skip to Main Content

Escritora Alessandra Rech lança “Extradição”, sexto livro de sua carreira

Extradição, substantivo feminino. Processo oficial pelo qual um Estado solicita e obtém de outro uma pessoa condenada ou suspeita de infração. Metaforicamente, pode ser o regresso forçado, a sensação de ser expatriado de si depois de adentrar passionalmente o território de outro. “Extradição. A poética dos deslocamentos” é o título do sexto livro da escritora caxiense Alessandra Rech, que terá sessão de autógrafos no dia 8 de junho (quarta-feira), das 17h30min às 21h30min, no Zarabatana Café. Crédito: Antonio Valiente

Intimista e autoficcional, a obra mergulha em relacionamentos e desenlaces da protagonista, uma mulher madura cujo nome não aparece nos textos e revisita em crônicas as experiências fundadoras de sua afetividade. “Tentei brincar com a ideia da autoficção, até porque a narrativa da memória é sempre atravessada por certa dose de ficção. De qualquer forma, acho que é minha obra mais intimista. Sempre me expus nos livros, as crônicas falavam muito em memórias, elaborações e vivências minhas. Só que nesse livro me exponho um pouco mais. A ideia não é que as pessoas tentem descobrir o que realmente aconteceu ou não, mas que saibam desfrutar e questionem seus próprios deslocamentos”, comenta a autora, patrona da Feira do Livro de Caxias do Sul em 2021.

A foto que ilustra a capa de “Extradição” e traz a própria escritora como elemento central é fruto de ensaio dirigido por Pepe Pessoa e clicado por Antonio Valiente. O cenário é uma residência centenária na comunidade rural de Loreto, no interior de Caxias do Sul. Inspiradas na estética do desamparo, as imagens traduzem as memórias e os estranhamentos típicos das separações e da solidão, dialogando com o texto. O making of do ensaio pode ser conferido no perfil de Alessandra Rech (@_alessandra.rech) no Instagram.

“Conheço o Antonio desde que ele chegou da Espanha, em 2011, e gosto muito da sensibilidade do trabalho dele. E o Pepe conseguiu tirar de mim uma dramaturgia durante o ensaio. A ideia é que, ao longo do livro, as fotos componham um percurso, que começa mais denso e vai ficando leve, como se fosse o processo de alguém errante que vai elaborando suas experiências”, afirma.

O livro estará à venda por R$ 40 no lançamento. 40% da renda será revertida às ações socioeducativas do Serviço de Convivência CAE Ampliando Horizontes, que atende crianças e adolescentes de 6 a 15 anos da comunidade Euzébio Beltrão de Queiroz e arredores, em Caxias do Sul.

“Extradição. A poética dos deslocamentos” tem financiamento da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Caxias do Sul, com apoio cultural de Caminho do Saber, Metadados e Servicarga.

 

Sobre a autora

Natural de Caxias do Sul (RS), Alessandra Rech é jornalista e doutora em Letras – Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e especialista em Epistemologias do Sul pela Clacso, de Buenos Aires. É professora dos cursos de Comunicação e do Programa de Pós-Graduação em Letras e Cultura da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Tem dois livros de crônicas publicados: “Aguadeiro” (2007) e “Mirabilia” (2014) – este agraciado com o Prêmio Vivita Cartier de Literatura em 2015. É autora, ainda, dos infantis “O sumiço do canário: Quando os finais precisam ser inventados” (2012) e “A insônia dos sabiás” (2018), além do ensaio “Na Entrada-das-Águas: Amor e liberdade em Guimarães Rosa” (2010).

 

Crédito: Ernani Carraro

 

Serviço

:: O que: lançamento do livro “Extradição. A poética dos deslocamentos”, de Alessandra Rech.

:: Quando: 8 de junho (quarta-feira), das 17h30min às 21h30min.

:: Onde: Zarabatana Café, junto ao Centro de Cultura Ordovás (Rua Luiz Antunes, nº 312, bairro Panazzolo, Caxias do Sul).

:: Quanto: no lançamento, livro à venda por R$ 40; depois, poderá ser adquirido na livraria Do Arco da Velha, pelo mesmo valor.

 

 

Ficha técnica

:: Texto: Alessandra Rech

:: Concepção e direção do ensaio: Pepe Pessoa

:: Fotos do ensaio: Antonio Valiente

:: Making of: Jéssica Melinda

:: Revisão de texto: Germano Weirich

:: Projeto gráfico e capa: Ernani Carraro

:: Assessoria de imprensa: Sublinha! Comunicação

:: Captação de recursos: Capta Ação Gestão de Projetos

:: Produção cultural: Claudio Troian

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top