skip to Main Content

1987 – 15ª Festival de Cinema de Gramado

Melhor Filme: “Anjos do Arrabalde”, de Carlos Reichenbach

Anjos do Arrabalde é um filme brasileiro de 1987, dirigido por Carlos Reichenbach. Em novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.

Clique na imagem para ampliar.

Melhor Filme Júri Popular: “Dança dos Bonecos”, de Helvécio Ratton

Prêmio Especial do Júri Oficial: “Dança dos Bonecos”, de Helvécio Ratton

Melhor Filme da Crítica:Anjos da Noite”, de Wilson Barros

Melhor Diretor: Wilson Barros, por “Anjos da Noite”

Melhor Ator: Wilson Grey, por “Dança dos Bonecos”, de Helvécio Ratton

Melhor Atriz: Betty Faria, por “Anjos do Arrabalde”, e Marília Pera, por “Anjos da Noite”, de Wilson Barros

Melhor Ator Coadjuvante: Guilherme Leme, por “Anjos da Noite”

Melhor Atriz Coadjuvante: Vanessa Alves, por “Anjos do Arrabalde”

Melhor Fotografia: José Roberto Eliezer, por “Anjos da Noite”

Melhor Roteiro: Mário Prata e Francisco Ramalho Júnior, por “Besame Mucho”

Melhor Trilha Musical Original: Antônio Carlos Jobim, por “Fonte da Saudade”

Melhor Trilha Musical Adaptada: Rogério Sganzerla, por “Nem Tudo é Verdade”

Melhor Som: John Howard, por “Fonte da Saudade”

Melhor Figurino: Domingos Fuschini, por “Besame Mucho”

Melhor Cenografia: Cristiano Amaral, por “Anjos da Noite”

Melhor Montagem: Severino Dadá e Denise Fontoura, por “Nem Tudo é Verdade”

Melhor Curta-Metragem Nacional: “Uakti – Oficina Instrumental”, de Rafael Conde

Melhor Curta do Júri Popular: “Frankenstein Punk”, de Eliana Fonseca e Cao Hamburguer

Melhor Direção de Curta-Metragem: Rodolfo Brandão, por “Garganta”

Melhor Ator de Curta-Metragem: Zeno Ribeiro, por “Viva a Morte”

Melhor Atriz de Curta-Metragem: Andréa Beltrão, por “Garganta”, e Adriana Rattes, por “Um Dia… Maria”

Melhor Roteiro de Curta-Metragem: Rodolfo Brandão, por “Garganta”

Melhor Fotografia de Curta-Metragem: Marcelo Durst, por “Frankenstein Punk”

Melhor Montagem de Curta-Metragem: Eduardo Leone, por “Uakti – Oficina Instrumental”

Melhor Som de Curta-Metragem: “Frankenstein Punk”

Prêmio Especial do Júri: “Treiler”, de Otto Guerra, Lancast Motta e José Maia, e “Frankenstein Punk”, de Eliana Fonseca e Cao Hamburguer

Melhor Curta-Metragem Gaúcho: “Passageiros”, de Glênio Póvoas e Carlos Gerbase

Melhor Diretor de Curta-Metragem: Omar Barros Filho, por “Viva a Morte”

Melhor Fotografia de Curta-Metragem: Christian Lesage, por “O Hemisfério da Sombra”

Melhor Montagem de Curta-Metragem: Giba Assis Brasil e Alex Sernambi, por “Passageiros”

Melhor Curta 16mm: “Mulheres da Terra”, de Marlene França

Melhor Diretor Curta 16mm: Ricardo Favilla, por “Impresso à Bala”, e Hilda Machado, por “Joilson Marcou”

Melhor Fotografia Curta 16mm: Aluysio Raulino, por “Mulheres da Terra”

Melhor Montagem Curta 16 mm: Carlos Ricci, por “Aurora”

Prêmio Especial do Júri Curta 16 mm: “A Cor da Luz”, de Mário Kupperman, e “Fibra”, de Fernando Beléns

Melhor Filme Média 16 mm: “Meninas de Um Outro Tempo”, de Maria Inês Villares

Melhor Diretor Média 16 mm: Eunice Gutman, por “A Rocinha Tem Histórias”

Melhor Fotografia Média 16 mm: Adrian Cooper, por “Meninas de Outro Tempo”

Melhor Montagem Média 16 mm: Luelena Corrêa, por “Rio de Memórias”

Menção Especial do Júri: Patrícia Monte-Mór, pela pesquisa de “Rio de Memórias”

Prêmio Especial do Júri: trilha sonora de “Rio de Memórias”

Melhor Filme em Super 8: “Jorgina Anima”, de Alceu Silveira, “O Caso Claudete”, produção coletiva da Famecos/PUC, e “Anel de Barbante”, de Rubens Coruroci

Essa matéria tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top