skip to Main Content

CANELA – Busca Câmara de Gramado para formatar evento sobre desenvolvimento urbano

Com o Plano Diretor em pauta, poderes legislativos das duas cidades estão unidos para estimular discussões sobre planejamento sustentável da região

A preocupação com um crescimento ordenado e sustentável não é uma questão isolada de Gramado. A Câmara de Vereadores de Canela também trabalha na revisão e formatação do Plano Diretor e se movimenta para debater com comunidade, especialistas e agentes políticos temas que envolvem o futuro do município.

O presidente do Legislativo canelense, Alfredo Schaffer (PSDB), procurou a Câmara de Vereadores de Gramado para elaborar um evento para a cidade vizinha, inspirado no 1º Fórum Gramado Ontem, Hoje e Amanhã, que ocorreu no ano passado. Na ocasião, o Poder Legislativo gramadense realizou durante três noites painéis que discutiram temas como a ocupação e ordenamento urbano, saneamento e proteção do patrimônio cultural.

“Nossa região cresce de forma acelerada. Ninguém é contra o desenvolvimento, mas é importante pensarmos em uma cidade que se expande com planejamento, onde as questões sociais e econômicas caminhem juntas. A união dos poderes é imprescindível”, destacou Renan Sartori (MDB), presidente da Câmara de Gramado.

Schaffer frisou que a proposta de Canela é promover um evento de troca de ideias entre todos os poderes e também com associações e entidades que representam a sociedade, assim como Gramado vem fazendo na análise do seu novo Plano Diretor. “Estamos alinhados com a proposta de Gramado em dialogar com todos os setores da comunidade para, juntos, refletirmos e encontrarmos soluções acerca de um futuro sustentável para a nossa região”, complementou Alfredo.

A procuradora-geral da Câmara de Gramado, Cristiane Bandeira, e o vereador Celso Fioreze (PSDB), também participaram da reunião e irão prestar apoio na construção do evento em Canela. “É importante estarmos unidos para qualificar e despertar o debate na comunidade, para que os municípios não percam sua identidade, para que eles possam crescer e se desenvolver, mas sem perder a sua essência, que tem como características o turismo, as paisagens e o clima”, conclui a procuradora.

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top