skip to Main Content

CALIFÓRNIA – Empresa de Garibaldi é a primeira produtora brasileira a vinificar nos EUA

Lucas Foppa e Ricardo Ambrosi, ambos com apenas 26 anos, estreiam com a primeira produtora brasileira a vinificar em solo americano. Foto: Arquivo pessoal

Tenuta Foppa & Ambrosi é case de sucesso do Projeto Mercado Mais Vinho do Sebrae RS

Distante mais de 10 mil quilômetros da Serra Gaúcha, a Região do Vale do Napa, no Norte da Califórnia (EUA), está maturando – literalmente – o sonho de dois jovens empreendedores gaúchos. Lá, uma das mais importantes regiões produtoras das Américas, seis barricas de carvalho são responsáveis pelo processo final de produção de 1.350 litros (1.800 garrafas) de vinho tinto Syrah da vinícola Tenuta Foppa & Ambrosi, de Garibaldi. Trata-se de uma iniciativa pioneira, na qual a empresa, case de sucesso do Projeto Mercado Mais Vinho do Sebrae RS, estreia como a primeira produtora brasileira a vinificar em solo americano.

Fundada em 2019, a vinícola tem à frente os empreendedores Lucas Foppa e Ricardo Ambrosi, ambos com apenas 26 anos. Nesta semana a dupla teve o visto de negócios aprovado e está de passagem marcada para a sua base operacional na Califórnia. No mês de outubro – época de colheita da uva Syrah nesta região do Hemisfério Norte – eles irão supervisionar pessoalmente o início da produção daquela que será sua segunda vinificação e que já deverá ser 100% maior que a primeira empreitada. A expectativa é que o primeiro rótulo elaborado pela vinícola brasileira no Napa Valley chegue à mesa do consumidor brasileiro no início de 2023.

A Tenuta Foppa & Ambrosi possui uma produção anual de 45 mil garrafas no Brasil, com um portfólio de 19 rótulos, entre vinhos e espumantes elaborados a partir de uvas adquiridas de fornecedores locais. O plano de negócios é dividido igualitariamente entre vendas corporativas para hotéis, bares, restaurantes e afins e o consumidor final, que pode adquirir os produtos diretamente na sede da vinícola ou via internet. São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul respondem pelos três principais mercados da marca. Para 2022, a expectativa é de um crescimento entre 30% e 50% tanto em produção quanto em vendas. “Saímos de uma produção de 300 garrafas dentro de casa para dezenas de milhares”, comemora o empreendedor Lucas Foppa destacando que, diferentemente do que ocorre de forma tradicional no mercado, a empresa não contou com investimento externo ou vínculo familiar que tenha proporcionado o desenvolvimento do negócio. “Temos um apoio essencial do Sebrae RS no que diz respeito à gestão, o que permite que tenhamos um negócio sustentável”, explica.

Desenvolvido em âmbito estadual pelo Sebrae RS, o Projeto Mercado Mais Vinho tem o objetivo de promover e valorizar os vinhos gaúchos por meio da conexão de pequena vinícolas locais junto aos principais players do mercado  em vistas à geração de negócios e aumento de participação dos vinhos gaúchos nas adegas do varejo. O projeto tem duração de 18 meses e é dividido em módulos temáticos que abordam conteúdos que vão desde fundamentos de gestão comercial, vendas e marketing para vinícolas até consultorias de design para o desenvolvimento de marca, rótulos e embalagens.  A imersão de empresas em eventos regionais e nacionais e a promoção de rodada de negócios são parte complementar da iniciativa.

https://www.saintandrews.com.br/pt/Vinhos-Miolo/

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top