skip to Main Content

Tela Tomazeli l Editora

Bondinhos Aéreos celebrou o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência

Em dezembro, parques e atrações de todo o Brasil abrem suas portas para celebrar o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência em Parques e Atrações (DNPD). Na Serra Gaúcha, a comemoração foi antecipada para novembro, por conta da alta temporada turística. Na ocasião, crianças e jovens da Apae, do CADIE – Centro de Atenção e Desenvolvimento Integral ao Estudante e da MEF – Escola Municipal de Ensino Fundamental, foram convidadas para usufruírem de um dia com muita diversão nos Bondinhos Aéreos.

 

O Turismo Acessível

Nos Bondinhos Aéreos, localizado em Canela, o objetivo é incluir todos no passeio, sem desafios inesperados ou desconfortáveis. O parque possibilita aos visitantes contemplar a Cascata do Caracol e a natureza da mata nativa da Serra Gaúcha, por um ângulo privilegiado. A atração é indicada para todas as idades e possui acessibilidade na estrutura com rampas e elevadores em todas as estações. O investimento também foi feito em banheiros com acessibilidade; rampa e elevador; trilha plana e calçada, além de treinamentos constantes para a equipe recepcionar pessoas com deficiência. A acessibilidade do parque vai além das exigências legais. Os colaboradores são periodicamente treinados pela empresa Incluir Treinamentos, que ministra o curso sobre Excelência em Atendimento. O parque ainda possuí três certificações: Empresa amiga do autista, Amiga da pessoa com deficiência e Guia inclusivo.

 

Acessibilidade e segurança

 Todas as estações possuem espaços idealizados, para o fácil acesso para pessoas com deficiência. No embarque para os bondinhos, há monitores e rampas para facilitar o acesso ao equipamento. Nas estações Central e Cascata, além do elevador, os caminhos para o embarque possuem corrimões e sinalizações. E na estação Animal, a trilha ecológica é mais larga dos que as trilhas convencionais.

 

Autistas e o Parque

 Ainda sobre a questão referente à acessibilidade, a equipe do Parques da Serra Bondinhos Aéreos, realizou um treinamento especial sobre atendimento prioritário para pessoas com autismo. Com a conclusão do projeto, o parque recebeu o selo de Empresa Amiga do Autista, da Incluir Treinamentos, que ministrou o curso sobre Excelência em Atendimento de Inclusão. No parque é dada a preferência no atendimento e ao uso do cordão do Autismo, que é uma maneira simples de identificação. Como o símbolo do autismo é reconhecido mundialmente, as pessoas saberão que a pessoa precisa de uma atenção diferenciada.

 

O colar do girassol foi criado com objetivo de facilitar e humanizar o atendimento às pessoas com alguma condição de saúde, não perceptível facilmente, pelos que estão ao redor, tais como: asma, autismo, dores crônicas, baixa audição entre outras. Outro diferencial é a interpretação de Libras nos vídeos informativos, que são exibidos em todas as estações, onde um profissional realiza uma tradução simultânea ou consecutiva do que está sendo falado, substituindo a língua de sons ou oral, por gestos e sinais.

 

Guia Inclusivo

 A Certificação de Guia Inclusivo é o que aprimora e reconhece as melhores práticas de acessibilidade e inclusão. Mesmo tendo toda uma infraestrutura adaptada para atender a todos, o parque capacitou seus colaboradores com o curso de Guia Inclusivo, possibilitando assim um atendimento especial, e de suporte, para aqueles que visitam o parque sozinho, com familiares ou com o seu cão guia.

 

Selo da Empresa Amiga da Pessoa com Deficiência

 Tendo como objetivo incentivar as empresas a trabalhar suas ações em prol das pessoas com necessidades especiais, o parque juntamente com sua equipe de planejamento, criou um ambiente que oferece ao visitante espaços idealizados para fácil acesso com rampas, elevadores, corrimões, placas de sinalização e uma trilha ecológica ampla e calçada. O Parque Bondinhos Aéreos é destaque pelos cuidados com acessibilidade e inclusão, sendo o primeiro parque do país a ter o certificado de Empresa Amiga da Pessoa com deficiência.

 

A vista frontal da Cascata do Caracol

 Totalmente integrado a estas iniciativas de acessibilidade, o Parques da Serra Bondinhos Aéreos, proporciona uma vista inesquecível de um dos melhores cartões postais do Brasil. Desde dezembro de 2013, o parque conta com os primeiros bondinhos do Rio Grande do Sul. Uma paisagem de montanhas e vales, com fauna e flora rica e diversificada, merecem ser apreciadas.

Na última estação, o visitante pode contemplar a vista frontal da Cascata do Caracol e a exuberante natureza do vale, por um ângulo privilegiado. Quem não quer viver esta experiência? Todas as pessoas. E nos Bondinhos se faz forte o conceito de turismo acessível, que envolve a inclusão de pessoas portadoras de deficiências ou limitações físicas e mentais em atividades turísticas, promovendo fácil acesso à lugares e estabelecimentos.

 

O que é o DNPD?

 Estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para promover mais inclusão e visibilidade, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3/12) foi o estímulo para que o SINDEPAT criasse o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência em Parques Temáticos e Atrações Turísticas (DNPD).

 

Gramado Magazine

Tela Tomazeli l Editora

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Back To Top