skip to Main Content

A Fáscia e o que são os Trilhos Anatômicos

Isane Farias / Fisioterapeuta

Como falei no meu primeiro artigo, a Fáscia é como se fosse nossa roupa interna, estando presente da cabeça aos pés, parecido como uma “teia de aranha úmida e tridimensional que mantém tudo no lugar e ao mesmo tempo que permite que essas estruturas se movam, se dobrem e se adaptem”. A Fáscia é o nosso maior órgão sensorial e é muito importante para manutenção da nossa saúde.

 

Roupa interna que envolve tudo.

 

Trilhos Anatômicos

O conceito de Trilhos Anatômicos foi desenvolvido pelo osteopata e americano Thomas Myers, que identificou uma série de linhas ou trilhos que conectam diferentes partes do corpo e que desempenham um papel importante no movimento e na postura.

 

Demonstração dos Trilhos no corpo.

 

Segundo Myers, o corpo possui 12 trilhos anatômicos, cada um composto por uma série de músculos, tecidos e estruturas conectados e cada um segue uma rota de tensão, como se fosse o trilho de um trem, conectando de um ponto A para um ponto B, cada trilho é composto por diferentes grupos musculares que trabalham juntos para produzir movimento e estabilidade, ou seja, esses trilhos percorrem todo o corpo, desde os pés até a cabeça e são responsáveis por manter a postura, o equilíbrio e a função dos movimentos do corpo.

 

Linha Superficial Posterior

 

Nos próximos artigos irei descrever cada trilho, quais são as suas funções e compensações que geram no nosso corpo quando estão em disfunção. Fique atento na revista gramadomagazine.com.br . @gramado_magazine

 

 

Isane Farias

Fisioterapeuta

Crefito 5 191125.F

isane.fisioterapia@live.com / WhatsApp (54) 98433-3022

@isanefisioterapeuta

 

Referências e Imagens

Myers, Thomas W. Trilhos Anatômicos 4°ed. Manole, 2022.

Isane Farias

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Back To Top