skip to Main Content

Projeto busca a reconstrução da memória do universo ferroviário em Gramado

 Gramado teve grande parte de sua história construída a partir dos trilhos do trem. Ao longo de 44 anos, de 1919 a 1963, o sino das estações ferroviárias, o apito e o barulho das marias-fumaça determinaram o ritmo de vida das pessoas da região. O projeto “Reconstrução da memória do universo ferroviário”, criado e desenvolvido pelos historiadores Wanderley Cavalcante, Alex Juarez Müller e Eduardo da Silva Weber (Grupo KARAHÁ – História e Cultura), revisado pela professora Lisiane Pinto dos Santos, é financiado pelo Fundo Municipal de Cultura, e objetiva reconstruir essa trajetória.

Crédito: Ascom/PMG

O projeto vai disponibilizar um livro digital (e-book) denominado “Gramado nos caminhos do Trem”, que servirá como guia para pesquisas sobre o tema na região. Também será oferecido um curso de Introdução à história ferroviária de Gramado na modalidade Educação a Distância (EAD), com carga horária de 40h e que contemplará exercícios, prova e certificado. Além disso, serão distribuídos folders educativos com infográficos nas escolas públicas do município, que também vão receber oficinas sobre o tema. Todas essas ações têm o objetivo de difundir amplamente esse conhecimento.

O projeto apresenta ainda uma proposta de ação concreta para debate junto às comunidades, às áreas da Educação, da Cultura, do Turismo e da Ação Social, aos setores público e privado: a concepção e construção de um SÍTIO FERROVIÁRIO para registro e tombamento desse patrimônio, reunindo edificações, pontos históricos, memórias afetivas, imagens e ações de pesquisas futuras sobre esse passado coletivo.

Assim, reconhecendo a memória ferroviária como marca fundamental da história da região, o projeto busca chamar a atenção para a urgência de se preservar a essência do patrimônio cultural do município como condição para seu desenvolvimento fincado em suas raízes.

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top