skip to Main Content

A semana incluiu a venda do Hospital Arcanjo São Miguel

As cerejeiras de Gramado. Fotos; Tela Tomazeli

Prezado Leitor e Leitora, cá estou bem atrasada. Tentando baixar o vídeo com a coletiva de imprensa, realizada nesta quinta-feira, 12, na Prefeitura Municipal de Gramado, onde foi anunciada a venda do Hospital Arcanjo São Miguel, assim que conseguir posto no canal do Youtube da revista (https://www.youtube.com/channel/UC9i1u0DI4K0Vml7_gVfqZHg) . Atualizado abaixo com coletiva e mais informações.

Nos cerca de 6 anos de intervenção, a comunidade construiu um sentimento de pertencimento, que na verdade já existia devido as terras terem sido doadas para as irmãs, mas nos últimos anos, não fosse a comunidade arregaçar as mangas e o poder público ter puxado pra si, teríamos ido a falência total da instituição de saúde. ‘A verdade é que o que foi feito, foi bem feito e necessário’, me disse um empresário que sempre esteve junto quando o hospital pediu socorro.

Agora, as irmãs venderam e não há o que fazer, o hospital era delas e, a máxima de que o poder público deveria ter comprado, na minha opinião não tem cabimento. Cada um em suas atribuições, simples assim.

Os sócios, Dr. Claudio Seferin (que disse ter raízes em Gramado, seu pai nasceu aqui) e o Dr. Daniel Coelho, do Grupo Prolife S.A, falaram dos propósitos, relataram que possuem amplo estudo do sistema de saúde local, pois pesquisaram muito antes de adquirir o hospital, elogiaram a comunidade pelo trabalho realizado durante a intervenção dizendo que é raro em uma situação dessas manter o hospital como a São Miguel foi mantido.  Sobre a filantropia deixaram claro que a partir de fevereiro, quando termina o prazo da intervenção, o hospital não será mais filantrópico e afirmaram que o Sistema Único de Saúde (SUS) será mantido, pois, ‘Gramado tem vocação pelo atendimento do SUS’, disse Dr. Serafin. Também foram enfáticos de que os empregos serão mantidos. A partir de agora, segundo os sócios, o objetivo é reunirem-se com as entidades constituídas e juntos construírem as demandas da comunidade.

O atual hospital será mantido e melhorado na medida de seu potencial físico, até que seja feita a escolha de um melhor local para a construção de um novo, este de cunho regional e de alta complexidade, visto que estão construindo em Canela, um de baixa complexidade, palavras dos novos proprietários.

Quantos as irmãs, tchau! Me preocupa a venda? Não sendo simplista, de momento a construção civil, o esgoto, a mobilidade e a falta de mão-de-obra qualificada em Gramado, a situação dos moradores da Linha Araripe com a privatização dos pedágios, a absurda obra da ‘Curva do S’ que esta no estudo da privatização, me preocupa mais.

Tela Tomazeli

Editora

Saiba mais sobre os novos administradores do Hospital São Miguel de Gramado

Por Repórter Gramado/Roque Tomazeli

https://www.reportergramado.com.br/single-post/saiba-mais-sobre-os-novos-administradores-do-hospital-s%C3%A3o-miguel-de-gramado?fbclid=IwAR0w-0F9_sq9mGOCMxKqnc6JlvHV28_qUP_vOOpPG8MeA9wqrhaq8is61Fw

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top