Fotos: Moisés Castilhos / Cibele Marcon / Jei Heydt / Divulgação Festuris / Cássio Brezolla / Tela Tomazeli / Sandra Fosd – Clique no canto direito das imagens para ampliar

FESTURIS iniciou hoje com sobrevoo de balão e segue até sábado em Gramado

Após um longo período de espera e muito trabalho para adequar o evento à nova realidade, o FESTURIS aconteceu de 5 a 7 de novembro nos pavilhões do Serra Park, em Gramado. Esta foi a primeira feira de turismo das Américas desde o início da pandemia, marcando a retomada dos eventos presenciais no Rio Grande do Sul.

Durante a programação, o FESTURIS recebeu o selo como primeira feira “Covid Free” do Brasil, certificação internacional entregue pelo Instituto Brasileiro de Excelência em Saúde (IBES). Isso validou uma série de protocolos de segurança e medidas adotadas para a realização do evento. Além disso, sanitizações foram realizadas de tempo em tempo pela Imunizadora Hoffmann, deixando o ambiente seguro aos participantes.

Benção inédita nas alturas

Na tarde de quinta-feira um momento único marcou a abertura da feira. Uma benção nas alturas com o sobrevoo de um balão sob as dependências da feira e da cidade de Gramado. O balão foi tripulado pelo pastor Erlo Aurich, que das alturas abençoou o evento, a comunidade de Gramado e despertou a espiritualidade em um ato simbólico em prece e gratidão.

FESTURIS destaca resiliência e coragem em abertura da primeira feira de turismo das Américas durante a pandemia

Solenidade realizada no Serra Park, em Gramado, foi marcada por emoção e entusiasmo com a retomada dos eventos presenciais

A tradicional solenidade de abertura reuniu cerca de 400 pessoas entre autoridades, convidados, lideranças do setor e imprensa. O evento foi marcado pelos protocolos rígidos de segurança.

Resiliência e coragem, essas foram as palavras-chave destacadas durante a solenidade, marcada por muita emoção e entusiasmo. “Se nós conseguimos chegar até aqui, é em função dessas duas palavras. Nesse caminhar, percebemos que não estávamos sozinhos. Teve muita empatia e união de todos os atores do turismo. Assim, conseguimos criar inúmeras ações para minimizar os impactos da pandemia”, enfatizou o CEO do FESTURIS, Eduardo Zorzanello.

Marta Rossi, outra CEO do evento, completou destacando a importância da retomada. “Foi uma sensação de vitória ver a feira montada. Mas refletimos e entendemos que a realização do Festuris foi apenas uma conquista e que a vitória está mais adiante, quando todo o setor puder retornar construindo junto esse novo momento”, acrescentou.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, elogiou as medidas adotadas pela feira nesta retomada das atividades do setor. “O Festuris é um momento de celebração e ao mesmo tempo de enorme responsabilidade para todos nós, porque estamos sendo, mais uma vez, pioneiros. E pelo que observamos em cada um dos cuidados aqui tomados, teremos um evento que será exemplo para o Brasil”, declarou.

Leite também aproveitou a oportunidade para anunciar a liberação de R$ 6 milhões para 45 municípios no Rio Grande do Sul que são especialmente vocacionados ao turismo, para reforço em suas ações de vigilância sanitária e de atenção hospitalar justamente para que a retomada do turismo possa acontecer com toda a segurança.

Representando o Governo Federal, o secretário especial de Cultura Mário Frias falou da relação do turismo com o setor cultural. “O mercado está em constante transformação e é essencial a gente se adaptar rapidamente a todas essas necessidades impostas pela pandemia. Para mim turismo e cultura andam de mãos dadas e Gramado tem feito muito bem esse papel”, destacou Frias.

A decoração e as atividades artísticas do ato foram um pocket do que os visitantes da feira encontram no Natal Luz de Gramado, dando um gostinho daquilo que a cidade tem de melhor neste período do ano.

Troféu Amigos do Festuris

A tradicional premiação Amigos do Festuris reconheceu por mais um ano aquelas lideranças que contribuem com o crescimento do evento e da cadeia do turismo. Nesta edição os agraciados com o troféu, entregue com todos os cuidados e segurança, foram: Adriane Brocker Boeira, Anderson Boeira, Carlos Melles, Claiton Armelin, Claiton Luiz Saul, Eduardo Leite, Gilson Machado Neto, Gisele Abrahão, José Pedro Teixeira e Rodrigo Lorenzoni.

Festuris Connection Meeting aponta os caminhos para a retomada

Na manhã de sexta-feira (6), teve início a programação do FESTURIS Connection Meeting. Realizada no Serra Park e com curadoria de Luciana Thomé, a programação, que teve como tema central “Turismo em Transformação”, trouxe muito conteúdo e reflexões para o trade turístico. 

ABAV

Passaram pelo palco grandes nomes do empreendedorismo, que compartilharam suas ideias e apontaram caminhos para a retomada dos negócios. A presidente da ABAV/RS, Lucia Hoffmann Bentz deu as boas-vindas e falou sobre a importância do momento. 

Eixo motive-se

Com o tema “Transforme potencial em resultados”, o palestrante e neuro pesquisador Mauro Rinaldi trouxe toda sua experiência para que o público pudesse refletir sobre autoconhecimento.

Eixo empreenda

A vice-presidente de Relações Institucionais da ABAV/RS, Rita Vasconcelos conduziu a apresentação do segundo tema da manhã, “O empreendedorismo e o turismo em transformação”. 

Ao seu lado, Germana Magalhães, coordenadora da carteira de turismo do Sebrae Nacional, também participou do painel. “Como entender o cenário que vem por aí e como o turismo irá se posicionar a partir de agora? Segundo ela, o turista busca pela experiência mais completa e ela começa na comunicação, através de ferramentas digitais. Outra tendência apontada em pesquisas qualitativas e quantitativas é a de que viagens para destinos com mais natureza aumentaram e que as viagens estão sendo retomadas através do turismo regional.

Eixo acelere

Curadora do FESTURIS Connection Meeting, Luciana Thomé foi a mediadora dos painéis do Eixo Acelere, que teve como tema “10 anos em 1 – Como a pandemia nos fez migrar para o digital na marra” e que teve como um dos convidados, o CEO da Gramado Summit, Marcus Rossi. 

“Vivemos pequenas evoluções todos os dias. O que aconteceu é que aceleramos este processo por necessidade. A nova economia é baseada em consumidor, dados e tecnologia. E ela tem que ser muito mais rápida, porque o foco tem que estar no consumidor. Hoje a pessoa é o centro da nova economia”, destacou Marcus Rossi.

Na sequência, o consultor de marketing digital Thiago Akira abordou o tema “Posicionamento digital no turismo: você tem?”. Segundo ele, a pandemia provocou um aumento de mais de 40% nos compradores digitais. “O posicionamento digital é definido pelo mercado, tudo é uma construção até você conseguir ser percebido por valor e não por preço”, explicou. Thiago destacou ainda que a jornada do consumidor passa pela internet e que é preciso entregar um diferencial.

Em seguida foi a vez do CEO & Founder da Turbox, Daniel Françoso compartilhar um pouco da sua experiência com o tema “Turista 4.0 – você está preparado para esse cliente?”. O empresário explicou que o turista 4.0 é hiperconectado, exigente e tem um melhor nível de informação. “É alguém que também tem um total engajamento nas redes sociais, pois não apenas consome conteúdo e opinião, como coloca as suas também”, destacou. Informação é poder. E esse poder de escolha está nas mãos do cliente”. 

Depois foi a vez da diretora executiva do Instituto de Design inovação e Tecnologia, Gisella Simões falar sobre o tema “Como o design pode ajudar você a conquistar clientes”. Ela explicou que o design pode ser entendido como uma ciência que soluciona problemas. “O design busca encontrar soluções para diferentes questões, demandas e expectativas do nosso cliente. Ele é uma experiência que fomenta os sentidos”, disse. 

A manhã encerrou com painéis apresentados pelo vice-presidente de marketing e eventos da ABAV nacional, João Augusto Machado, que tiveram como tema o título “Sim, nos transformamos na crise”. Cinco convidados que apresentaram seus cases: Peter Weber (CEO Skyteam); Ana Paula Gutierres (co-fundadora do Integração Trade); Ariel Gustavo João (diretor comercial da Redetur) e Roberta Feiten (advogada).

FESTURIS, o ponto de partida para o recomeço

A feira da transformação dos negócios e das pessoas. Assim podemos definir a 32ª edição do FESTURIS. A concretização de um sonho praticamente impossível – se considerarmos o contexto que cercava a todos de incerteza há alguns meses -, tornou-se realidade com o esforço de muitas partes. 

O poder público, especialmente o Governo do Estado do Rio grande do Sul, não abriu mão da sua responsabilidade, mas usou da sensibilidade em acompanhar todo o trabalho de construção de um novo FESTURIS para validar a realização do evento. 

Ciente do compromisso assumido pelos promotores da Feira Internacional de Turismo, o Governo do RS viu na sua realização a forma de passar uma mensagem não só aos gaúchos, mas ao Brasil e ao mundo: a de que aqui a retomada do turismo e dos negócios já é uma realidade.

Certificação

Uma equação difícil desafiou a organização do evento o tempo todo: como realizar, em um curto espaço de tempo, todas as adequações necessárias para fazer do FESTURIS não só uma feira de negócios, mas sim, um evento completo e representativo também sob o ponto de vista sanitário.

União

Ninguém faz nada sozinho e a união é o melhor caminho nessa etapa de reconstrução. Muitas mãos se deram, virtualmente, a abraçaram a ideia de sonhar e realizar o FESTURIS de maneira presencial, para que ele realmente fosse o ponto de partida para o recomeço do turismo no Brasil.

Negócios

Ser palco da retomada dos negócios representou ter empresários convictos de que a transformação de um cenário tão adverso como o que estamos vivendo neste ano passa pelas suas mãos. E assim, corredores vazios foram sendo preenchidos, estandes foram sendo ocupados e o que se viu no primeiro dia do FESTURIS foram sorrisos acontecendo em profusão, mesmo que debaixo das máscaras.

Meeting

A realização do Connection Meeting trouxe para o palco do FESTURIS conteúdo e reflexões sobre as ações que se fazem necessárias nessa reação que as empresas e o trade turístico estão protagonizando.

FESTURIS encerra edição histórica provocando a retomada dos negócios no Turismo

Aumento da produtividade através da digitalização e segurança no atendimento aos protocolos foram marcas do evento

A 32ª edição do FESTURIS Gramado encerrou na noite de ontem sábado, 7, marcando a retomada das feiras de turismo presenciais na América Latina. Foram dois dias de reencontros e muita produtividade nos negócios. Ao todo foram 6.000 reuniões agendadas pelos mais de 5.000 mil inscritos através do aplicativo do evento.

Apesar da redução do número de participantes e expositores – natural diante do fechamento de fronteiras e a retomada lenta de muitos segmentos – o feedback dado por quem passou pela feira foi de otimismo e negócios gerados após meses de muita dificuldade.

Conforme resultados apresentados na coletiva de imprensa, além do número de inscritos e reuniões agendadas o FESTURIS teve 130 estandes e mais de 1.500 marcas em exposição, distribuídas pelos 25 mil m² de área dos pavilhões. Mas os números gerais da feira não são mais importantes do que a postura das marcas e destinos que apostaram no evento acreditando que o FESTURIS seria o palco da recuperação.

Todas as edições o FESTURIS elege algum espaço segmentado como destaque. Neste ano o foco esteve em dois eixos: Saúde e Sustentabilidade. Para a próxima edição, o Turismo Rural deverá ganhar ainda mais espaço – ele que é uma das tendências da OMT para o futuro do turismo. As tendências mundiais continuam sendo observadas pela organização da feira.

Como legado desta edição histórica que marcou a primeira feira de turismo das Américas desde o início da pandemia, os CEOs do FESTURIS destacaram a transformação digital com ferramentas para aumentar a produtividade e a entrega de ativos aos expositores e agentes de viagens que passou a acontecer pré e pós-evento. Além, é claro, da experiência na realização de eventos seguros.

A próxima edição do FESTURIS Gramado acontecerá em novembro de 2021, em data ainda a ser confirmada.

Fonte de informações: Assessoria de imprensa FESTURIS / Gustavo Bauer