Prezado Leitor, encerramos o ano com essa edição e retornamos dia 18 de janeiro de 2018, nosso ano 10. Os colunistas precisam de descanço e nós também, até porque o nós da Magazine é feito durante todo o ano, semanalmente por uma pessoa somente, das pautas, a edição, diagramação, imagens e correção, eu, Tela Tomazeli.

Um super 2018 para todos nós. Alegria e foco. Na medida do possivel não percamos energia com o alheio. Como sabemos quando isso acontece? É simples, nosso corpo responde se sentindo enfraquecido.

Abaixo algumas considerações da última imersão que fui, onde estive com Kaká Werá durante um final de semana e foi dissertado o tema Arco & Flexa - o masculino e o feminino do ser humano.

Um abraço, Tela Tomazeli / Editora

 

Organize seus projetos contemplando:

O Masculino e o Femnino não estão ligados ao gênero, estão ligados aos padrões essenciais, padrões estruturais do nosso ser. Por isso é necessário estarmos com a energia do masculino e do feminino alinhadas, sempre.

Quando estamos com postura sinaliza que estamos no eixo, centrados e concentrados, respirando e dando-nos conta de nosso corpo. Quando estamos em descompostura todo nosso ser esta fora do eixo. #ESTARPRESENTE

Temos que cuidar constantemente de nosso humor, das nossas emoções, dos nossos pensamentos e de nossa intuição.

 

Os elementos a serem respeitados olhando para nossa vida

AR - O sonho com clareza, coloque seu projeto. Fique atento, perceba que as vezes o projeto imaginado acontece de outra forma, por isso é fundamental estar em atenção plena, sempre, para a abertura de outra porta.

TERRA - É o lado masculino. A força no trabalho e na prosperidade;

ÁGUA - É o lado feminino. Relacionamento e fluidez. Meu relacionamento com outra pessoa ou qualquer outra situação somente será bem sucedido se eu estiver me relacionando bem comigo mesmo;

FOGO - Abertura. Inspiração e aspiração. Confiança. Se abra para o mistério. Entusiame-se, se abra para novas possibilidades. Deus dentro de nós.

 

Guta Marques. Crédito: Bruna Marques

 

Notas

O “show da virada”, em Gramado, começa na Rua Coberta a partir das 22h30 com o Show Brasil. A queima de fogos de artifício, durante oito minutos, será à meia-noite e terá como cenário a Igreja Matriz São Pedro.

O Hotel Urbano, agência online de viagens líder nacional, vai transmitir para os seus seguidores ao vivo na sua página no Facebook (www.facebook.com/hotelurbanobr) diversas festas de Réveillon ao redor do mundo.

Piquenique no Lago Negro é uma das opções para a temporada. Mas não te preocupe, leve somente o corpo e as formigas, a cesta com as guloseimas você busca no Restobar Lago Negro.

Mais uma localidade do interior será contemplada com asfalto.

Segunda quinzena de janeiro será entregue a Ciclofaixa Turística no Bairro Planalto em Gramado, assinam Secretaria de Governança, Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana.

Fenin Gramado movimenta a cidade de 23 a 26 de janeiro.

Manu Caliari é a nova presidente da Câmara de Vereadores de Gramado.

 

Crédito: Bruna Marques

 

Festival Internacional de Jazz de Punta Del Este

O Festival de Jazz de Punta Del Este acontece entre os dias 4 e 7 de janeiro de 2018 e traz ao público bandas de vanguarda e contemporâneas de diferentes nacionalidades. As apresentações serão ao ar livre, a partir das 20h, na Finca El Sosiego, localizado em Punta Ballena e tem entrada gratuita. http://www.festival.com.uy/

 

Jazz a La Calle 2018 - Mercedes

O 11º Encontro Internacional de Músicos Jazz a La Calle, festival anual que ocorre religiosamente no mês de janeiro reunirá 140 músicos uruguaios, argentinos, brasileiros, cubanos e norte-americanos, que revezarão as apresentações gratuitas ao público.

As ruas da pequena cidade serão tomadas pelas famosas bandas durante os dias 13 e 21 de janeiro.  O Festival tomou tal proporção que o parlamento uruguaio declarou a cidade de Mercedes a “Capital Oficial do Jazz Uruguaio”, e hoje movimenta a economia local e encanta os turistas, que se deslocam de diferentes países para apreciar o espetáculo gratuito. https://www.sorianoturismo.com/actividades/jazz-a-la-calle-2018/

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Gramado emitirá certificado internacional de vacinação para viagens ao exterior

Documento poderá ser expedido a partir de janeiro

O Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), documento de precaução que comprova a realização da vacina contra a Febre Amarela com 10 dias de antecedência ao embarque para o destino desejado será emitido a partir do dia 2 de janeiro em Gramado, pela Vigilância em Saúde do município. A emissão é gratuita.

Viajantes de Gramado, Nova Petrópolis e de Picada Café poderão fazer os procedimentos aqui. O interessado deve realizar um pré-cadastro no endereço http://www.anvisa.gov.br/viajante.  Agendar atendimento pelo telefone (54) 3295-7100, ramal 4.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Bicho não vota, mas o dono sim

Nesse ano que encerramos constatamos o uso das causas, sejam quais forem, para pessoas alcançarem mobilizações, o famoso ‘pegar preço’. Talvez pensem que falta memória a todos, mas, ‘só que não’. Uma prova disso é a questão animal em Gramado. A promessa de que não teriam mais fogos de artificio e a doação de ração animal arrecadada no Natal Luz para os municípios vizinhos são duas delas. A população está vendo e não está gostando nada do andar da carroça, aliás, cantamos essa pedra na coletiva de posse e nem foi preciso bola de cristal.. Veja no video abaixo dessa matéria a Lei de Campos do Jordão e as providências tomadas, enquanto aqui, os animais foram trocados por outros objetivos.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Creches

Os comentários são acalourados nas redes sociais. Creches fechadas no período de final de ano.

Quero lembrar do início do ano de 2017, a primeira reunião na Câmara de Vereadores, liderada pelo vereador professor Daniel e pelo secretário de Administração, Júlio Dornelles, o prefeito não foi, teve objetivo de avaliar a questão do investimento nas passagens dos universitários que hoje contempla o valor de forma integral e não há seleção por padrão econômico, uma conquista suada.

O que chegou a nós na ocasião é que a intenção era reavaliar esses pré-requisitos, de forma a obter economia no valor investido, hoje o município contempla cerca de 700 estudantes com passagem integral para universidades, escolas técnicas, etc e, investir o dinheiro economizado em creches.

Temos uma avaliação clara com relação a isso, veja conosco: a partir do momento que os estudantes universitários vão e voltam para a universidades e outras, o conhecimento permanece em Gramado. Eles trabalham no município gerando mão de obra qualificada. O jovem pode ser rico, pobre, negro, branco, homossexual, católico, protestante e ter outras opções que quiser, mas, uma coisa é certa, sendo incentivado a receber educação ele estará longe de problemas com álcool e drogas. Portanto, o pagamento da passagem, seja quem for ir estudar não é gasto, é investimento.

Estamos abordando esse assunto aqui para que a população pense um pouco sobre a intencionalidade das coisas.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Creche 1

Com relação as creches, não entendi porque fecharam, seria com a intenção de causar o que tratamos acima? De qualquer maneira e um equívoco e mais, qual a responsabilidade da inciativa privada nessa questão? Existem cotas pagas ao município? Em caso positivo porque não exigem a abertura? Muito confuso tudo isso. Também quero lembrar aos pais das crianças de hoje que seus filhos serão os estudantes universitários de amanhã. Portanto não permitam que o poder público misture as coisas.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Natal Luz

Não fui a nenhum espetáculo por isso não posso comentar. Aliás, andamos naquele lema: “não fica espiando o vizinho pela janela que dessa forma nada terás a falar sobre ele. ” Mas sim, em janeiro iremos ver todos. Mesmo não estando presente, já falamos na ocasião do lançamento e repetimos, o espetáculo do Lago Joaquina Rita Bier, no formato que é, tem como local perfeito para a sua realização a Carrieri. Conversamos com várias pessoas que foram, todas gostaram, mas, a queixa fica por conta da distância dos personagens e cenários. Os telões não favorecem, pois muitos tem obstáculos em sua frente.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Cambará do Sul

De Gramado seguiu um caminhão da decoração do Natal Luz, pet, para Cambará do Sul. A informação é de que o município enviou um ofício solicitando e que no término do Natal será devolvido. Que coisa esquisita isso.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Aliás

Nesse Natal presenciamos ações que até então não existiam como por exemplo a presença constante da RBS na cobertura. Óbvio que por isso foi alcançada mais mídia nacional, mas, em outros tempos a mídia era espontânea e o investimento era dos patrocinadores.  Na verdade, da escola que viemos sempre foi dito o seguinte: o evento tem que ser tão bom que vira notícia e essa não tem como ser ignorada.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Renas

Não sabemos exatamente como foi a competência descritiva do conteúdo da licitação das renas, expostas na Rua Pedro Benetti. A realidade é que os artistas locais ficaram fora do pregão por questão de valor. A grande verdade é que, enquanto feitas pelos artistas locais, as renas e também os soldadinhos, existia um trabalho artístico, uma seleção de temas gerados através de encontros do grupo. Diferente do que está exposto onde as peças simplesmente foram pintadas, sem nenhuma preocupação ou sensibilidade artística. Portanto a responsabilidade, a nosso ver, passa a ser da Gramadotur, por estes dois fatores: falta de especificação no documento de licitação detalhando o objetivo de forma detalhada e, o pregão, ao invés de somente a licitação.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Passarela

Por falar nisso, a passarela com tapete vermelho é invenção recente. Nunca foi usado isso antes. A passarela era no próprio asfalto separada com cordão ou festões e luzinhas e, tudo sempre foi muito bem e lindo. Ai é que me refiro, o dinheiro gasto, posto fora, gerando lixo, poderia ter sido empregado em outra coisa.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Pregão

Até onde sabemos a justiça cobra a Licitação, o pregão foi instituído pela Gramadotur para o Natal Luz economizar. Posto isso, o resultado é o que vemos, não terminou o evento e a cidade está um caco. Será que algum dia vamos ter novamente um Natal sério? Quando falo sério é a preocupação com a qualidade e não com o dinheiro.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Concurso de Decoração de Fachadas Natalinas no 32º Natal Luz de Gramado.

A premiação foi avaliada e concedida no segmento lojas, Vanutti Couros; no segmento bares/restaurantes Cantina Pastasciutta; e no segmento hotéis/pousadas o vencedor foi o Hotel Casa da Montanha. O troféu confeccionado pela Cristais de Gramado com folha de ouro.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Nosso aplauso para:

Ike Koetz pelas promoções realizados em 2017 na Sociedade Recreio Gramadense.

Ao gramadense Ramiro Moschen Benetti por fazer parte da conquista da Liberadores no time do Grêmio.

A Secretaria de Governança e Secretaria de  Trânsito e Mobilidade Urbana pela implantação da primeira ciclofaixa turística em Gramado.

A Angelita Ecker pelo excelente trabalho realizado durante esse ano na ABRASEL.

A Cris Petry por ter sido a cerimonialista gramadense que mais organizou casamentos no ano.

Ao Reino do Chocolate Caracol pela revitalização do parque.

A Foz do Iguaçu pelas impecável organização no Parque das Cataratas.

A Merkator que traz mais uma feira para Gramado, a Geronto, em setembro.

A Prawer pela casa do Papai Noel construida em frente a fábrica.

Ao Super Carros pela 'pegada' do "vá de carrão".

A Caza Wilfrido, Leandro Marques, pela versatilidade e captação de eventos para Gramado.

Ao Caio Tomazeli pelo lançamento do seu livro “Evolução”.

A organização de “ÔChurras” BBQ Festival, o melhor evento de Gramado em 2017.

Ao Mamma Mia pelo evento beneficente, em comemoração aos 92 anos da vó Lacy Bertoja.

A Feijoada do Bem pela arrecadação de R$ 60 mil para a Fazenda Vale a Pena Viver.

A equipe das flores de Gramado que reagiu frente a uma momentânea decadência.

Compra de passagem via loja CVC de Gramado, com Neca Caberlon, sempre o melhor preço que o da internet.

Ao sorvete de forno da Casa da Velha Bruxa.

A Cristais de Gramado pela diversificação e qualidade dos produtos em sua loja.

A Nonno Mio pela bela campanha de 35 anos.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Nossa indignação para:

A barulheira que virou a Rua Coberta com cada casa tendo uma música ao vivo, uma baderna generalizada.

A falta de fiscalização na Rua Coberta onde restaurantes colocam estufas ou ventiladores na passagem dos pedestres.

A verdadeira bagunça onde tudo pode na Rua Coberta.

Aos fiscais que só funcionam nos release da Prefeitura, na rua olham para o lado oposto do problema.

A situação das calçadas na Avenida Borges de Medeiros, um perigo, para qualquer um.

A situação da Carierri que continua sem um fim.

Aos esgotos correndo a céu aberto na Avenida Borges de Medeiros.

Aos funcionários da limpeza pública sem uniforme e de chinelos de dedo.

Ao descaso no Mirante do Vale do Quilombo.

A Secretaria da Cultura que deixou a situação dos índios chegar ao ponto que está, ao invés de aplicar as leis já acordadas com relação a essa questão.

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Guta Marques

 

Crédito: Tela Tomazeli