skip to Main Content

Entrevista Cris Petry

Cris Petry é formada em Turismo, com especialização em Marketing e, depois de anos atuando no corporativo, resolveu agregar novidades e se lançou no mercado de eventos sociais, tornando-se a mais solicitada ‘cerimonialista’ de casamentos da Região das Hortênsias. Aliado a festas de 15 anos e inaugurações, recepções, quando a pandemia foi deflagrada em março de 2020 Cris tinha uma agenda disputada. Passado um ano praticamente sem poder trabalhar e com poucas expectativas para este que vivemos, resolvemos conversar com ela para mostrar a situação que o setor está enfrentando. Todos dizem que seu setor é o mais afetado mas, os organizadores e fornecedores para eventos sociais como casamentos, 15 anos, recepções, bodas, inaugurações, são sem dúvida os que mais sofrem.

gramadomagazine.com.br: Cris, pode nos dizer quantos eventos você deixou de realizar neste um ano de pandemia. Distinga-os por favor.

Cris Petry:  Tela, foram um total de 16 cerimônias de casamento. Dentre elas, alguns de até 150-250 pessoas, outros como micro e mini weddings. Hoje atendo muito o Destination Wedding, que acerca até uns 50 convidados.

gramadomagazine.com.br: Tu podes listar quais são os fornecedores que envolve um casamento e quantas pessoas ao total trabalham, para a realização de uma celebração com igreja e festa para 300 pessoas?

Cris Petry: Cerimônia religiosa:

  • Músicos – 4 instrumentos:  Corda, violão, violino e violoncelo
  • Som e Iluminação- 2 pessoas
  • Decoração ( montagem ) – 4 pessoas ( pois entre a cerimônia religiosa e o fim da missa são exatos 30 minutos.
  • Recepcionistas – 3 pessoas
  • Locação e Motorista carro noiva – 1 pessoa
  • Igreja- 2 pessoas  ( padre + assessor Igreja )
  • Fotógrafos – 3 pessoas
  • Filmagem – 2  pessoas

Total: 21 pessoas aproximadamente

Cerimônia Festiva

  • Equipe Cozinha –12 pessoas
  • Equipe Garçons – 30 pessoas
  • Maitre – 1 responsável
  • Montagem decoração –6 pessoas
  • Empresa locação de matérias de decoração- 3 pessoas
  • Espaço realização evento – 2 pessoas
  • Segurança – 4 pessoas
  • Limpeza- 3 pessoas 
  • Manobrista – 12 pessoas
  • Montagem Mesa de Doces – 2 pessoas
  • Bolo -2 pessoas
  • Som e Iluminação ( montagem e desmontagem ) – 4 pessoas
  • Dj – 1 pessoa
  • Banda – aproximadamente 10 pessoas
  • Item decorativo – Pista Paris ( iluminada ) – 2 pessoas
  • Bar de drinks –  5 pessoas
  • Professor  dança – 1 pessoa
  • Recepção – 4 pessoas
  • Ambulância ( opcional ( a casa de festas seja em local longínquo )- 3 pessoas
  • Fotógrafo – 5 pessoas
  • Filmagem –3 pessoas
  • Salão de Beleza – 1 profissional para noiva
  • Manicure – 1 pessoa para noiva
  • Transporte convidados – aproximadamente 10 vans ( opcional para contratação empresa de turismo )= 11 pessoas envolvidas
  • Vestido Noiva – 1 pessoa ( locação )
  • Toldo ( quando o evento é externo ) 4 pessoas
  • Organizadora evento: 1 pessoa

**Hospedagem –  Pousada e Hotel

**Alimentação convidados durante os dois dias na cidade

Total: 135 pessoas aproximadamente

Fornecedores diretos:  aproximadamente 30 empresas

Fornecedores indiretos: aproximadamente 240 pessoas **( incluindo hospedagem e alimentação )

gramadomagazine.com.br: Destes fornecedores, quais são gerados trabalho direto em Gramado, como salão de beleza (maquiador, cabelereiro, manicure…),  dia da noiva… igreja, casa de festa…recepcionistas, segurança…

Cris Petry: As nossas cidades hoje, Gramado e Canela, possuem 90% de todas as áreas que envolvem a montagem e desmontagem de um  casamento. Sendo que, existem opções em todas as áreas fora das duas  cidades.

gramadomagazine.com.br: Para as equipes que vem de fora, para montagem do evento, quantos dias, número de pessoas, hospedagem, alimentação, traslado são prospectados?

Cris Petry: Aproximadamente 40 pessoas, alimentação e transporte ( caminhão, van, carro próprio ). Os fornecedores em sua maioria ou ficam dois dias ou trabalham aqui durante o dia e retornam para sua cidade ( Igrejinha, Novo Hamburgo, Porto Alegre ). Os próprios fotógrafos trabalham todo evento  e vão embora.

gramadomagazine.com.br: Na tua opinião, temos condições de realizar eventos sociais a partir do segundo semestre de 2021? De que forma isso é possível?

Cris Petry: Bueno, eu realizei o último casamento no dia 07 de março de 2020, e tinha um para realizar dia 20 de março de 2020 (que já trocamos 4 vezes a data). Após 347 dias eu realizei um dia 16 de fevereiro de 2021, para 23 pessoas, ou seja, um micro wedding, onde todos os convidados atestaram negativo para covid-19, ou seja, nós profissionais usamos 100% de máscaras, distanciamento, álcool gel, e os convidados só ficaram sem máscaras no momento do  coquetel e jantar. Não retiraram a máscara quando circularam pelas dependências do hotel. Dando este exemplo, eu acredito que as pessoas querem muito comemorar, se reencontrar. É seguro? Sim, para micro weddings ( no máximo 30 pessoas ). Com testagem ( mesmo vacinados ) para segurança de todos álcool em gel, máscara, distanciamento de mesas, cadeiras.  Não creio que em um casamento maior possamos controlar as pessoas. Por isso a vacina é importante, o cuidado com o outro é de  carinho, cuidado e muito respeito. Vejo que em 2022 teremos um ‘bum‘ em festas, aglomerações quando pudermos abraçar e beijar quem amamos e estamos a tanto tempo longe.

Foto: Gabi Verfe
Foto: Gabi Verfe

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top