O VI Gramado in Concert, festival internacional de música erudita que realiza concertos e recitais, no período de 7 a 15 de fevereiro de 2020, foi lançado na quarta-feira, 20, no Museu do Festival de Cinema de Gramado, com a participação de autoridades e da comunidade.

A grande novidade desta edição será a apresentação de orquestras, grupos de câmara, duos e trios brasileiros e internacionais nas linhas rurais de Gramado.

“Nós estamos agora com uma grande programação que vai tornar este festival mais internacional. Mais uma vez Gramado rompe as fronteiras, e através deste evento, nós passamos a difundir a música erudita não só para os gramadenses, mas para o mundo. Vamos sedimentar essa ideia, e tornar, quem sabe, Gramado em uma das capitais da música erudita”, afirmou Bertolucci.

O secretário da Cultura, Allan John Lino, anunciou que nesta edição, o festival contará com a participação das orquestras jovens da Coreia do Sul, Estônia e Peru.

“Trazer essa gama de profissionais para um evento de apenas seis anos, é uma oportunidade ímpar. O Gramado in Concert é um projeto de cunho pedagógico social, cultural e turístico. Ele abraça todas as performances possíveis. E interessante destacar que ele é um produto do Município que nasceu aqui e está crescendo cada vez mais”, ressaltou.

 

Linha Rurais

Outra grande novidade desta edição será a apresentação de orquestras, grupos de câmara, duos e trios brasileiros e internacionais nas linhas rurais de Gramado.

Também haverão oficinas de instrumentos e canto, além de práticas de orquestra para alunos de todo o Brasil e do Exterior que, nesse período, terão a oportunidade de aperfeiçoar sua formação com professores brasileiros e estrangeiros de reconhecimento no meio musical.

 

Concurso 

Anualmente o festival recebe inscrições de compositores de todo o País e premia uma obra inédita. O vencedor recebe um prêmio de R$ 5 mil, além de passagem e hospedagem em Gramado para assistir a execução da obra no grande concerto de encerramento do festival.

 

Jovens solicstas

É a oportunidade de jovens músicos mostrarem seu talento. Dois recitais da programação artística são realizados pelos concorrentes. São três prêmios do juri (1º lugar - R$ 3 mil, 2º lugar – R$ 2 mil e 3º lugar - R$1 mil ), e o solista escolhido pelo público recebe R$ 500.

 

Conhecendo o Festival

Um programa de formação de plateia oferecido pelo projeto, em que o maestro Alexandre Gonçalves recebe o público e faz uma visita guiada nos ensaios abertos das orquestras do evento, oportunizando uma rica vivência nos bastidores da orquestra para visitantes de todas as idades.

 

Números

  • Concertos e Recitais: 36
  • Alunos: 400
  • Professores: 21 brasileiros e 10 estrangeiros
  • Público presente nos concertos: 12 mil