skip to Main Content

Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná estão entre às seis primeiras posições no ranking estadual de GD do país

Nos últimos meses, a região sul do Brasil tem apresentado indícios de grande potencial para a produção de geração solar distribuída (GD). De acordo com dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), os estados Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, atualmente, estão entre as seis primeiras posições no ranking estadual de GD do país, gerando juntos mais de 2 MW de energia.

Ainda segundo os dados, o estado gaúcho é o mais engajado e se encontra, no momento, na terceira posição, com 11,7% da potência instalada. Já Santa Catarina aparece em quinto lugar, com 5%. O Paraná vem logo em seguida, em sexto lugar, com também 5% da potência instalada.

Diante do cenário promissor de crescimento, a cidade de Florianópolis (SC) será palco da 14ª edição do Fórum de Geração Distribuída de Energia Renovável (Fórum GD), em 21, 22 e 23 de junho, no Majestic Palace Hotel.

O evento, que conta com o apoio do Meu Financiamento Solar (MSF), maior fintech de crédito para energia solar fotovoltaica do Brasil, irá receber os principais especialistas em energia solar do país e representantes do Governo do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, para debater desafios e oportunidades de expansão do setor.

Entre os convidados, está Jéssica Rocha, coordenadora comercial da fintech MFS, para apresentar, no terceiro dia (23 de junho), às 14h10, o cenário de crédito e soluções financeiras para o Micro GD no painel que visa expor as soluções que facilitam o trabalho do integrador.

“Atualmente, em todo Brasil, o Meu Financiamento Solar conta com mais de 25 mil parceiros instaladores profissionais. Para oferecer atendimento personalizado e humanizado, temos uma equipe especializada com mais de 150 consultores financeiros. Além disso, investimos em tecnologia de ponta para que o integrador consiga, pela web ou pelo aplicativo, enviar e gerenciar propostas de crédito, em tempo real, e com isso, possa alavancar o seu negócio”, destaca a coordenadora.

 

Linhas de financiamento solar

Para alavancar ainda mais o crescimento do setor, um dos desafios é desmistificar a ideia de que a tecnologia não é acessível. Apesar do custo de um sistema residencial para uma casa com quatro pessoas girar em torno de R$ 15 e R$ 30 mil, atualmente, há mais de 70 linhas de financiamento disponíveis para essa categoria de produto.

De acordo com uma pesquisa, elaborada pela Adventures, em parceria com a fintech MFS, 60% do público desconhece que existem linhas de financiamento para energia solar. O levantamento entrevistou pessoas, físicas e jurídicas, com interesse ou que pretendiam instalar painéis solares no próximo ano.

“Hoje um dos principais benefícios do financiamento é a possibilidade dos prazos estendidos, que chegam a 84 vezes (7 anos) e proporcionam que a tarifa fique menor ou igual ao valor que o consumidor já paga de energia.”
A pesquisa, que contou com uma amostra de mais de 500 pessoas de várias regiões do Brasil, ainda revela que o principal motivo pelo interesse em painel solar é a redução das despesas com energia elétrica (61%), seguido da preocupação em preservar o meio ambiente (38%).

Ainda conforme o estudo, ao escolherem a energia solar fotovoltaica, os consumidores prezam por qualidade e durabilidade dos equipamentos, itens racionais que indicam preferência por um produto com retorno financeiro de longo prazo. Os atributos com critério de muita importância, como preço, manutenção e impacto no meio ambiente, também se destacam acima da média, indicando a preocupação em utilizar o produto por um longo período.

Outro dado interessante é que 18% dos respondentes não lembram de ter visto ou escutado informações e notícias relacionadas ao painel de energia solar, demonstrando haver espaço para amplificar a comunicação sobre o tema.

 

14º Fórum GD – Sul

Data: 21, 22 e 23 de junho.
Local: Majestic Palace Hotel, em Florianópolis (SC).
Palestra do Meu Financiamento Solar: 23 de junho, às 14h10, sobre o cenário de crédito e soluções financeiras para o Micro GD.
As inscrições para o evento acontecem pelo site.

 

Sobre o Meu Financiamento Solar

O Meu Financiamento Solar, maior fintech de crédito para energia solar do Brasil, nasceu em 2017 como parte do Grupo Portal Solar e, em 2020, passou a ser uma solução do banco BV. Com aprovação 100% digital, rápida e segura, a fintech tem como principal objetivo oferecer linhas de crédito para que pessoas físicas e empresas consigam colocar em prática projetos de energia solar em imóveis comerciais e residenciais e, assim, economizar até 95% nas despesas com energia elétrica.

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top