Tenso esse ambiente. Tela – Foto: Ilton Müller

Representantes de um grupo de manifestantes foram recebidos pelos membros do Gabinete de Crise na tarde desta terça-feira, 16. Eles estavam acompanhados da vereadora Manu da Costa e questionaram quanto ao cumprimento do decreto estadual que colocou Gramado na bandeira vermelha, dentro do projeto de Distanciamento Controlado do RS. Os empreendedores revelaram a preocupação quanto ao futuro das empresas caso as medidas restritivas não fossem alteradas imediatamente.

Em nome do Gabinete de Crise, o secretário Anderson Boeira frisou que no momento deve ser obedecido o decreto estadual, que se sobrepõe às normas municipais. Informou ao grupo que o prefeito Fedoca estava naquele momento em audiência com o governador Eduardo Leite, no Palácio Piratini, pleiteando o reexame da bandeira de vermelha para laranja (ou até amarela). Na audiência, Fedoca representou os prefeitos da Amserra – Associação dos Municípios da Região das Hortênsias. Neste encontro, o governador do Estado prometeu antecipar o período de vigência da bandeira de 15 para 7 dias. Nesse prazo ele irá examinar a criação de uma microrregião, que passe a receber tratamento próprio. Texto: Ilton Muller.