skip to Main Content

Reitor da UCS, Gelson L. Rech, anuncia R$ 13 milhões para ampliação de estrutura do TecnoUCS

Investimento informado pelo reitor foi obtido em chamada pública da Finep, com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FNDCT do MCTI, e permitirá a ampliação das instalações do TecnoUCS, com a criação de novos espaços para empresas de base tecnológica, ambientes para ideação de empreendimentos e um laboratório aberto de prototipação

A Universidade de Caxias do Sul teve projeto de ampliação do TecnoUCS aprovado na chamada pública “Apoio Financeiro a Parques Tecnológicos em Implantação e em Operação”, com recursos na ordem de R$ 13.273.066,63, por meio da Finep, agência pública que financia a inovação, vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação, e do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FNDCT. O anúncio oficial foi realizado pelo reitor da UCS, professor Gelson Leonardo Rech, durante o lançamento do Centro de Coleta de Células-Tronco, na tarde desta segunda-feira, dia 4 de julho.

“Pelo trabalho de muitas mãos, conseguimos, a fundo perdido, investimento para um projeto do nosso parque TecnoUCS, de R$ 13,2 milhões. Na posse, fizemos o anúncio de R$ 100 milhões de reais de investimentos a partir de financiamento da Finep, que estamos desdobrando em três projetos na área de saúde animal, saúde humana e no Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação. A esses três investimentos soma-se agora mais um, também para o TecnoUCS, para novos negócios”, ressaltou o reitor, ao destacar a ampliação estrutural do parque e o ótimo posicionamento da UCS em rankings de inovação e pesquisa.

O recurso será destinado ao aumento da estrutura e da capacidade de atendimento aos programas ligados à geração de novos negócios de base tecnológica, integrando os Programas STARTUCS e ITEC/UCS, da Agência de Inovação UCSINOVA, com o propósito de promover a conexão e a colaboração entre Startups e Empresas.

Com o investimento, serão mais 19 espaços para empresas em fase de incubação e aceleração, uma sala de design estratégico para ideação de novos empreendimentos e um laboratório aberto de prototipagem para testes e desenvolvimento de soluções inovadoras.

O impacto do projeto busca beneficiar todo o ecossistema de inovação da Serra Gaúcha, ampliando o atendimento aos empreendedores e às demandas das empresas e da sociedade, com o desenvolvimento de soluções inovadoras. Com isso, espera-se fomentar novos empreendimentos em estágio nascente, com a criação de novos negócios, novos empregos e a geração de renda para a região.

Da aprovação à implementação da nova estrutura, a Universidade terá o prazo de 60 meses – cinco anos – para a entrega da obra. Os recursos são vinculados diretamente à Pró-Reitoria de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, por meio da Agência de Inovação, UCSiNOVA.

 

Sobre a Chamada Pública

A chamada pública “Apoio Financeiro a Parques Tecnológicos em Implantação e em Operação” selecionou propostas para concessão de recursos financeiros não reembolsáveis. O intuito é incentivar o desenvolvimento tecnológico, o aumento da competitividade e a interação entre empresas e ICT, bem como promover o desenvolvimento de ecossistemas de inovação e da sociedade do conhecimento.

Ao todo, foram contempladas 32 iniciativas de diferentes partes do país. A UCS ficou entre os sete melhores projetos submetidos.

Foto: Bruno Zulian

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top