No último domingo, dia ensolarado em Gramado, resolvemos utilizar o ônibus de linha, da empresa Gramado Turismo. Chegamos na parada da Rua São Pedro às 9h50 e lá permanecemos até às 11h05min, quando chegou o primeiro ônibus. Neste meio tempo passaram dois micros, mas ‘a passagem é mais cara’ diz a colega que aguardava o transporte conosco.

A parada não contempla nenhuma informação de horário ou rota que o transporte público realiza. Explica-nos uma usuária que final de semana é difícil, ‘só esperando mesmo’ e, quanto a saber sobre as rotas e horários ela responde que ‘o negócio é ir perguntando’.

Imaginamos que ao menos dentro do veículo encontraríamos um lista de horários e o roteiro para fotografar. Nada.

O ônibus esta em boas condições e segue da Rua São Pedro rumo a Várzea Grande, subindo para a Vila do Sol, retornando até o Altos da Viação Férrea, onde um passageiro reclama da demora. Desce em direção a Serra Grande, fazendo o roteiro até o loteamento Mazzurana, retorna em direção a Rodoviária da Várzea (praticamente abandonada) e segue em direção ao centro. Passa na rodoviária e segue pela São Pedro em direção ao Mato Queimado. Na Barragem faz contagem e o motorista diz: ‘o dona, a senhora vai ter que pagar outra passagem’. Sim senhor digo, meio ‘mareada’ de ir e vir, tentando fazer fotos para a edição mas, satisfeita pois estava conhecendo Gramado de ônibus ao valor de R$ 7,40, com duas horas de andança. Seguimos para Moura, Dutra e Piratini, finalizando na Rua São Pedro onde embarcamos.

Bem, consideramos emergêncial que as paradas tenham o horário do transporte e o roteiro, viemos ao longo dos anos solicitando e não entendemos qual a dificuldade em isso ser colocado. Inclusive já apelamos ao poder executivo e legislativo.

As paradas, principalmente as de vidro, precisam ser limpas pois estão imundas.

Caso algum cadeirante precise acessar tem que ser ajudado pois o carro que estavámos não possui o elevador exigido por lei. O motorista nos explicou que tem carros especiais que possuem mas, vai saber quando e onde este carro passa.

Mais respeito ao cidadão usuário do transporte público!

Vamos as fotos de nosso passeio, feitas com telefone. Um pouco tremidas pois foram feitas com o transporte em movimento. Se você clicar nas imagens elas ampliam.

Tela Tomazeli

Editora

 

RS 115. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Vista da Vila do Sol. Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Loteamento Mazzurana. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Vila Olimpica. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

Várzea Grande. Crédito: Tela Tomazeli

 

RS 115. Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

RS 115. Crédito: Tela Tomazeli

 

RS 115. Crédito: Tela Tomazeli

 

Vista da RS 115. Crédito: Tela Tomazeli

 

Lago Joaquina Rita Bier. Crédito: Tela Tomazeli

 

Entrada da cidade, Avenida Borges de Medeiros. Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua João Petry. Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua das Flores. Crédito: Tela Tomazeli

 

Cnetro. Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua Pedro Benetti. Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua São Pedro com Senador Salgado Filho. Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua São Pedro. Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua Euzébio Balzaretti. Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua São Pedro. Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua São Pedro. Crédito: Tela Tomazeli

 

Avenida Borges de Medeiros. Crédito: Tela Tomazeli

 

Avenida Borges de Medeiros. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Moura. Crédito: Tela Tomazeli

 

Mato Queimado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Estrada do Caracol. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Moura. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Moura. CAIC. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Moura. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Moura. Área onde foi edificado o primeiro bloco de casas populares em Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Vista para o Bairro Dutra. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Dutra. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Dutra. Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua Emílio Leobet, antiga estrada velha. Crédito: Tela Tomazeli

 

Rua Emílio Leobet, antiga estrada velha. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Floresta. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Floresta. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Piratini. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Piratini. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Piratini. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Piratini. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Piratini. Crédito: Tela Tomazeli

 

Bairro Piratini. Crédito: Tela Tomazeli