skip to Main Content

Tela Tomazeli l Editora

BENTO GONÇALVES – UCS mapeará indicadores de resiliência do município

A agenda contou com as presenças do chefe de gabinete da Reitoria da UCS, Givanildo Garlet, da pesquisadora do CityLivingLab Cíntia Paese Giacomello, do secretário de Governo Márcio Possamai, do presidente da Fundação Educacional da Região dos Vinhedos (Fervi), Leonardo Stefani, do prefeito municipal e do reitor da UCS, da pró-reitora Neide Pessin, do sub-reitor da UCS Bento, Fabiano Larentis, e do professor Mauricio Schafer.

 

Protocolo de intenções para implantação do projeto foi assinado nesta quarta-feira, dia 12. Diagnóstico contribuirá à preparação para desafios urbanos contemporâneos como desastres naturais e mudanças climáticas

 

A Universidade de Caxias do Sul, a partir do grupo de pesquisa CityLivingLab, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Administração, será responsável pelo mapeamento dos indicadores de resiliência de Bento Gonçalves. O projeto visa à preparação das cidades para desastres naturais e mudanças climáticas, enfatizando a importância de planejamento e governança eficazes para a construção de uma resiliência urbana sustentável. O acordo para a contribuição da Universidade foi firmado em protocolo de intenções assinado nesta quarta-feira, 12 de junho, em agenda na Prefeitura Municipal.

 

A implantação do Mapeamento dos Indicadores de Resiliência – já formalizada com os municípios de Caxias do Sul e de Santa Tereza – é uma das frentes do Programa de Cidades Resilientes, desenvolvido pelo CityLivingLab. Com o uso de uma plataforma digital, os pesquisadores cruzarão dados abertos com informações oficiais do Poder Público para monitorar indicadores de resiliência contemplando áreas como água, economia, educação, energia, finanças, governança, saúde, segurança e transporte. Também será elaborado um relatório contendo os resultados da pesquisa, análises e recomendações. O prazo de vigência estabelecido para o contrato é de seis meses.

 

“É um trabalho muito importante realizado pela UCS para auxiliar no mapeamento de dados para as ações de reestabelecimento das cidades após os eventos climáticos ocorridos em maio”, avalia o prefeito Diogo Segabinazzi Siqueira. O reitor da UCS, professor Gelson Leonardo Rech, contextualiza a iniciativa na histórica relação de parceria estabelecida com a comunidade de Bento Gonçalves. “Para além das ações de assistência realizadas, a proposta é disponibilizar o conhecimento científico e o serviço tecnológico como representações concretas do senso comunitário da Universidade, um de seus grandes valores institucionais. Fazemos a diferença a partir de pesquisa, inovação, ensino e extensão, unidos à prestação de serviços à região”, afirma.

 

O encontro na Prefeitura de Bento Gonçalves também oportunizou à UCS a apresentação de outras possibilidades de colaboração técnico-científica aos municípios afetados pela maior tragédia climática do Estado. “O portfólio de projetos conta com soluções como o ReNova Cidades, que pontua os diversos planos, diagnósticos e contribuições na área do planejamento territorial, urbanístico, de sustentabilidade e saneamento que a Instituição pode oferecer para as cidades se prepararem para momentos distintos”, explica a pró-reitora de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, professora Neide Pessin. O objetivo é dispor de conhecimentos e ferramentas para enfrentar e gerir os riscos associados a tragédias climáticas e aos desafios urbanos contemporâneos.

 

Foto: Emanuele Nicola

Conteúdo: UCS

 

Gramado Magazine

Tela Tomazeli l Editora

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Back To Top