skip to Main Content

Sobre a faixa da ditadura no pórtico do município.

Como Gramado esta dividido. Em 40 anos acompanhando de perto meu município nunca tinha visto isso. aliás o Brasil está retalhado. A politização está corroendo o que ainda temos, estamos sendo bravos mas, também perdemos o novo ser humano. Nós estamos mordendo! A linguagem usada atualmente nas redes sociais é grotescamente agressiva, ela vai a falta de respeito.

‘Que pais é esse’ diria Renato Russo. Bem mais difícil que o do teu tempo eu diria… Hoje as pessoas estão unindo saúde e economia mas, esquecendo da empatia. isso é muito duro! As pessoas estão raivosas. Eu creio que temos alguns fatores que sobressaem: a negação, a falta da subsistência e, o medo de ficar pobre, perdes as posses.

Mas é necessário ter o olhar que Gramado merece, não somos um depósito de empresas que aqui se instalaram, para ter rendimentos, oportunizar empregos. Somos também, mas Gramado tem que ser cuidado. As vezes penso que temos que retomar aquela velha questão e sempre atual, de entregar para as pessoas, nossa cultura, nossa historia, de onde viemos, os cuidados que sempre tivemos…Ou será que já passou mesmo? Gramado é outro, da forma que está indo, aqueles valores antigos, que tanto preservamos já não existem mais e ponto. Vida que segue! – Tela

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top