Foto: Tela Tomazeli

Na eleição de quatro anos atrás, sábado que antecedia a votação, eu voltava ao centro, vindo pela RS 115 e em frente a Famastil tive que parar o carro. Era entardecer de um dia muito quente e o céu fechou-se na cor laranja. Naquele momento veio o resultado das eleições. Como? Não sei! Veio a mensagem de que o candidato do PDT, que tinha a cor laranja predominando em sua campanha venceria a eleição, e foi. Este ano, subindo ao Serra Park, sábado, logos após ao meio dia, de um dia muito quente, está imagem se apresentou à minha frente dizendo, a cor azul será a vencedora das eleições, e foi. O que isso significa: nada! Apenas leituras, interpretações, sensibilidade…

Natal Luz de Gramado.

Mudar é entender para aceitar, não é preciso gostar. ‘O Futuro mudou bem na minha vez’. Dado Schneider