skip to Main Content

2012 – 40º Festival de Cinema de Gramado

Melhor Filme Brasileiro: “Colegas”, de Marcelo Galvão

Stallone, Aninha e Márcio são grandes amigos e vivem juntos em um instituto para portadores da síndrome de Down. Um dia, inspirados pelos filmes que assistem na videoteca local, resolvem fugir para realizar seus sonhos, roubando o carro do jardineiro. O caso chega até a imprensa e a polícia coloca dois policiais trapalhões no encalço dos jovens, que estão dispostos a viver essa grande aventura.

Melhor Filme Estrangeiro: “Artigas, La Redota”, de César Charlone

Em 1884, o governo uruguaio encomenda ao pintor Juan Manuel Blanes um retrato do libertador José Artigas, que foi líder de um exército popular no país. O pintor se baseia em um esboço de 1811 para retratar o herói.
40º Festival de Cinema de Gramado. Fotos: Sérgio Azevedo
40º Festival de Cinema de Gramado. Ganhadores dos Kikitos do 40º Festival de Cinema. Crédito: Itamar Aguiar/Pressphoto
LONGA-METRAGEM BRASILEIRO

Melhor Desenho de Som: Kleber Mendonça Filho e Pablo Lamar, por “O Som ao Redor”

Melhor Trilha Musical: André Abujamra, por “Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now!”

Melhor Direção de Arte: Zenor Ribas, por “Colegas”

Melhor Montagem: Leyda Napoles, por “Jorge Mautner – O Filho do Holocausto”

Melhor Fotografia: Gustavo Hadba, por “Jorge Mautner – O Filho do Holocausto”

Melhor Roteiro: Pedro Bial, por “Jorge Mautner – O Filho do Holocausto”

Melhor Atriz: Fernanda Vianna, por “O Que Se Move”

Melhor Ator: Marat Descartes, por “Super Nada”

Prêmio Especial do Júri: Breno Viola, Rita Pokk e Ariel Goldenberg, por “Colegas”

Melhor Filme – Júri Popular: O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho

Melhor Filme – Júri da Crítica: “O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho

Melhor Diretor: Kleber Mendonça Filho, por “O Som ao Redor”

LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO

Melhor Fotografia: Boris e Larry Peters, por “Leontina”

Melhor Roteiro: Eduardo del Llano Rodríguez, por “Vinci”

Melhor Ator: Jorge Esmoris, por “Artigas, La Redota”

Menção honrosa: Daniel Fernández e Mariana Pereira, pela direção de arte de “Artigas, la Redota”; Luciano Supervielle, pela trilha de “Artigas, La Redota”; e Osvaldo Montes, pela trilha de “Vinci”

Melhor Filme – Júri Popular: “Artigas, La Redota”, de César Charlone

Melhor Filme – Júri da Crítica: “Artigas, La Redota”, de César Charlone

Melhor Diretor: César Charlone, por “Artigas, La Redota”

CURTA-METRAGEM BRASILEIRO

Melhor Filme: “Menino do Cinco”, de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira

Melhor Desenho de Som: Gabriela Bervian, por “Casa Afogada”

Melhor Trilha Musical: Marcos Azambuja, por “Funeral à Cigana”

Melhor Direção de Arte: Iara Noemi e Gilka Vargas, por “Casa Afogada”

Melhor Montagem: Gustavo Forte Leitão, por “Di Melo – O Imorrível”

Melhor Fotografia: Bruno Polidoro, por “Casa Afogada”

Melhor Roteiro: Marcelo Matos de Oliveira, por “Menino do Cinco”

Melhor Atriz: Sabrina Greve, por “O Duplo”

Melhor Ator: Thomas Vinícius de Oliveira e Emanuel de Sena, por “Menino do Cinco”

Prêmio Especial do Júri: “A Mão Que Afaga”, de Gabriela Amaral Almeida

Melhor Filme – Júri Popular: “Menino do Cinco”, de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira

Melhor Filme – Júri da Crítica: “Menino do Cinco”, de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira

Melhor Diretor: Gilson Vargas, por “Casa Afogada”

Prêmio Canal Brasil – Melhor Filme: “Menino do Cinco”, de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira

PRÊMIO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA – MOSTRA GAÚCHA DE CURTAS
  • Melhor Filme: “Elefante na Sala”, de Guilherme Petry
  • Melhor Direção: Richard Tavares e Bruno Carboni, por “Garry”
  • Melhor Roteiro: Guilherme Petry e Samir Arrage, por “Elefante na Sala”
  • Melhor Atriz: Fernanda Carvalho Leite, por “Lobos”
  • Melhor Ator: Gutto Zuster, por “24 Horas com Carolina”
  • Melhor Produtor Executivo: Gilson Vargas e Beto Picasso, por “Casa Afogada”
  • Melhor Edição de Som: Gabriela Bervian, por “Casa Afogada”
  • Melhor Música: Bunker Studio, por “Fez a Barba e Choro”
  • Melhor Direção de Arte: Iara Noemi e Gilka Vargas, por “Casa Afogada”
  • Melhor Montagem: Bruno Carboni, por “Garry”
  • Melhor Fotografia: Bruno Polidoro, por “Fez a Barba e o Choro”

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top