skip to Main Content

Contrato de venda do Hospital Arcanjo São Miguel

Aqui no Leia mais você terá acesso ao contrato de venda do Hospital Arcanjo São Miguel. Elencamos alguns tópicos que fazem parte do conteúdo.

não fazem parte do contrato de compra e venda: os bens que porventura se encontrem nas dependências do Hospital Arcanjo São Miguel, mesmo que estejam sendo utilizados na operação, que sejam propriedade de terceiros;

… processos judiciais movidos contra município de Gramado, estado do RGS e união Federal, com ganho ou perda, são de responsabilidade da Vendedora;

… valor de venda do Hospital Arcanjo São Migue é de R$ 40.000.000,00 (quarenta milhões);

… a compradora firmará convênio com a Universidade Franciscana –UFN, de três vagas sem ônus para estágio na área de saúde do Hospital Arcanjo São Miguel;

Quando eu falo que é bom andar na linha em Gramado!!!!!
Veja como esta o nosso hospital hoje acessando o site. http://www.hasm.com.br/hospital

Sobre a venda do hospital sou bastante positiva com relação ao que teremos em termos de qualidade na saúde. Sobre o prédio que aqui esta na imagem, que foi doação da comunidade, como já citamos, existe um ‘gravame’, um registro, em que o local deve ser usado somente como fim de saúde ou para área social. Tudo é possível, assim como passar o ‘gravame’ para outra área mas, ficar apegado a esta questão, mesmo pra mim, que sou nitidamente uma pessoa bairrista e defensora dos bens doados pelos nossos antepassados, é miopia. A especulação que esta sendo feita por alguns, que minam o bem maior, não é produtiva. A verdade é que o Hospital é particular e foi vendido, ponto. Até fevereiro estamos sob intervenção, depois disso os novos proprietários assumem. Já ficou claro que não terão filantropia, que significa que não trocarão mais serviço por impostos. Vão cobrir essa defasagem com a vinda dos maiores planos de saúde do país, o objetivo é transformar Gramado em um centro de referência em saúde (Turismo de Saúde). Sabe quando temos que nos deslocar para os maiores e melhores hospitais para fazer intervenções? Pois querem ofertar isso. Seguindo meu pensamento, que tu podes corrigir se está equivocado, o hospital (não tem mais como expandir), assim como Prefeitura, escolas, bancos, bombeiros, etc… precisam sair urgente da área central, ir para um ponto próximo a perimetral, que seja possível dar acesso a todo município e as rodovias. Sobre o SUS, ficou claro para a procuradoria do município e Prefeito, assim como para o Promotor que se necessário assinam um documento de que o Sistema Único de Saúde continuará, porque o SUS é uma vocação de nosso hospital. O nome do Hospital também será mantido e aqui, fazendo uma gracinha digo que ‘não são loucos de pensar em trocar’ e já disseram isso.

Para finalizar, o máximo que pode acontecer no futuro é outra intervenção, ponto. E, tenho pra mim que enquanto nós tivermos em Gramado o dr. Max Guazzelli na promotoria e o dr. Gustavo Barcellos na delegacia, é ruim alguém ‘se bobear’ por aqui, além do que, nossa comunidade sabe se impor. Desculpe a linguagem simplista e cheia de gírias mas escrevo como penso!

Vamos seguir em frente Gramado e gramadenses e, vejam também o conteúdo sobre as conquistas do prefeito Nestor Tissot para a área da saúde, o homem é uma máquina.

Um abraço,

Tela Tomazeli

Editora

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top