do livro de Novo Hamburgo, Sarau artístico de Gravataí, teatro do SESC, Select Pub Gravataí.

Ingridi Verardo 

Atriz, Cantora e Bailarina.

Atriz da Cia Tem Gente no Palco de Veranópolis/RS desde 2013. Através desse grupo participou do elenco das montagens: “Mademoiselle” e “La Prima Canzone” (apresentada na Festa da Maçã de Veranópolis, em 2019). Nos anos de 2015 e 2016 participou como figurante em Dublin, na Irlanda, nas série “Penny Dreadful” (3ª temporada Netflix), o filme “Mary Shelley” e “Cardboard Gangsters”, assim como a novela “Fair City”. Formada em Canto pela Universidade de Caxias do Sul, participou dos musicais Os Miseráveis e CATS. Cantora de ópera e metal sinfônico, no momento trabalha em seu primeiro álbum solo, com composições próprias. Desenvolveu a gravação e edição de seus vídeos cover para seu canal no YouTube.

Mário Bressiani

Integrante da Cia Tem Gente no Palco de Veranópolis/RS desde 2014. Através desse grupo participou do elenco das montagens: “Mademoiselle”, “Um Certo Cavaleiro Errante e Sua Linda Flor”, “La Prima Canzone” (apresentada na Festa da Uva de Caxias do Sul, em 2016) e, “Peter Pan a Magia Continua” apresentadas em diferentes cidades do Rio Grande do Sul, incluindo SESC Gravataí e Canoas. Desenvolveu projeto de iluminação e identidade visual para espetáculos e projetos da Cia, entre eles destacam-se Corpografia na Cena  – processo de estudo, criação e ocupação artística e Consonância do Encontro: O Canto e o Teatro Em Suas Transversalidades, viabilizados através da Lei  14.017/20 – Aldir Blanc.

Natália Izaguirre

é atriz, performer, cantora e estudante de licenciatura em Teatro pela UFRGS. Faz parte do coletivo GET – Grupo de Estudos Teatrais de Gravataí desde o ano de 2020. Seus trabalhos artísticos mais recentes foram a filmagem do projeto “Um Certo Cavaleiro Errante e sua Linda Flor” dirigido por Izabel Cristina (2020), “Corpas Femininas Na Ruptura do Caos – Uma Instalação Cênico-Performática-Visual” direção coletiva (2021) em que participou como performer e social media; a filmagem da performance “DescArte Cultural: Um Manifesto Poético” – dirigido por Izabel Cristina (2021), a Produção do Videoclipe “Nostalgia” (2021) em que atuou, dirigiu e cantou e por fim a filmagem doprojeto “Canto de Cravo e Rosa” com direção geral de Izabel Cristina e Marina Mendo (2022). É bolsista no projeto de pesquisa pela UFRGS “Dramaturgia em Campo Expandido”orientado pela Dra. Camila Bauer Bronstrup.

Rossendo Rodrigues

Ator e produtor cultural. Mestre em Artes Cênicas pela UFRGS. Criador do coletivo Ecopoética: Arte e Sustentabilidade em Intervenções Urbanas. Integra a Ato Cia Cênica com a qual realizou os espetáculos O FEIO ( indicado ao Prêmio Açorianos de Melhor Ator) e Estação Paraíso ( indicado ao Prêmio Açorianos de Melhor Ator). Recebeu o Prêmio Açorianos de Melhor Ator pelo espetáculo Natalício Cavalo da Cia Rústica de Teatro com direção de Patrícia Fagundes. Realizou a circulação nacional no 20 Festival Palco Giratório SESC com a intervenção Diluvio MA, projeto também contemplado com o prêmio Boas Ideias de Sustentabilidade da Fundação Gaia e Virada Sustentável POA. Seu trabalho mais recente: Em Busca de Sentido, a partir da obra de Viktor Frankle  com direção de Flávio Aquino estreou na USP. 

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top