skip to Main Content

Moção de Apoio à administração pública sobre abordagem a turistas é aprovada

A Câmara de Gramado aprovou por cinco votos a três a Moção de Apoio à administração pública referente à fiscalização mais rigorosa implementada contra a abordagem predatória de turistas em Gramado. A votação aconteceu na sessão ordinária desta segunda-feira, dia 30. Foram favoráveis os parlamentares Andréia Reck (PSDB), Ike Koetz (Progressistas), Joel da Silva Reis (Progressistas), Neri da Farmácia (Progressistas) e Rosi Ecker Schmitt (Progressistas). Votaram de forma contrária os vereadores Cícero Altreiter (MDB), Renan Sartori (MDB) e Rodrigo Paim (MDB). O presidente Professor Daniel (PT) vota apenas em caso de empate.

Quero aqui parabenizar os vereadores que votaram a favor pois Gramado se tornou, em seus pontos mais frequentados pelos turistas insustentável de passar. Somente uma atitude drástica pode conter este tipo de ação, que normalmente e feita por pessoas que vem e vão, não pagam impostos e ainda depredam, ao ponto de ter que ser colocado placas pedindo para não pisar nas flores e na grama. Literalmente destruidores do patrimônio público, inclusive um depredou o prédio da Prefeitura. O que me causa estranheza é que três vereadores votaram contra esta providencia do Executivo. Inexplicável. Nem se a justificativa fosse só para votar contra seria uma justificativa. Tela Tomazeli / Cidadã Gramadense

A moção é de autoria do vereador Joel da Silva Reis (Progressistas) e também foi assinada pelos vereadores Andréia Reck (PSDB), Ike Koetz (Progressistas), Neri da Farmácia (Progressistas) e Rosi Ecker Schmitt (Progressistas).

A proposta justifica-se, segundo os parlamentares, nas reclamações da comunidade sobre abordagens para a venda de passeios, ensaios fotográficos, venda de imóveis, almoços, jantares, entre outros produtos e serviços.

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top