skip to Main Content

COE Gramado e Vigilância em Saúde emitem comunicado sobre exames para Covid-19

O COE Gramado e a Vigilância em Saúde emitiram um comunicado oficial nesta terça-feira, dia 15, sobre os exames para Covid-19. Confira na íntegra a nota:

“O COE Gramado e a Vigilância em Saúde vêm através deste informar que, em função da grande demanda de exames em todo o Estado, o resultado de RT-PCR tem demorado mais que o previsto. Os exames costumavam ficar prontos em 72 horas, mas agora estão com mais de 10 dias de atraso, sem previsão de o Lacen emitir laudo. Até o momento 378 pessoas estão no aguardo do resultado. Esta situação é lamentável, mas inerente ao momento da pandemia que estamos vivendo.

Face ao exposto, reforçamos alguns pontos importantes:

– O exame RT-PCR não é o único meio de diagnóstico;

– A clínica apresentada é considerada pela equipe médica para definir o diagnóstico e é soberana no manejo do paciente;

– O exame não é essencial para o tratamento e isolamento;

– Todas as pessoas com sintomas devem ser ISOLADAS (compulsoriamente) E TRATADAS (a critério médico), independente do resultado do exame;

– O Isolamento deve ser respeitado mesmo que a pessoa pense que não é portadora, pois os quadros clínicos são bastante variados;

– Ao terminar os 10 dias de isolamento, o doente pode sair do isolamento e voltar às suas atividades laborais, conforme atestado médico;

AS EMPRESAS NÃO PODEM EXIGIR EXAME DE CORONAVÍRUS PARA O RETORNO ÀS ATIVIDADES, sendo que o único documento que pode ser exigido é o Atestado Médico, que define o período de afastamento.

O COE informa, ainda, que assim que os exames forem liberados no Lacen, as pessoas serão informadas pelas equipes dos postos de saúde, portanto devem aguardar, não devendo procurar teste rápido neste momento, pois os laudos serão liberados, porém ainda sem previsão. Importante seguir as recomendações médicas e estar atento à própria condição de saúde, buscando reavaliação se houver sinais de piora. No mais, o COE aproveita a oportunidade para relembrar a todos que estamos com a pandemia em alta, com altas taxas de transmissão na comunidade e as únicas medidas eficazes são o autocuidado de quem está saudável e o isolamento de quem tenha qualquer sintoma, mesmo leve.”

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top