skip to Main Content

Licitação para execução do projeto de decoração do Natal Luz 208/19

 

Participamos pela primeira vez de uma licitação, esta, para a empresa que irá executar o projeto de decoração elaborado por Claudia Casagrande, para o Natal Luz 2018/19. Iniciando as 14h, da última terça-feira (17) o processo se estendeu além das 17h, horário que saímos da sala na ExpoGramado onde ocorria.

Participaram três empresas: GL Eventos (LPR) de Londrina; Thiele Eventos de Gramado e Leodir Handow Eireli de Canela. As empresas apresentaram os seguintes valores para execução: GL Evento, R$ 3.579,751; Thiele Eventos, R$ 3.604, 296 e Leodir Handow Eireli o valor de R$ 3.601,415, senso essa escolhida pelo valor de R$ 3.540,000. A Thiele Eventos foi desqualificada por falta do documento 'cronograma fisico finaceiro', que foi apresentada em seguida, mas não aceito pelo departamento jurídico da Gramadotur. A informação extraoficial que temos é de que a Thiele Eventos entrou com recurso e a situação deve ter outros desdobramentos em breve.

Conversando com Claudia Casagrande, responsável pelo projeto, essa nos colocou que o mesmo, para ir para rua em sua fidelidade de propósito foi orçado em R$ 4 milhões, o que significa uma perda de R$ 460 mil. Essas constatações sem considerar o que está por vir. Se percebemos corretamente a perda de qualidade inicia já no processo de licitação, em função do pregão. É importante essa análise nesse momento justo que o resultado está nas ruas. Não justifica a má execução, o que depende da empresa executora, mas, deve ser considerado que a fidelidade do projeto sai prejudicada na falta de verba para sua execução.

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top