skip to Main Content

UCS inaugura Instituto Hospitalar Veterinário (IHVET) na sexta-feira, dia 8 de julho

Ampliação da estrutura do curso de Medicina Veterinária potencializará qualificação profissional e prestação de serviços à comunidade, em um dos maiores complexos de saúde animal do Brasil

Com área de 3.684,30 m² e sediado no bloco 46 do Campus-Sede, o Instituto Hospitalar Veterinário da UCS será inaugurado às 10h30 de sexta-feira, dia 8 de julho, em cerimônia para convidados e aberta à imprensa. Além das atividades protocolares, os participantes do evento poderão conhecer as novas instalações da Universidade e também prestigiar o mural feito em graffiti que ocupa a fachada do prédio.

O IHVET abrigará a clínica de pequenos animais (hoje localizada no bloco 47) com ambientes ampliados, o que incrementa as atividades clínicas e cirúrgicas com enfoque principal em cães e gatos; potencializará o tratamento de doenças infectocontagiosas, o que demanda áreas específicas e de isolamento; aumentará a quantidade de especialidades veterinárias atendidas, e os diagnósticos especializados a partir de técnicas mais avançadas em uma ala laboratorial; sediará serviços de bacteriologia, micologia, parasitologia e análises clínicas veterinárias, além dos serviços de diagnóstico por imagem, para uso em demandas internas e externas, como a radiologia, a ultrassonografia, a termografia, a endoscopia, e, a partir de 2023, a tomografia. Ainda potencializará o diagnóstico, tratamento e o controle de doenças de natureza zoonótica, aquelas transmitidas entre animais e pessoas.

No mesmo bloco, salas de aula centralizarão as turmas da graduação (hoje concentradas no bloco 74) e terá sede a coordenação de curso.

 

A Estrutura

O Instituto Hospitalar Veterinário da UCS é um ambiente hospitalar que está preparado para formação integral de profissionais de Medicina Veterinária e possui uma estrutura modelo em saúde animal no Brasil. O Instituto contempla diversas especialidades, contando com atendimentos clínicos, cirúrgicos, diagnósticos e práticas laboratoriais voltadas aos animais, tendo enfoque em cães e gatos. O espaço vai qualificar ainda mais o Complexo de Saúde Animal da UCS, que conta, entre outras estruturas, com o Jardim Zoológico e o Museu de Ciências Naturais.

No primeiro pavimento do IHVET, ficarão as instalações para exames de imagem; no mesmo andar, respeitando o isolamento que o espaço demanda, o setor destinado a doenças infecto-contagiosas. No segundo pavimento, estarão os consultórios destinados ao atendimento clínico de cães, além das salas de internação, uma para cães e outra para gatos, e das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). No terceiro pavimento, o bloco cirúrgico, com três salas para intervenções cirúrgicas, além das demais dependências para a recuperação dos animais; no mesmo andar, ficarão os consultórios destinados aos felinos.

Além do atendimento de animais domésticos, os locais foram pensados para intervenções clínicas e cirúrgicas de animais silvestres de pequeno porte sob demanda de órgãos públicos ambientais e de animais de estimação não-convencionais. No quarto e último pavimento, estarão localizados os Laboratórios de Análise Clínica e Parasitologia, além de outros espaços destinados aos demais laboratórios de apoio ao diagnóstico.

 

Graffiti estampa fachada do prédio

 

Um graffiti de 245 metros quadrados com 14 metros de altura estampa a fachada principal do Instituto Hospitalar Veterinário da Universidade de Caxias do Sul (IHVET). O trabalho é assinado pelo artista e publicitário graduado pela UCS Gustavo Gomes. Para a produção, a instituição montou uma equipe de curadoria para alinhar as ideias e definir o conceito estético do mural; o primeiro de grande porte localizado nos espaços abertos da Universidade.

A obra dá ênfase a animais regionais ou que podem ser encontrados no Jardim Zoológico da Universidade, criando uma linguagem pontual, carregada de vetores das diferentes linhas pelas quais o grafitti pode percorrer. Além de contemplar a natureza, o mural será espaço para interação com a tecnologia. Uma aplicação de realidade aumentada, por meio de filtro no Instagram, foi desenvolvida para que os visitantes do espaço possam interagir com animações dos bichos estampados na fachada a partir dos smartphones.

Fotos: Bruno Zulian

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top