skip to Main Content

Alice e o Chapeleiro

Com dimensão total de 2 mil m², área construída de 805m², na região central da cidade (se forma um triangulo de gastronomia, Di Paolo, El Fuego e agora o Chapeleiro) , comportará até 250 lugares. O espaço de entretenimento reunirá bar, pocket show, restaurante, loja e ambiente temático.

O novo empreendimento, inspirado na clássica história de Lewis Carrol, foi concebido inicialmente por Vitor Faccioni e posteriormente ganhou mais dois sócios: Aline Bujes e Edgar Rüther. São 11 empresas de diversos segmentos envolvidas: Tomazelli Engenharia (Construtora), Eliete Produção (Artístico), The Lab Content (Agência de Criação), Rüthers Produções (Patrocínios), PAP (Marcas e Patentes), Stagepro (Luminotécnico), Drew Roza (Consultor Drinks), YEAH! Entretenimento (Cenografia), Ricardo Dornelles (Consultoria Gastronômica), Senac (Recursos Humanos e Treinamentos) e Ana Paula Favero (Consultoria Loja) trabalhando em conjunto, coordenadas por uma equipe de gestão, que prestam assessoria para a concepção, execução e finalização do projeto.  “Há três anos iniciei uma pesquisa extensa sobre a obra, projetos internacionais e concepções até chegar nesse formato de pocket show, de cenografia. Estamos propondo uma versão voltada para o entretenimento presencial. Na minha opinião, Alice é uma das mais encantadoras obras que existem”, relata Faccioni.

Logo na entrada, o público será recepcionado pela Lagarta, que convidará à uma grande imersão ao mundo de Alice, seus personagens e cenários mais  emblemáticos, até a acomodação nos respectivos lugares. Uma reprodução da mesa do Chapeleiro, com itens que remetem ao chá como bolos, xícaras e poltronas estarão presentes. Ainda haverá uma parede com uma pintura em 3D de uma floresta representada em forma de grafite. Uma Alice com quase três metros de altura, além de espelhos côncavos e convexos e uma árvore real de seis metros com folhas pintadas a mão são apenas alguns dos elementos que serão encontrados no interior do espaço.

O encantamento e o fascínio provocados por Faccioni foram alguns dos muitos sentimentos compartilhados com Aline Bujes e Edgar Rüther. “Quando o Vitor me apresentou o projeto eu fiquei absolutamente encantada e não tive como ficar de fora”, explica Bujes.

E não foi diferente para Rüther. “Conheço o Vitor há muitos anos. Acabei me envolvendo, dando algumas ideias em função da minha experiência. Quando eu vi estava completamente imerso. Então Aline e Vitor me disseram que não aceitariam que eu não estivesse junto com eles na realização desse projeto incrível”, conta ele.

A cada hora serão 10 minutos de pocket shows contando com cinco atores no elenco e produtor especificamente para esses momentos com cenas do texto original. No bar, os Gêmeos serão os atendentes, e também serão responsáveis por intervenções no estilo flash mob. Entre as opções, drinks clássicos e temáticos dos personagens: o do Chapeleiro será servido em um chapéu, o da Lagarta virá em um narguilé e o da Rainha vem com uma coroa. As criações especiais serão desenvolvidas para algumas bebidas e os copos poderão ser adquiridos na loja local, dentro do espaço.  

Os garçons serão representados pelas famosas Cartas. Serão mais de 50 colaboradores atuando diariamente no empreendimento entre atores, funcionários, cozinheiros e demais atendentes diretos. Parcerias locais estão sendo estabelecidas e os sócios ressaltam a importância da valorização das pessoas da região.

O cardápio foi desenvolvido pelo Chef Ricardo Dornelles e foi baseado em uma pesquisa dos pratos mais consumidos em Gramado. Todos terão um toque temático na apresentação.  

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top