skip to Main Content

1993 – 21ª Festival de Cinema de Gramado

Melhor Filme: “Um Lugar no Mundo”, de Adolfo Aristarain

Película argentina filmada en escenarios naturales de la provincia de San Luis. Obtuvo numerosos premios, destacando la Concha de Oro en el Festival Internacional de Cine de San Sebastián y el Premio Goya a la mejor película extranjera de habla hispana.

Prêmio Especial do Júri: “Sedução – Belle Époque”

Melhor Diretor: Eliseo Subiela, “O Lado Escuro do Coração”

Melhor Ator: Dario Grandinetti, por “O Lado Escuro do Coração”

Melhor Atriz: Lumi Cavazos, por “Como Água Para Chocolate”

Melhor Ator Coadjuvante: Fernando Fernán Gomes, por “Sedução – Belle Époque”

Melhor Atriz Coadjuvante: Claudette Maile, por “Como Água Para Chocolate”

Melhor Fotografia: Lívio Salgado, por “O Século das Luzes”

Melhor Roteiro: Rafale Ascona, por “Sedução – Belle Époque”

Melhor Música: Osvaldo Montes, por “O Lado Escuro do Coração”

Melhor Direção de Arte: Miguel Mediavilla, por “O Século das Luzes”

Melhor Montagem: Catherine Renauld, por “La Crise”

Melhor Curta-Metragem Nacional: “Batiman e Robim”, de Ivo Branco

Melhor Diretor de Curta Metragem: Monique Gardenberg, por “Diário Noturno”

Melhor Roteiro de Curta-Metragem: Sérgio Silva e Gustavo Hernandez, por “O Zeppelin Passou Por Aqui”

Melhor Ator de Curta-Metragem: Marco Ricca e André Barros, por “Batiman e Robim”

Melhor Atriz de Curta-Metragem: Marieta Severo, por “Diário Noturno”

Melhor Fotografia de Curta-Metragem: Pedro Farkas, por “Diário Noturno”

Melhor Edição/Montagem de Curta-Metragem: Isabelle Ratery, por “Diário Noturno”

Melhor Música de Curta-Metragem: Zé Rodrix, por “Batiman e Robim”

Melhor Som de Curta-Metragem: “Jó”, de Beto Brant e Ralph Strelow

Melhor Curta-Metragem Gaúcho: “O Zeppelin Passou Por Aqui”, de Sérgio Silva

Melhor Diretor de Curta-Metragem Gaúcho: Sérgio Silva

Melhor Roteiro de Curta-Metragem Gaúcho: Otto Guerra e Adalgisa Luz, por “Novela”

Melhor Fotografia de Curta-Metragem Gaúcho: Norberto Lubisco, por “Presságio”

Melhor Montagem de Curta-Metragem Gaúcho: Beto Souza e Giba Assis Brasil, por “A Morte no Edifício Império”

Prêmio Especial do Júri: “Novela”

Melhor Curta 16 mm: “Os Calangos do Boiaçu”, de Ricardo Dias

Melhor Diretor Curta 16mm: Eduardo Vaisman, por “Apartamento 601?

Melhor Atriz Curta 16 mm: Nadia Bambirra, por “Apartamento 601?

Melhor Montagem Curta 16 mm: Vera Freire, por “Amigo Lupi”

Prêmio Especial do Júri: “O Cão Louco Mário Pedrosa”, de Roberto Moreira

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top