Pode parecer uma pergunta óbvia, mas há muita confusão em relação à multiplicidade de condutas que uma pessoa pode ter com o passar dos anos. Abaixo, conheça os maiores influenciadores do comportamento. 

Fotos: Tela Tomazeli

Ambiente e pessoas: Como ao longo da vida passamos por diversos ambientes, nos adaptamos a cada um deles para sobreviver ou, pelo menos, tentamos fazê-lo. Por vezes, de forma inconsciente. Também precisamos nos adaptar as pessoas que conhecemos para sermos capazes de conviver com opiniões, personalidades e pensamentos diferentes e, muitas vezes, opostos aos nossos. 

Fase da vida: A fase da vida em que nos encontramos também colabora para que tenhamos uma vivência tranquila ou árdua. A busca pelo primeiro emprego, o primeiro relacionamento sério ou a preparação para um momento importante, como um exame para uma bolsa, são alguns exemplos. São experiências universais que são sentidas por pessoas da mesma faixa etária. 

Sociedade: Outro fator a ser considerado é a sociedade. Ela causa grande impacto em quem somos e como pensamentos. As crenças religiosas e culturais, em especial, são grandes influenciadores. Semelhantemente, as condições econômicas e sociais também contribuem para a formação dos seres humanos, apesar de serem fatores que são facilmente modificados ao longo do tempo. Pode-se dizer que somos o reflexo do que acontece ao nosso redor. 

O outono vem chegando, os plátanos lindamente anunciam.

Genética: Por fim, a genética é responsável pelos traços que adquirimos de nossos antepassados, podendo ser transmitidos de geração a geração. Os comportamentos instintivos são considerados aqueles originados da genética enquanto os aprendidos, influenciados pelo meio.  Leia a matéria completa: https://www.vittude.com/blog/comportamento/