A escolha dos espumantes brasileiros ficou a critério de Steven Spurrier. Já os produtos dos demais países forma indicados pelas respectivas associações de representação internacional (os "Wines of") de cada país, tendo como critério de seleção, rótulos disponíveis no mercado de São Paulo (SP).

No encerramento, Spurrier traçará um panorama de cada nação com o perfil dos produtos degustados, e abordará as tendências do mercado de espumantes. A palestra será aberta ao público, com inscrições e vagas limitadas. Os painéis de degustação são apenas para convidados.

Para o vice-presidente do Ibravin, Dirceu Scottá, o evento reforçará a tendência do Brasil como referência mundial na produção de espumantes. "O objetivo é mostrar o perfil dos produtos de cada país e onde o Brasil está inserido neste contexto. O espumante brasileiro tem personalidade própria e qualidade que tem sido reconhecida mundialmente", afirma.

A promoção do evento é do Ibravin, com recursos da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa/RS) e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimento (Apex-Brasil) e apoio da Strauss, fabricante da taça oficial do espumante brasileiro.

 

Quem é Steven Spurrier

Stephen Spurrier nasceu em 1941, em Londres, onde, em 1964, como estagiário, começou no comércio de vinhos. Em 1970, foi morar em Paris, tornando-se dono da Les Caves de la Madeleine, uma pequena loja de vinhos no centro da cidade que alcançou rapidamente o reconhecimento como um dos mais inovadores varejos da capital francesa. Em 1973, abriu a L´Academie du Vin Frances, uma escola privada de vinhos.

Mas sua fama internacional correu o mundo em 1976, quando conduziu o conhecido e histórico "Julgamento de Paris", confrontando, em uma degustação às cegas, vinhos tintos e brancos californianos contra os melhores exemplares de Bordeaux e Borgonha. O resultado da degustação, que tinha nove juízes franceses, surpreendeu a todos: um Chardonnay e um Cabernet Sauvignon da Califórnia venceram os tradicionais rótulos franceses.

Em 1988, Spurrier vendeu suas empresas e retornou a Londres, onde tornou-se um consultor de vinho e jornalista. É também consultor e editor da revista Decanter.

Nos últimos anos, Spurrier tem se dedicado a um novo desafio: plantou em uma propriedade de três hectares, em Dorset, na Inglaterra, cerca de 12.500 videiras, com as variedades da região de Champagne (Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier). As primeiras garrafas estarão disponíveis em 2015.

Serviço Panorama dos Espumantes do Hemisfério Sul

Data: 25 de abril, sexta-feira
Local: Fecomércio-SP. Rua Dr. Plínio Barreto, nº 285, bairro Bela Vista, São Paulo (SP).

 
Programação

  • 9h - Credenciamento 
  • 9h30 - Abertura, com o vice-presidente do Conselho Deliberativo do Ibravin, Dirceu Scottá
  • 10h - Degustação dos espumantes elaborados por método Charmat 
  • 12h - Degustação dos espumantes elaborados por método Champenoise (Tradicional)        
  • 13h30 - Brunch          
  • 15h - Palestra sobre o mercado mundial de espumantes, com Steven Spurrier