skip to Main Content

Em reunião virtual, Sindiágua pede apoio da Câmara de Gramado

A tarde de terça-feira, dia 6, foi marcada por um encontro virtual entre o Poder Legislativo de Gramado e integrantes do Sindiágua ( Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgoto do Estado do Rio Grande do Sul). Nesta reunião, a entidade reforça a necessidade de apoio da Câmara de Gramado quanto à importância da Corsan no município.

Da editora: Não lembro de, em momento algum, este Sindicato ter vindo à Gramado apoiar a comunidade frente a todos os problemas que enfrentamos com relação ao abastecimento de água ao longo dos anos, tampouco aos assuntos relacionados ao esgoto. Tela Tomazeli

O Sindiágua defende, ainda, a permanência do plebiscito em que a população poderá opinar quanto à privatização (ou não) da Corsan. “É uma empresa estadual extremamente lucrativa, por isso solicitamos a ajuda dos líderes políticos gaúchos. Ou seja, queremos que as comunidades possam votar e decidir também”, comenta o presidente do Sindiágua, Arilson Wünsch.

A Corsan está presente nos 497 municípios gaúchos. Em 2020 o órgão rendeu, de forma líquida, em torno de R$ 480 milhões ao Estado.

Alertas

O presidente do Legislativo, vereador Professor Daniel (PT), reitera que é necessário um olhar para as obras executadas no município pela Corsan – e as suas possíveis continuidades caso a estatal seja privatizada. “Também devemos falar sobre o aumento da tarifa, estimada em 30% caso exista essa mudança na Corsan”, confirma.

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top