skip to Main Content

Tela Tomazeli l Editora

SAÚDE PÚBLICA – HIV, hepatite B, e outras infecções após casos de violência sexual (estupro), relações sexuais desprotegidas, acidentes de trabalho

Profissionais da saúde sendo capacitados.

 

Vigilância em Saúde promove encontro sobre Profilaxia Pós-Exposição (PEP) para HIV e Hepatites

Na última sexta-feira (08), no Auditório da Secretaria da Saúde, profissionais da saúde participaram de um encontro sobre a Profilaxia Pós-Exposição (PEP), que são medidas de urgência em que medicamentos são utilizados para reduzir o risco de HIV, hepatite B, e outras infecções após casos de violência sexual (estupro), relações sexuais desprotegidas (sem o uso de preservativo ou com seu rompimento) ou acidentes de trabalho que envolvam contato direto ou com instrumentos perfurocortantes com sangue e outros fluidos.

 

A Profilaxia Pós-Exposição (PEP) deve ser iniciada o mais rápido possível – preferencialmente nas primeiras duas horas após a exposição de risco e o acompanhamento deve ser realizado por seis meses. “A Vigilância em Saúde reforça que a PEP é uma tecnologia presente no SUS que deve ser buscada sempre que indicada”, destaca a diretora da Vigilância em Saúde, Flávia Oliveira.

 

Em Gramado, todas as Unidades de Saúde estão aptas para atender as situações em que a PEP é indicada, em especial, a emergência do Hospital Arcanjo São Miguel (HASM) e o Centro de Atendimento Integrado à Saúde (CAIS).

 

Para mais informações, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima.

 

Texto e foto: Imprensa Prefeitura de Gramado

Gramado Magazine

Tela Tomazeli l Editora

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Back To Top