skip to Main Content

Festa da Colônia de Gramado encerra com sucesso e prepara 31ª edição para abril de 2022

Fotos: Cleiton Thiele

Eu participei de uma pesquisa da Festa da Colônia e, dentre as muitas perguntas uma foi de que se eu participaria da festa se ela acontecesse nas localidades do interior. Respondi que sim! Algumas questões, que mesmo frente a pandemia foram relevantes nas minhas muitas visitas: a falta do caldo de cana. O caldo de cana é como o bolinho de batata, não pode faltar. Eu almocei três vezes na festa, todas na cozinha alemã, muito legal o atendimento, pessoas de boa vontade, joelho de porco e bolinhos que só como na festa e o chop merece nota 11. Já nos fornos a decepção foi grande pois fizemos compras e a cuquinha era velha, com gosto de ranço e a pessoa que atendeu insistiu que era do dia. Ora, eu me criei na colônia, no 28, então não vem me atochar que o negócio é do dia. Joguei no lixo e sai furiosa. Acontece que sou nativa e por aqui resolvemos, mas e quem vem de fora e é enganado? Isso não pode acontecer, de maneira nenhuma, a organização tem que ser rígida com relação a servir coisa velha.

A grande queixa dos gramadenses, que tem na festa a sua ‘queridinha’ foi o sistema de buffet. De minha parte e já não gostei quando entraram os fogões, preferia como é nas festas de colônia mesmo, servido na mesa, então não fez muita diferença mesmo. Tela

A 30ª edição da Festa da Colônia de Gramado que encerrou no último domingo (17) em Gramado, apesar das restrições impostas pela pandemia, foi coroada com êxito. A farta gastronomia proporcionada pela Festa com as cozinhas da Oma e da Nonna, os fornos de barro, o autêntico café da colônia, os biers e a feira de produtos coloniais com suas agroindústrias agradaram o público que compareceu em grande número ao complexo do Expogramado no último dia de evento.

Os números da gastronomia da festa foram amplamente favoráveis. Os bolinhos de batata, carro chefe das vendas nos Biers, ultrapassaram a marca de 55 mil unidades vendidas. Cerca de 15 mil bolinhos de aipim e aproximadamente 14 mil pastéis também foram comercializados. Já nas cozinhas alemã e italiana foram servidas mais de 8 mil refeições.

A 31ª edição da Festa da Colônia já tem para acontecer. Será de 28 de abril a 15 de maio de 2022 e com novidades.

A 30ª Festa da Colônia de Gramado teve apresentação do Ministério do Turismo e da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul e é uma promoção da Prefeitura de Gramado e realização da Autarquia Municipal Gramadotur. O patrocínio é da Golden Propriedades de Lazer e Lei de Incentivo à Cultura. O evento teve o apoio da Roseflor, Sicredi Pioneira RS, Construarte, Chocolate Caracol e Florestal Candies, Sr. Ver, Grambier, Arte do Sono, Adylnet, Azul Viagens e SEBRAE. Colaboração da Cristais de Gramado, Agente Cultural, AM Produções. A Rede Laghetto foi o Hotel Oficial do evento e a Gramado Receptivo esteve junto com a Festa da Colônia como ‘Receptivo Oficial”.  A Azul Linhas Aéreas é a Cia aérea oficial nos eventos de Gramado.

A Festa da Colônia ainda contou com a correalização da Secretaria Municipal de Obras em conjunto com a Secretaria da Agricultura e Emater.

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top