skip to Main Content

“Viajar traz um autoconhecimento”, diz psicóloga que lança livro na FESTURIS sobre o tema

Foto: Graciela Peretti.

Sair mundo a fora e conhecer novas culturas é o sonho de muita gente.  Todas as situações vividas em uma viagem, sejam elas boas ou más, criam memórias que se armazenam no inconsciente sendo capazes de nos transformar. Quanto maior a emoção e o sentimento envolvidos, maiores as chances de crescermos e evoluirmos como pessoa. A psicóloga Helena Beatriz Juenemann, que já visitou 45 países de cinco continentes, está lançando o livro “Viagens à Luz do Divã: Crônicas de Viagem”, pela AGE editora. Na publicação, composta por 25 crônicas e duas poesias, ela traz relatos de experiências vividas, oportunizando ao leitor reflexões. Na Feira Internacional de Turismo (FESTURIS), a escritora fará duas sessões de autógrafos no dia 06 de novembro, às 14h e às 16h, no Stand da SKAL (L108).

Desde pequena que eu gosto de escrever. As viagens sempre me fascinaram e, em função de minha experiência em muito viajar, queria mostrar a importância delas, a transformação interna que causa numa pessoa. Além de contar fatos reais, também passei por uma autoterapia onde pude tratar e resignificar fatos que marcaram minha vida”, afirma Helena Beatriz. Para a autora, viajar não deve ser algo prioritário, mas sim, algo necessário, importante e determinante para o crescimento e aprimoramento pessoal, cognitivo e cultural de um indivíduo. “Sair da zona de conforto, deixar a casa, os amigos, o seu chão e conhecer novos lugares, outras pessoas, diferentes modos de vida, torna-se sempre um desafio e um mote forte para se desfazer crenças e reconhecer quem se é verdadeiramente. Traz um maravilhoso autoconhecimento. Viajar é uma magnífica escola sem professor e sem livros”, afirma. 

O livro relata algumas viagens ao longo dos anos de Helena, desde o final da adolescência até a fase adulta e madura. São crônicas despretensiosas que podem ser lidas em separado, ou, então, uma após a outra. “Iniciam com as peripécias da mocinha sonhadora, seguem com a alegria e o entusiasmo da esposa, a sabedoria da mãe até a doce serenidade de uma sogra. São linhas que evocam um criativo relato biográfico, não efetuado através de datas, fatos e fotos, mas por meio de singelas e pitorescas viagens”, completa.

Para a amiga, psicóloga e psicanalista Teresinha Lúcia Vianna, que escreveu o prefácio, Helena traz relatos que ensinam, alertam e despertam o desejo de viajar. “Suas narrativas parecem mapear a própria história, assemelhando-se a relatos no divã, descortinam-se seus sentimentos e um turbilhão de emoções, as mais diversas. Helena, no entanto, poupa seus leitores, não aprofunda relatos sobre seus sofrimentos, embora, desde o início, em vários momentos, estes insistissem em vir. Mas, conforme ela mesma falou: “Está tudo lá registrado no inconsciente”. Aqui as curiosidades, medos e sustos ficam registrados com a inteligência e a leveza do estilo da autora”, conclui Vianna.

Sobre a autora

Helena Beatriz Pinheiro Reis Juenemann é natural de Porto Alegre e graduada em Comunicação Social, com bacharelado em Relação Públicas. Possui extensão universitária em rádio, televisão e cinema em Roma, na Itália. Continuou seus estudos e sua formação, sendo, atualmente, psicóloga com pós-graduação em psicossomática. Na literatura, já possui dois livros de poesias: Recado ao Futuro e O Vento da Aurora.  Organizadora e palestrante de cursos que preparam o turista para fazer uma boa viagem, é, ainda, criadora do Blog “Viaje sem Medo”, com página do mesmo nome no Instagram.

Fique por dentro:

  • Título: Viagens à Luz do Divã: Crônicas de Viagem
  • Autor: Helena Beatriz Juenemann
  • Editora: AGE Editora
  • Categoria: Crônica
  • Ano: 2021
  • Preço sugerido: R$ 29,00
  • Páginas: 96
  • ISBN: 9786558630661

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top