Nessa terça-feira sai de casa por volta das 7h, a pé, com chimarrão e minha máquina fotográfica. No caminho entre ida e volta da minha casa até o centro registrei estas imagens. Pensei em mostrar como você vai encontrar Gramado a partir desta quinta-feira, inicio de feriadão.

O município está andando. A Prefeitura Municipal está trabalhando, entidades representativas e instituições formaram uma nova força tarefa, além da que já está em ação na Prefeitura Municipal de Gramado .

Educação, saúde, mobilidade urbana, recolhimento do lixo e todos os outros setores de infraestrutura de Gramado estão se movimentando. Entidades de classe discutem a questão do óleo para os hotéis e o gás para os restaurantes. Na parte de vegetais e hortifrúti está acontecendo uma movimentação para realização de três grandes feiras com a presença dos agricultores locais, para que coloquem seus produtos no mercado, beneficiando a ambos.

A cidade está limpa, ruas floridas, toda a infraestrutura turística está a sua disposição como os parques. Nas ruas uma boa opção é a bicicleta (praticamente todos os hotéis possuem); andar a pé; utilizar o bustour que faz rota de turismo; os ônibus de linha; as jardineiras. 

Os mercados, supermercados, e fruteiras, por onde passei, não mostram uma acentuada ausência de produtos, tampouco de elevação de preços. A questão da gasolina nos postos seria leviana fazendo uma colocação. Tenho um pouco de gasolina no carro e ele está na garagem. Saindo a pé, de bicicleta e meu filho de skate ou carona.

Posto isso, você tem a opção de tirar umas férias bem perto, nos hotéis ou mesmo em sua casa de veraneio. A movimentação pode sim ser feita pelos ônibus da Citral, que estão buscando trabalhar com suas linhas regulares e aqui, fazer o que já sugerimos para locomoção.

Aproveita para aproveitar Gramado, você verá que ao ar livre Gramado é mais lindo aindo!

Um abraço,

Tela Tomazeli

Cidadã gramadense

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

INFORMAÇÕES SOBRE O FERIADO DE CORPUS CHRISTI EM GRAMADO

A cidade continua preparada, com a rede hoteleira abastecida para atender os turistas. O SindTur informa que todas as empresas de receptivos estão com seus veículos abastecidos para fazer o traslado POA - GRAMADO - POA tranquilamente.

A prefeitura garante os serviços de recolhimento de lixo e na rede de saúde, o que proporciona mais conforto e segurança ao turista. Equipes de trânsito trabalharão normalmente. Como NÃO É feriado em Gramado todos os serviços do comércio e gastronomia estão à disposição.

A única questão sensível é a falta de combustível para aqueles turistas que chegam de carro. Mas isso está sendo negociado pelo gabinete de crise instalado pela prefeitura e entidades da cidade, que devem garantir a entrega de combustível escoltado para os postos da cidade, entre hoje e amanhã.

"O turista pode vir a Gramado e se sentir bem acolhido, pois estamos trabalhando para garantir a melhor estrutura de atendimento neste feriadão", afirma o Secretário de Turismo do Município, Luiz Kraieski. "Estamos fazendo um trabalho intensivo pela importância que o feriado de Corpus Christi tem para Gramado, pois é um dos mais importantes do ano", conclui o Secretário.

 

DADOS DE MOVIMENTAÇÃO DO TURISMO EM GRAMADO

O feriado de Corpus Christi em 2017 teve aproximadamente 200 mil visitantes em Gramado somente nos quatro dias. Normalmente o feriado alavanca em 20% o número de turistas no mês em relação ao mês anterior. É um dos melhores feriadões do ano para a cidade de Gramado.

Segundo pesquisa feita pela Secretaria de Turismo na Central de Informações da cidade, o turista que mais vem a Gramado é:

SP e RJ - 32%
Seguido de outras cidades do RS - 24% 
SC e PR - 11%
NORDESTE - 10% recebemos de todos estados, mas principalmente da Bahia. 
Do exterior, os que mais vêm são os argentinos e em segundo lugar uruguaios.

Em 2017, 6 milhões e 400 mil turistas estiveram em Gramado. As maiores concentrações (cerca de 2 milhões) são no período de inverno e na época do Natal Luz. A projeção para 2018 é manter essa mesma média. 86% da arrecadação econômica de Gramado vem do turismo. A cidade é o segundo destino turístico mais procurado no Brasil depois do Rio de Janeiro, e o primeiro destino de inverno do país. Recentemente, a cidade de Gramado foi considerada pela Trip Advisor o quinto destino preferido na América Latina.

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

C O M U N I C A D O - Câmara de Vereadores e ACIC de Canela

Canela, 30 de maio de 2018

Em reunião realizada na Câmara de Vereadores, a ACIC acordou com os representantes dos caminhoneiros que em função do feriadão, o movimento retirará os caminhões de Canela, liberando as estradas de acesso à cidade a partir de hoje.

Em contrapartida sugere que os empresários apoiem a manifestação organizada por este movimento que acontecerá hoje a partir das 15 horas com concentração junto a Catedral de Pedra, com o objetivo de diminuir a carga tributária do país.

A Acic se mantém alinhada as entidades empresariais como FEDERASUL Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul, que reconhece como legítima a indignação dos caminhoneiros frente aos constantes aumentos dos combustíveis. Porém, entendemos como imperativa a necessidade de bom senso para que os serviços essenciais sejam garantidos e cargas perecíveis não se percam. E que este movimento deve restabelecer a normalidade do abastecimento, pois ele prejudica a operação da economia local e que enfrenta dificuldades para se recuperar da crise recente.
Ressaltamos que a nossa cidade é reconhecida como um dos principais destinos turísticos nacionais, em função do bem receber e do bom atendimento, com seus atrativos naturais e culturais, e esta é uma marca que deve ser preservada, com experiências positivas. 

Para que este reconhecimento continue é preciso normalizar o abastecimento de combustíveis, do gás, dos mantimentos e com isto poder aquecer ambientes, água para um banho e fazer uma gostosa comida, desfrutando dos nossos atrativos turísticos e do comércio.

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli

 

Minha análise

As reivindicações foram atendidas;

Nós vamos pagar esse preço, o aumento de impostos não virá explicito, mas sim em forma de redução de benefícios, o que em síntese é a mesma coisa, somente mudam as palavras;

Os brasileiros estão se matando por um litro de gasolina, em alguns lugares a 10 pila o litro;

As manifestações se transformaram, interesses dos mais diversos pegaram carona nos caminhoneiros   e virou uma bagunça generalizada que passa a ser ruim para todos;

Bem disse ontem o governador de São Paulo, Márcio França que agora é resolver a questão dos caminhoneiros, não adianta colocar tudo em uma mesma panela que não será possível resolver. Uma coisa de cada vez nesse momento;

O presidente Temer mostrou que não vai cair e, os Militares que não vão assumir e os próprios estão surpresos com esse pensamento de um segmento da população que pede intervenção Militar;

As redes sociais mudaram as manifestações, agora temos a verticalidade e a horizontalidade, mídias passam a discutir esse novo momento que não surpreendeu somente ao Governo, mas sim a todos nós, termos novos e situação nova. Os sindicatos perderam força;

A paralisação mostrou uma estratégia muito bem estruturada, que segundo o Governo Federal foi pensada de forma extremamente estratégica, por pessoas que tem pleno conhecimento da logística de abastecimento nacional;

Somente o Governo de São Paulo, através de seu gestor, Márcio França teve participação significativa ou fundamental nas negociações. Os demais governadores se mostraram nulos. Sequer foram as ruas conversar com os caminhoneiros de seu Estado que estão ainda em São Paulo impedindo que aquele Estado administre somente seus problemas;

O sistema de saúde do país apareceu de forma nunca vista, onde o Governo Federal utilizou como apelo para ‘tentar’ minar a greve dos caminhoneiros. Quem dera tivesse esse olhar todos os dias para a saúde;

A falta de abastecimento mostra o quanto o país está frágil frente a qualquer situação. Poucos tinham reserva para manter ao menos os serviços essenciais;

O Congresso Nacional e a Câmara de Deputados mostraram-se pouco atuantes;

O Governo Federal não deu importância aos alertas dessa previsível paralisação;

Os veículos de comunicação, desde o início, apoiaram o Governo Federal, porém, temos que salvaguardar eficientes jornalista comentaristas que fizeram análises dos dois lados da situação, principalmente analistas econômicos, que são fundamentais para nos nortear o discernimento;

A partir desse momento é necessário retomar. É necessário avaliar o voto nas próximas eleições. É necessário ter discernimento na escolha, se, como vemos não temos opção, escolher quem de melhor for apresentado, sabendo que os próximos governantes terão que pagar essa conta que, com certeza não fecha!

Tela Tomazeli

 

Gramado. Crédito: Tela Tomazeli