Tela Tomazeli
Turismologa

Não, a questão é que aqui em nossos municípios de Gramado e Canela onde, com orientação do poder público (executivo, legislativo e vigilância sanitária, e aqui incluímos o papel do Estado) buscamos cumprir todos os protocolos, e com isso vivemos uma realidade distinta e isso é o que causa a grande diferença no comportamento das pessoas.  As providencias das autoridades foram fundamentais para a preservação da população que agora, mediante abertura gradual dos hotéis e parques está com ‘o coração na mão’, entre movimentar o Turismo que é nossa base de sustentação, mas, por outo lado, perder esta ‘segurança’ que estávamos vivendo diante do isolamento.

Não tenho a menor pretensão de ensinar, até porque, cada setor sabe de seu público, apenas passar minha reflexão. Minha principal fonte de renda são os eventos e, como boa parte dos fornecedores, estou parada mas, mesmo assim, levo com muita seriedade o nossos destinos.

Rio Grande do Sul – Pesquisa estima que há mais de 24,8 mil infectados por coronavírus no Estado e resultado indica um caso da doença para cada 454 habitantes – na rodada anterior da pesquisa, era um a cada 769. Publicação: 13/05/2020 às 16h27min https://www.estado.rs.gov.br/pesquisa-estima-que-ha-mais-de-24-8-mil-infectados-por-coronavirus-no-rs

Gramado – Exames investigados (via Lacen) 3 casos suspeitos; 39 descartados; 2 casos confirmados (ambos importados) os dois já curados; 44 casos investigados desde o dia 10 de março.  Na rede pública foram coletados 26 testes com 0 (zero) positivo. Na rede privada foram 49 coletados com 1 positivo (já curado). https://www.gramado.rs.gov.br/covid-19

Canelahttp://www.canela.com.br/coronavirus  – Entramos no site, mas está com as informações sem acesso. Ligamos duas vezes para assessoria de imprensa, mas as ligações caíram sem sermos atendidos. A informação que encontramos é a que segue: Trabalhadores instalados em Canela testam positivo para covid-19 – 13/05/2020A Secretaria Municipal de Saúde confirmou que três trabalhadores, instalados provisoriamente em Canela, testaram positivo para covid-19 – doença transmitida pelo novo coronavírus. Eles vieram com outros seis colegas do estado de São Paulo e chegaram segunda-feira (11) transportados por um micro-ônibus. Os homens foram contratados para atuar na construção civil da região. Por precaução, os responsáveis por um dos locais onde eles atuariam encaminharam os nove trabalhadores para testagem pela rede privada em Gramado, antes mesmo de iniciarem a empreitada. Recém-comunicada sobre os resultados positivos, a Secretaria Municipal de Saúde de Canela tomou as devidas providências. “Ao saber que eles não vieram com exames feitos, foram encaminhados pelos contratantes para a testagem. Por sorte, recém-haviam chegado e não circularam pela cidade”, comenta a chefe da Vigilância Epidemiológica de Canela, enfermeira Magali Dell Valle Cavinato. Além dos três trabalhadores, os seis colegas deles também ficarão isolados em Canela durante 14 dias.

Postas estas informações, coletadas nos respectivos sites, seguimos com nosso raciocínio entrando diretamente na questão dos eventos programado.

Fizemos contato com Edson Néspolo, presidente da Gramadotur, para falarmos sobre os próximos eventos, algo novo e, não há novidades. A partir de agora é chover no molhado. A pergunta é: fazer ou não fazer os eventos como Festival de Cinema, Festival de Cultura e Gastronomia com Festa da Colônia e Natal Luz ?

Veja, enquanto escrevemos este conteúdo, quarta-feira (14), está sendo feita uma live com os secretários de Turismo de Gramado e Canela e a diretora da Brocker, Any Brocker. O secretário Ângelo Sanches comemora junto com os demais participantes do momento, o fato de a comunidade de Canela não ter tido casos confirmados.  Agora, 20h33, do mesmo dia, recebemos a informação de que três casos foram confirmados em Canela, de trabalhadores que estavam no município prestando serviço, ou seja, não é uma questão de falta de palavra, é uma situação de completa instabilidade e, segundo o IHME – instituto de métrica da Universidade de Washington, que monitora a Casa Branca, até o final de agosto a previsão para o Brasil é de 88 mil mortes. https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/05/modelo-usado-pela-casa-branca-projeta-88-mil-mortes-por-covid-19-no-brasil-ate-agosto.shtml

Desta forma, criar a expectativa da realização dos próximos eventos nos dois municípios, nos formatos pré-existentes, é uma completa irresponsabilidade. Não há como gerenciar aglomerações de pessoas e pronto. E, chamo para a responsabilidade o setor público e privado, associações e entidades no geral, caso resolvam realizar os eventos, pois estarão colocando em risco toda a população de fornecedores, que por certo irão atuar, visto que precisam. E, que fique a reflexão sobre o ônus recair sempre no mais fraco. Atenção para isso Conselho da Gramadotur, que assina a responsabilidade dos eventos com a diretoria.

Festiva de Cinema de Gramado – Ilusório ter marcado uma data, mas, vamos lá, Gramado tem orgulho em ser o único festival ininterrupto no Brasil, continuemos então, porém, totalmente remodelado, onde somente os curadores estarão presentes e obedecendo protocolos em Gramado, além dos responsáveis pela organização. De mais, todos em seus habitats.

A sugestão é para que os filmes sejam exibidos em sistema de Drive-In em locais como Carrièri; parque da Expogramado; Parque das Olivas, enfim sugestões que necessitam de questões técnicas. Aliado a isso, o sistema de lanches envolvendo os clubes de serviço e os colonos. Jurados online e premiação a partir de sistema de entrega.

Festival de Cultura e Gastronomia e Festa da Colônia – Mesmo sistema de Drive Thru, montado na Expogramado, sexta, sábado e domingo.

Natal Luz e Sonho de Natal – Não existe a menor possibilidade de realizar o Natal Luz. Não há como gerenciar o movimento de massa que o evento traz e, senhores empresários, não adianta pressão na Gramadotur, sabemos que já existe. Vamos finalizar este ano consumindo a gordura que temos, e, quem não a possui irá sucumbir, é a dura realidade. Aqui novamente ressalto que, qualquer ação colocada na rua terá responsabilidade pública dos prefeitos pois, o prestador de serviço, para se preparar terá contato direto com seu próximo, lembrando que os eventos envolvem muitas crianças, também.

Minha sugestão é de que a decoração das duas cidades seja colocada na rua, para os tão alarmantes 100 e tantos dias e que exista, por parte da Vigilância Sanitária e das Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana um gerenciamento do número de pessoas que possam acessar os municípios diariamente. Aliado a isso, um competente sistema de controle digital para que as pessoas tenham a informação da situação de visitação. Muito importante, Gramado e Canela precisam trabalhar juntos, pois Gramado é a principal passagem para Canela, além de não termos mais como separar moradores e trabalhadores dos dois destinos.

Acredito que os meios de hospedagem podem focar nas experiências de Natal – Iniciar a captação ao cliente, ao invés de ser buscado. Através das agências, operadoras e seus próprios captadores montar pacotes familiares, de amigos, onde o Turista reúna seus afins e venha para cá em grupos que estarão totalmente amparados e orientados nos protocolos de saúde, creio que seja mais acessível do que gerenciar individualmente. Gramado e Canela sendo transformados em parques abertos através de suas decorações, e, os meios de hospedagem em residências de férias com intensa experiência de Natal, desde a decoração a gastronomia e, principalmente o carinho com cada hospede, mais do que já era feito, isso fará a grande diferença para nossos destinos e não a demasiada ansiedade pela felicidade que, nos dias de hoje, em meio a imprensa e as redes sociais, pode denegrir a imagem, além de, se perdermos o controle ficarmos no limbo por um bom tempo. Reflitam e, de parte de Gramado, senhores Conselheiros, não se deixem pressionar.

Tela Tomazeli

Editora