skip to Main Content

Tela Tomazeli l Editora

DON GIOVANI – Daniel Panizzi é reconduzido à presidência da UVIBRA  

Este é o segundo mandato de Panizzi à frente da entidade

O empresário Daniel Panizzi, diretor da vinícola Don Giovanni, foi reconduzido à presidência da União Brasileira de Vitivinicultura (UVIBRA) para o biênio 2024-2026. Este é o segundo mandato de Panizzi à frente da entidade, tendo presidido a associação anteriormente durante o biênio 2022-2024. A recondução de Daniel Panizzi à presidência foi unânime e é vista como uma oportunidade para consolidar os avanços iniciados em seu primeiro mandato e enfrentar os novos desafios com um olhar atento ao futuro do setor. A reeleição, realizada no primeiro semestre de 2024, reflete a confiança dos membros da entidade em sua liderança e visão estratégica para o setor vinícola brasileiro. O mandato de Panizzi inicia-se em um momento crucial para o segmento, especialmente após as enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul, onde a recuperação e o crescimento do setor vitivinícola são prioridades para a UVIBRA.

 

Ampliar ainda mais o desenvolvimento do enoturismo como peça chave para impulsionar a economia também é uma das premissas destacadas por Panizzi. “A UVIBRA segue seu trabalho num conjunto de esforços visando fomentar cada vez mais o desenvolvimento do enoturismo e da geração de emprego e renda”, adianta.

 

A UVIBRA também vai trabalhar com força para valorizar cada vez mais a agricultura familiar, responsável por prover a matéria-prima essencial à vitivinicultura. “O agricultor familiar precisa sempre de uma atenção especial, pois é ele quem sustenta a base de toda a cadeia produtiva do setor vinícola”, afirma o presidente da UVIBRA.

 

Vice-presidências

A nova gestão de Panizzi conta com dois vice-presidentes que reforçam a representatividade regional da UVIBRA. Renê Moura, representando a Campanha Gaúcha, uma região que se destaca na produção de uvas e vinhos, e Flávia Pizzato, que será a representante do Vale dos Vinhedos, outro polo importante à produção vinícola. Essa interlocução com duas áreas altamente representativas é vista como essencial para fortalecer a presença e a competitividade do vinho brasileiro.

 

Legislação e tributação

Outro ponto abordado pela UVIBRA sob a liderança de Panizzi é a questão da legislação do vinho e da tributação. Nos últimos 12 meses, a entidade tem trabalhado intensamente para garantir que o vinho brasileiro não seja mais onerado em termos de impostos. “Hoje, temos uma carga tributária muito maior comparada com outros países, e isso é uma preocupação à sustentabilidade de toda a cadeia produtiva”, destaca Panizzi. A UVIBRA defende uma reforma tributária que não aumente ainda mais a tributação sobre o setor, preservando a viabilidade econômica. Nesse sentido, o presidente da UVIBRA também salienta a importância das negociações políticas para fortalecer sempre a competitividade do vinho brasileiro no mercado nacional e internacional.

 

A colaboração com diferentes setores da sociedade civil também é outro ponto trazido por Panizzi. “Junto à UVIBRA, continuaremos dialogando com entidades de turismo, agronegócio, educação e cultura para criar um ecossistema sustentável e próspero à vitivinicultura”, concluiu o dirigente.

 

Foto: Edith Auler

Conteúdo: UVIBRA

 

Gramado Magazine

Tela Tomazeli l Editora

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Back To Top