Especialista dá dicas de como promover as melhores combinações para equilibrar aromas e sabores nas ceias

As festas de final de ano estão chegando e com elas as dúvidas do que preparar para os convidados, a fim de melhor servi-los, para transformar aqueles momentos em inesquecíveis. Entre as questões estão as combinações entre os pratos tradicionais e as bebidas.

A harmonização entre eles é um eterno aprendizado, por muitas vezes revelarem surpresas, conforme analisa a sommelier, Patricia Binz. “O princípio da harmonização é fazer com que o alimento não sobressaia ao vinho, e nem o contrário. O interessante é testar a maior variedade possível, para que a experiência seja cada vez melhor, instigante e divertida!”, afirma.

Seja na ceia de Natal, como na de Ano Novo, as carnes mais consumidas são as de aves e de porco. Ambas, podem ser harmonizadas com brancos de pouco a médio corpo e de aroma bem frutado, como os vinhos da uva Chardonnay, ou tintos leves, como os da uva Pinot Noir. Além destes, uma sugestão interessante, são os vinhos Rosés. A lentilha é sempre uma leguminosa de acompanhamento, em especial, no Ano Novo, e pode ser harmonizada, também, com o vinho Chardonnay.

Um clássico, que sempre gera discussão, é o uso de frutas secas, principalmente da uva passa. Seja ela tanto no arroz, quanto na farofa ou nas sobremesas, pede vinhos mais aromáticos, tal como espumantes Moscatéis, vinhos da uva Moscato Giallo, ou até se a quantidade de frutas passas for acentuada no prato, um vinho de colheita tardia, por serem mais doces.

Se a sobremesa for um doce a base de chocolate, inclusive um chocotone recheado, a dica é utilizar vinhos fortificados, como o Marsala e vinho do Porto, ou uma opção doce com menos álcool, como o Recioto Della Valpolicella.

 

Conheça Patrícia Binz:

Apaixonada pelo mundo dos vinhos e da gastronomia, Patrícia Binz é formada em Nutrição pela Universidade de Caxias do Sul, e atua há quatro anos na docência do curso de graduação em Gastronomia. É food hunter da plataforma “Destemperados”. Possui especialização em Gestão de Marcas e o título de mestre em Turismo e Hospitalidade, também pela Universidade de Caxias do Sul. É formada na área de bebidas, sendo nível 2 Wine & Spirits Education Trust e Sommelier pela Associação Brasileira de Sommelier.