skip to Main Content

Ainda é Páscoa em Gramado

Pórtico de entrada da cidade, via RS 235. Foto Cleiton Thiele/SerraPress
Rótula central. Foto Cleiton Thiele/SerraPress
Igreja Matriz São Pedro. Foto Cleiton Thiele/SerraPress
Rua Coberta. Foto Cleiton Thiele/SerraPress
Avenida Borges de Medeiros. Foto Cleiton Thiele/SerraPress
Avenida Borges de Medeiros. Foto Cleiton Thiele/SerraPress
Rótula entre Avenida Borges de Medeiros e Senador Salgado Filho. Foto Cleiton Thiele/SerraPress
Rótula junto a Praça das Mães, acesso a Canela. Foto Cleiton Thiele/SerraPress

Buenas, venha mas #naoteaglomera #usamascara #usaalcoolemgel.

Respeita os protocolos. Vivemos em recentes dias uma revolta devido ao fechamento. Sei que a maioria não acompanha meu pensamento mas mesmo assim vou coloca-lo. Devido ao relaxamento com relação aos protocolos, a necessidade de prover para todos, a população entrou no ritmo do turista e deixou de lado os cuidados e, ninguém pode discordar disso. Resultado, povo nas ruas, uma desobediência civil inflada inclusive por servidores públicos com salário garantido. Necessário? Não. Necessário era ter alinhado conversa e não medir forças, coisa de ‘homem’ não de ‘guri’, como diz o ditado aqui no sul. Sabe o que fizeram os manifestantes? Queimaram a largada. Tivessem conduzido com diálogo possivelmente a situação teria sido diferente. Governador é inacessível? Será? Ou será que os interlocutores é que se tornam indesejados? Sim, porque a partir do momento em que utilizo como ferramenta de comunicação um discurso insultuoso, agressivo, afrontoso, dificilmente serei recebido pelo anfitrião em questão. É obrigação do Estado? Depende do ponto de vista, tu receberia em cortesia alguém que só te agride? Quanto ao policiamento nas ruas, foi demais? Não! Primeiro porque Gramado sempre pleiteou segurança junto ao governo do Estado em épocas de grande movimento, inclusive a Páscoa mas, digamos que não seria necessário pois estava tudo fechado. Então vamos ao ponto principal: a ‘valentia’ dos comandos da ‘revolta’ estava focada nos mais frágeis, a Vigilância Sanitária, sim , porque os ‘revoltoso’ ao serem vistoriados e autuados, se comunicavam e, em minutos formavam um exército de companheiros em frente ao estabelecimento em questão, valentes frente aos mais frágeis, repito. Qual o resultado? Justiça teve que entrar na mediação, se valendo da autoridade para multar o município, caso não cumprisse com a Lei. Ai iniciou a conversa. Mas, como disse, já haviam queimado a saída.

Qual a atitude do Governo do Estado frente aos ‘valentões’, repito isso pelo motivo que já citei, desrespeito aos fiscais que estavam cumprindo seu trabalho. Policiamento para Gramado, exagerado? Não! Exagerado foi a multiplicação do caminhão, parecia a multiplicação dos pães, em rede social, novamente com agressões verbais. Eu me dou ao trabalho que observar o comportamento dos ‘juízes de rede social’ e dos ‘comentaristas de plantão’. O ‘juiz’ vai lá e posta o comentário, leva algum tempo para que haja a reação dos comentaristas, enquanto isso ele não deixa o post visível no perfil, não está seguro. Mas, vai acompanhando, a partir do momento em que os likes começam a acontecer e os comentários, a seu favor, aparecer, ele muda o status para que passe a aparecer n perfil, afinal, esta tendo ibope. De minha parte já adotei o ‘regime militar’, outra solicitação dos ‘revoltados cidadãos’, quando o post é polêmico, vou lá e desativo os comentários. Adoro a democracia, desde que eu mande. Quem não?

Mas seguimos, as conversas foram retomada e a relação com o Governo do Estado começa a tomar rumo e, é isso que precisamos, conversar e ter os cuidados necessários, simples assim. E, para finalizar, deixar claro que por parte do turista não vamos ter grande ajuda, basta olhar para nós mesmos, se saímos de férias qual é nosso comportamento?

Então, não adianta xingar, te revoltar, espernear, Lei é Lei, pode não ser moral mas é Legal, ponto e basta, se não cumprir vai pagar o preço.

Tela Tomazeli

Editora

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top