skip to Main Content

Memorial Italiano

Foto: Tela Tomazeli

A casa construída em 1937 por Claudino e Angélica Peteffi foi transportada do interior de Gramado para a Praça das Etnias, que além do Museu Italiano, abriga a Casa Portuguesa, fornos, que assam pães e cucas, feira orgânica e tradicional, feira do artesanato e armazém de produtos coloniais.

O Memorial Italiano, uma parceria entre administração Municipal e Circulo Trentino abriga itens da colonização que transporta, principalmente quem viveu neste período, a lembranças muito afetivas, como o colchão de palha na cama de ferro, meus avós tinham no sótão onde dormíamos; o ferro de passar que era aquecido com carvão; as cadeiras de balanço, uma memória muito presente de quando íamos a casa do tio Chico Perini comer uvas e, tia Angelina as colocava em uma grande bacia de alumínio com água para resfriar. Tio Chico sentava ao lado e ficava balançando em sua cadeira, tudo na grande área frontal da casa.

Uma oportunidade única em Gramado. O Memorial é aberto de quarta-feira a segunda-feira, das 10h às 12h e 13h30 às 17h30. O casso é pago, $ 5 reais, e a pessoa deve registrar sua presença no livro.

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top