skip to Main Content

1988 – 16ª Festival de Cinema de Gramado

Melhor Filme: “A Dama do Cine Shangai”, de Guilherme de Almeida Prado

https://youtu.be/M_Zt1Ko1ZzE
Um corretor de imóveis e ex-pugilista entra em um velho cinema de São Paulo e conhece uma mulher misteriosa que se parece com a protagonista do filme em exibição. Logo após este encontro, sua vida se complica e ele é acusado de assassinato.

Melhor Diretor: Guilherme de Almeida Prado, por “A Dama do Cine Shangai”

Melhor Filme Júri Popular: “Feliz Ano Velho”, de Roberto Gervitz

Prêmio Especial Júri Oficial: “Feliz Ano Velho”, de Roberto Gervitz

Prêmio da Crítica: “A Dama do Cine Shangai”, de Guilherme de Almeida Prado

Melhor Ator: Reginaldo Faria, por “A Menina do Lado”

Melhor Atriz: Carla Camuratti, por “Eternamente Pagu”

Menção Honrosa: Flávia Monteiro, por “A Menina do Lado”

Melhor Ator Coadjuvante: Marcos Palmeira, por “Dedé Mamata”

Melhor Atriz Coadjuvante: Iara Jamra, por “Dedé Mamata”

Melhor Fotografia: Cláudio Portioli e José Roberto Eliezer, por “A Dama do Cine Shangai”, e César Charlone, por “Feliz Ano Velho”

Melhor Roteiro: Roberto Gervitz, por “Feliz Ano Velho”

Melhor Argumento: Vinícius Viana, por “Dedé Mamata”

Melhor Trilha Sonora Original: Hermelino Neder, por “A Dama do Cine Shangai”

Melhor Trilha Sonora Adaptada: Turíbio Santos e Roberto Gnatalli, por “Eternamente Pagu”

Melhor Som: Karin Stuckennschmidt, por “Feliz Ano Velho”

Melhor Figurino: Clóvis Bueno, por “Feliz Ano Velho”

Melhor Cenografia: Chico de Andrade, por “A Dama do Cine Shangai”

Melhor Edição: Jair Garcia Duarte, por “A Dama do Cine Shangai”

Melhor Curta-Metragem Nacional: “A Voz da Felicidade”, de Nelson Nadotti

Melhor Curta do Júri Popular: “Por Dúvida das Vias”, de Betse de Paula

Melhor Direção de Curta-Metragem: A.S. Cecílio Neto, por “Três Moedas na Fonte”

Melhor Ator de Curta-Metragem: Pedro Santos, por “A Voz da Felicidade”

Melhor Atriz de Curta-Metragem: Isabel Ribeiro, por “A Voz da Felicidade”

Melhor Fotografia de Curta-Metragem: Joel Alves, por “Três Moedas na Fonte”

Melhor Montagem de Curta-Metragem: Giba Assis Brasil, por “Barbosa”

Melhor Curta-Metragem Gaúcho: “A Voz da Felicidade”, de Nelson Nadotti

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top