Edição Nº 539 - 13/04/2017

13/04/2017

A verdadeira História da Páscoa

A verdadeira História da Páscoa

 

Muitas são as informações que observamos na busca através da internet. * Não tomamos por verdadeiro ou falso o conteúdo, é abrangente e, publicamos na íntegra com a fonte. Vocês está convidado a tecer comentários prezado Leitor.

 

Fonte:https://ceticismo.net/religiao/a-verdadeira-historia-da-pascoa/https://ceticismo.net/religiao/a-verdadeira-historia-da-pascoa/

 

Muito antes de ser considerada a festa da ressurreição de Cristo, a Páscoa anunciava o fim do inverno e a chegada da primavera. A Páscoa sempre representou a passagem de um tempo de trevas para outro de luzes, isto muito antes de ser considerada uma das principais festas da cristandade. A palavra “páscoa” – do hebreu “peschad”, em grego “paskha” e latim “pache” – significa “passagem”, uma transição anunciada pelo equinócio de primavera (ou vernal), que no hemisfério norte ocorre a 20 ou 21 de março e, no sul, em 22 ou 23 de setembro.

A páscoa judaica (em hebraico פסח, ou seja, passagem) é o nome do sacríficio executado em 14 de Nissan segundo o calendário judaico e que precede a Festa dos Pães Ázimos (Chag haMatzot). Geralmente o nome Pessach é associado a esta festa também, que celebra e recorda a libertação do povo de Israel do Egito, conforme narrado no livro de Êxodo.

A festa cristã da Páscoa tem origem na festa judaica, mas tem um significado diferente. Enquanto para o Judaísmo, Pessach representa a libertação do povo de Israel no Egito, no Cristianismo a Páscoa representa a morte e ressurreição de Jesus (que supostamente aconteceu na Pessach) e de que a Páscoa Judaica é considerada prefiguração, pois em ambos os casos se celebra uma “libertação do povo de Deus”, a sua passagem da escravidão (do Egito/do pecado) para a liberdade.

De fato, para entender o significado da Páscoa cristã, é necessário voltar para a Idade Média e lembrar dos antigos povos pagãos europeus que, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Esther – em inglês, Easter quer dizer Páscoa.

Ostera (ou Ostara) é a Deusa da Primavera, que segura um ovo em sua mão e observa um coelho, símbolo da fertilidade, pulando alegremente em redor de seus pés nus. A deusa e o ovo que carrega são símbolos da chegada de uma nova vida. Ostara equivale, na mitologia grega, a Persephone. Na mitologia romana, é Ceres.

Estes antigos povos pagãos comemoravam a chegada da primavera decorando ovos. O próprio costume de decorá-los para dar de presente na Páscoa surgiu na Inglaterra, no século X, durante o reinado de Eduardo I (900-924), o qual tinha o hábito de banhar ovos em ouro e ofertá-los para os seus amigos e aliados.

Por que o ovo de Páscoa?

O ovo é um destes símbolos que praticamente explica-se por si mesmo. Ele contém o germe, o fruto da vida, que representa o nascimento, o renascimento, a renovação e a criação cíclica. De um modo simples, podemos dizer que é o símbolo da vida.

Os celtas, gregos, egípcios, fenícios, chineses e muitas outras civilizações acreditavam que o mundo havia nascido de um ovo. Na maioria das tradições, este “ovo cósmico” aparece depois de um período de caos.

Na Índia, por exemplo, acredita-se que uma gansa de nome Hamsa (um espírito considerado o “Sopro divino”), chocou o ovo cósmico na superfície de águas primordiais e, daí, dividido em duas partes, o ovo deu origem ao Céu e a Terra – simbolicamente é possível ver o Céu como a parte leve do ovo, a clara, e a Terra como outra mais densa, a gema.

O mito do ovo cósmico aparece também nas tradições chinesas. Antes do surgimento do mundo, quando tudo ainda era caos, um ovo semelhante ao de galinha se abriu e, de seus elementos pesados, surgiu a Terra (Yin) e, de sua parte leve e pura, nasceu o céu (Yang).

Para os celtas, o ovo cósmico é assimilado a um ovo de serpente. Para eles, o ovo contém a representação do Universo: a gema representa o globo terrestre, a clara o firmamento e a atmosfera, a casca equivale à esfera celeste e aos astros.

Na tradição cristã, o ovo aparece como uma renovação periódica da natureza. Trata-se do mito da criação cíclica. Em muitos países europeus, ainda hoje há a crença de que comer ovos no Domingo de Páscoa traz saúde e sorte durante todo o resto do ano. E mais: um ovo posto na sexta-feira santa afasta as doenças.

Por que o Coelho de Páscoa?

Coelhos não colocam ovos, isto é fato! A tradição do Coelho da Páscoa foi trazida à América por imigrantes alemães em meados de 1700. O coelhinho visitava as crianças, escondendo os ovos coloridos que elas teriam de encontrar na manhã de Páscoa.

Uma outra lenda conta que uma mulher pobre coloriu alguns ovos e os escondeu em um ninho para dá-los a seus filhos como presente de Páscoa. Quando as crianças descobriram o ninho, um grande coelho passou correndo. Espalhou-se então a história de que o coelho é que trouxe os ovos. A mais pura verdade, alguém duvida?

No antigo Egito, o coelho simbolizava o nascimento e a nova vida. Alguns povos da Antigüidade o consideravam o símbolo da Lua. É possível que ele se tenha tornado símbolo pascal devido ao fato de a Lua determinar a data da Páscoa.

Mas o certo mesmo é que a origem da imagem do coelho na Páscoa está na fertililidade que os coelhos possuem. Geram grandes ninhadas! Assim, os coelhos são vistos como símbolos de renovação e início de uma nova vida. Em união com o mito dos Ovos de Páscoa, o Coelho da Páscoa representa a renovação de uma vida que trará boas novas e novos e melhores dias, segundo as tradições.

Outros símbolos da Páscoa

O cordeiro é um dos principais símbolos de Jesus Cristo, já que é considerado como tendo sido um sacrifício em favor do seu rebanho. Segundo o Novo Testamento, Jesus Cristo é “sacrificado” durante a Páscoa (judaica, obviamente). Isso pode ser visto como uma profecia de João Batista, no Evangelho segundo João no capítulo 1, versículo 29: “Eis o Cordeiro de Deus, Aquele que tira o pecado do mundo”.

Paulo de Tarso (na primeira epístola a Coríntio no capítulo 5, versículo 7) diz: “Purificai-vos do velho fermento, para que sejais massa nova, porque sois pães ázimos, porquanto Cristo, nossa Páscoa, foi imolado.

Jesus, desse modo, é tido pelos cristãos como o Cordeiro de Deus (em latim: Agnus Dei) que supostamente fora imolado para salvação e libertação de todos do pecado. Para isso, Deus teria designado sua morte exatamente no dia da Páscoa judaica para criar o paralelo entre a aliança antiga, no sangue do cordeiro imolado, e a nova aliança, no sangue do próprio Jesus imolado. Assim, a partir daquela data, o Pecado Original tecnicamente deixara de existir.

cruz_ominiatura.jpgA Cruz também é tida como um símbolo pascal. Ela mistifica todo o significado da Páscoa, na ressurreição e também no sofrimento de Jesus. No Concílio de Nicea em 325 d.C, Constantino decretou a cruz como símbolo oficial do cristianismo. Então, ela não somente é um símbolo da Páscoa, mas o símbolo primordial da fé católica.

O pão e o vinho simbolizam a vida eterna, o corpo e o sangue de Jesus, oferecido aos seus discípulos, conforme é dito no capítulo 26 do Evangelho segundo Mateus, nos versículos 26 a 28: “Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai e comei, isto é meu corpo. Tomou depois o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos, porque isto é meu sangue, o sangue da Nova Aliança, derramado por muitos homens em remissão dos pecados.

Por que a Páscoa nunca cai no mesmo dia todos os anos?

O dia da Páscoa é o primeiro domingo depois da Lua Cheia que ocorre no dia ou depois de 21 março (a data do equinócio). Entretanto, a data da Lua Cheia não é a real, mas a definida nas Tabelas Eclesiásticas. (A igreja, para obter consistência na data da Páscoa decidiu, no Concílio de Nicea em 325 d.C, definir a Páscoa relacionada a uma Lua imaginária – conhecida como a “lua eclesiástica”).

A Quarta-Feira de Cinzas ocorre 46 dias antes da Páscoa, e portanto a Terça-Feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa. Esse é o período da quaresma, que começa na quarta-feira de cinzas.

Com esta definição, a data da Páscoa pode ser determinada sem grande conhecimento astronômico. Mas a seqüência de datas varia de ano para ano, sendo no mínimo em 22 de março e no máximo em 24 de abril, transformando a Páscoa numa festa “móvel”. De fato, a seqüência exata de datas da Páscoa repete-se aproximadamente em 5.700.000 anos no nosso calendário Gregoriano.

Tabela com as datas da Páscoa até 2020

  • 2000: 23 de Abril (Igrejas Ocidentais); 30 de Abril (Igrejas Orientais)
  • 2001: 15 de Abril
  • 2002: 31 de Março (Igrejas Ocidentais); 5 de Maio (Igrejas Orientais)
  • 2003: 20 de Abril (Igrejas Ocidentais); 27 de Abril (Igrejas Orientais)
  • 2004: 11 de Abril
  • 2005: 27 de Março (Igrejas Ocidentais); 1 de Maio (Igrejas Orientais)
  • 2006: 16 de Abril (Igrejas Ocidentais); 23 de Abril (Igrejas Orientais)
  • 2007: 8 de Abril
  • 2008: 23 de Março (Igrejas Ocidentais); 27 de Abril (Igrejas Orientais)
  • 2009: 12 de Abril (Igrejas Ocidentais); 19 de Abril (Igrejas Orientais)
  • 2010: 4 de Abril
  • 2011: 24 de Abril
  • 2012: 8 de Abril (Igrejas Ocidentais); 15 de Abril (Igrejas Orientais)
  • 2013: 31 de Março (Igrejas Ocidentais); 5 de Maio (Igrejas Orientais)
  • 2014: 20 de Abril
  • 2015: 5 de Abril (Igrejas Ocidentais); 12 de Abril (Igrejas Orientais)
  • 2016: 27 de Março (Igrejas Ocidentais); 1 de Maio (Igrejas Orientais)
  • 2017: 16 de Abril
  • 2018: 1 de Abril (Igrejas Ocidentais); 8 de Abril (Igrejas Orientais)
  • 2019: 21 de Abril (Igrejas Ocidentais); 28 de Abril (Igrejas Orientais)
  • 2020: 12 de Abril (Igrejas Ocidentais); 19 de Abril (Igrejas Orientais)

No final das contas, a páscoa é mais um rito de povos antigos, assimilado pela Igreja Cristã de modo a impor sua influência. Substituindo venerações à natureza (como no caso da Lua ou do Equinócio, tipicamente pagãs) por uma outra figura da mitologia, tomando os siginificados do judaísmo, os símbolos celtas e fenícios, remodelando mediante os Evangelhos e dando uma decoração final, criou-se um “ritual colcha de retalhos”.

prawer

​Gramado Aleluia apresenta Procissão dos Passos, ponto alto da programação religiosa

​Gramado Aleluia apresenta Procissão dos Passos, ponto alto da programação religiosa

Igreja Matriz São Pedro. Crédito: Cleiton Thiele

 

Final de semana será de celebrações, emoção e alegria

Na semana que antecede a Páscoa, Gramado, na Serra Gaúcha deve receber o seu maior número de turistas, registrando durante todo o período 500 mil pessoas. As ações ocorrem durante todos os dias e são totalmente gratuitas.  O verdadeiro sentido da Páscoa terá uma celebração simbólica em uma das maiores encenações litúrgicas do Brasil. A ressurreição de Cristo, comemorada 47 dias após a quarta-feira de cinzas, será comemorada no próximo final de semana, 15 e 16 de abril, dentro da programação da Páscoa de Gramado que encerra no domingo (16) de Páscoa.

Chamado de Gramado Aleluia, os atos religiosos estão programados para acontecer ao longo de toda a semana e culminam com a grande encenação da Morte e Paixão de Cristo, na Sexta-feira Santa (14/04). Já na Quinta-feira Santa (13), a partir das 19h30min, acontece a representação do Lava Pés.

O ponto alto e mais emocionante do Gramado Aleluia está reservado para a Sexta-feira Santa (14), quando acontece, às 20 horas, a Procissão dos Passos. Todos os passos de Jesus de Nazaré serão representados tal como prega o catolicismo, por um elenco de 70 atores, 10 bailarinos e professores e alunos do Programa de Artes de Gramado. 

O caminho de dor e as cenas do Sermão da montanha, a Tentação de Jesus, Condenação por Pilatos, Açoite e Coroação, bem como o Trajeto levando a Cruz, a Crucificação, nos Braços de Maria (Pietá), o Jesus morto sendo conduzido para a tumba, o anjo anunciador da Ressurreição e enfim, o Jesus Ressuscitado.  Todas as cenas da história da Bíblia estão no roteiro da procissão que promete revelar verdade e emoção aos visitantes.

Ao todo serão 10 carros alegóricos religiosos utilizados para a Procissão dos Passos, que encerra com a morte de Cristo na Cruz, em frente à Igreja Matriz São Pedro. Dentro da igreja haverá pronunciamento do Bispo conduzindo a adoração ao corpo do Senhor. E, assim como na abertura da Páscoa em Gramado, no dia 30 de março, o maestro Bernardo Grings irá reger a Orquestra Sinfônica de Gramado no interior da igreja.

O elenco envolvido na Procissão dos Passos é formado por talentos locais de Gramado e Canela e pela comunidade que ultrapassa o número de 400 pessoas. A direção é do ator e diretor Luiz Alves, que também dirige a Parada de Páscoa.

 

Avenida Borges de Medeiros, Gramado. Crédito: Cleiton Thiele

 

Continue lendo

3 motivos para assistir "Korvatunturi" na Páscoa em Gramado

3 motivos para assistir "Korvatunturi" na Páscoa em Gramado

Crédito: Sérgio Azevedo

 

Espetáculo faz nova apresentação dia 15 de abril às 19h30

O espetáculo "Korvatunturi" faz mais uma apresentação no próximo fim de semana durante o feriado de Páscoa em Gramado. Em sua nova temporada, que estreou no último dia 1º, o show continua emocionando todos os públicos com um enredo sensível e qualidade técnica impecável onde cenário, trilha sonora, coreografias e figurino foram criados exclusivamente, proporcionando aos espectadores uma viagem envolvente e divertida através de uma experiência sensorial inesquecível. A apresentação deste feriado acontece no sábado, dia 15 de abril, às 19h30 no Teatro da FAURGS, centro de Gramado. Para quem não conseguir conferir o show neste fim de semana, a temporada segue em cartaz até janeiro de 2018 com apresentações em todos os sábados.

 

Crédito: Sérgio Azevedo

 

Veja 3 motivos para assistir “Korvatunturi” na Páscoa:

 

 1. Diversão para toda a família

Não importa a idade, a diversão é garantida no “Korvatunturi”. Números de acrobacia, música, teatro, dança, circo e efeitos visuais encantam todos os espectadores, desde os pequenos até os mais velhos. A surpresa de cada nova cena e a interação dos personagens com o público também fazem do espetáculo o programa perfeito para toda a família durante o passeio em Gramado.

 

2. Praticar o bem é ser muito mais feliz!

O espetáculo conta a história de um antigo e sábio povoado, que vive ao pé de uma árvore mágica e precisa resgatar ao mundo dos humanos os verdadeiros valores da vida. “Korvatunturi” mostra que o amor está nas coisas mais simples e ensina que praticar o bem é ser muito mais feliz, reforçando ainda mais o clima de fé e esperança da Páscoa.

 

3. Páscoa em Gramado

Eleita a Melhor Cidade Turística do Brasil em 2015 pelo TripAdvisor, Gramado é a casa do “Korvatunturi” há cinco anos. A tradição na produção de chocolates faz da cidade o destino perfeito para curtir a Páscoa em família, que oferece decoração especial nas ruas e programação temática ao longo de todo o feriado. Um roteiro delicioso para passear.

 

Crédito: Sérgio Azevedo

Continue lendo

Páscoa sem culpa

Páscoa sem culpa

Chocolate de abacate; Crédito: Divulgação

 

É possível manter uma alimentação saudável e equilibrada no período optando por chocolates com alto teor de cacau
 

Excelente fonte energética e alimento funcional rico em propriedades benéficas, há muito tempo o chocolate com elevado percentual de cacau deixou de ser o vilão da alimentação saudável. Isso porque é um alimento de alto valor nutritivo por conter nutrientes essenciais para o funcionamento do organismo.              

Além de ser rico em magnésio, ferro, cromo, manganês, zinco, cobre, vitaminas B6, B3, C e fibras, ele é um dos frutos mais ricos em antioxidantes e age no organismo neutralizando os efeitos dos danos celulares causados pela ação dos radicais livres. Ajuda também a controlar a pressão arterial, prevenir doenças cardiovasculares e a diminuir os níveis de ansiedade e de estresse no organismo. “É importante, porém, não confundir o cacau com chocolate ao leite, que possui baixas quantidades de antioxidantes do cacau e grandes quantidades de açúcar e gordura trans – que estão ligadas ao aumento dos índices de obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares”, Michelle Troitinho, nutricionista do Kurotel - Centro Médico de Longevidade e Spa. Portanto, o ideal é sempre dar preferência aos alimentos que possuem maior teor de cacau.

Para as pessoas que desejam aproveitar a Páscoa de uma forma saudável, o Kurotel - Centro Médico de Longevidade e Spa de Gramado ensina algumas receitas nutritivas, funcionais e ricas em sabor.

Continue lendo

“Gramado: Novos Olhares” aborda relação entre arquitetura e qualidade de vida

 “Gramado: Novos Olhares” aborda relação entre arquitetura e qualidade de vida

Crédito: Carlos Borges

 

Dando continuidade à sequência de workshops do projeto “Gramado: Novos Olhares”, o prefeito Fedoca – João Alfredo de Castilhos Bertolucci (PDT) recebe na próxima segunda-feira, 17 de abril, o ex-professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Paulo Renato Silveira Bicca, que vai abordar o tema “O Novo e a Tradição”.

De acordo com Bicca, a boa arquitetura urbana é indispensável à boa qualidade de vida nas cidades. Esta arquitetura se refere às novas construções, seja à construção em si como também a forma delas interagirem com as que já existem, e que ocupam um lugar importante na história da arquitetura de uma cidade. “Sobretudo em municípios como Gramado, no qual se verificam profundas e rápidas mudanças no seu ambiente natural e construído, a imperiosa necessidade de se tratar dessas questões ainda se mostra mais evidente e premente”, explica o professor. Os assuntos que serão abordados na palestra, que será apresentada aos secretários titulares e adjuntos da administração municipal, seguirá esta linha.

Essa é a quinta palestra do projeto “Gramado: Novos Olhares”, que ocorre sempre às 17h em segundas-feiras alternadas no Auditório da Prefeitura de Gramado. Todos os palestrantes participam de forma voluntária.

 

Sobre o palestrante Paulo Renato Silveira Bicca

Natural de Alegrete, Paulo Renato Silveira Bicca, formou-se em Arquitetura e Urbanismo na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Possui doutorado e pós-doutorado em Grenoble, na França. Lecionou na Universidade de Brasília, na Universidade Federal de Santa Catarina, na École d`Architecture de Grenoble, na França, onde também foi pesquisador e, por fim, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Em seu histórico, há inúmeras publicações de livros e trabalhos publicados em congressos. Conteúdo: Marlova Martin

Entrevista com o presidente da Gramadotur, Edson Néspolo

Entrevista com o presidente da Gramadotur, Edson Néspolo

Crédito: Divulgação

Não tivemos oportunidade de participar da coletiva de imprensa, quando foi realizada a prestação de contas do Natal Luz de Gramado. Divulgada a mesma em veículos de comunicação do município, algumas pessoas nos procuraram, pois questionam o lucro apresentado e, o patrimônio imaterial.

 

1 - www.gramadomagazine.com.br - Entrou no caixa da Gramadotur R$ 9, 732 milhões do Natal Luz 2016. Esse valor provém de patrocínio e venda de ingressos? Esse valor é líquido ou bruto?

Edson Néspolo: Na realidade a receita do Natal Luz foi de R$ 33.886.877,38, sendo R$ 8.110.798,78 de Patrocínios, R$ 24.775.641,00 de Ingressos e R$ 1.000.437,60 de outras receitas.

As Despesas foram de R$ 24.154.649,00.

A diferença entre a receita e a despesas (superávit) foi portanto de R$ 9.732.228,38

COM ESSE RESULTADO FOI POSSÍVEL COBRIR OS DÉFICITS DE:

Pascoa em Gramado     /  R$    237.432,00

Festa da Colônia         /    R$    428.005,00

Festival de Cinema     /     R$ 1.248.120,00

Festival de Cultura e Gastronomia       /  R$    158.526,00

Além de pagar o empréstimo da Prefeitura   /    R$ 2.100.000,00

Subvenções à Orquestra, Programa de Artes, Educavideo, etc.  /   R$ 1.000.000,00

O resultado também contribuiu na Manutenção da Gramadotur em 2016 e a Previsão de manutenção da Gramadotur até junho/2017. Os gastos operacionais e subvenções estão na ordem de 400 mil mensais. A Autarquia não tem receitas significativas fora o Natal Luz e os demais eventos são todos deficitários, até o momento.

 

2 - GM – O material de decoração, Grande Desfile, Eu Sou Maria, Natal pelo Mundo, Parada de Natal, Ascendimento das Luzes, etc, é um patrimônio do Natal Luz? Em caso positivo, este patrimônio está incluso no lucro acima? Qual o valor? E qual é o patrimônio material do Natal Luz hoje?

Edson Néspolo: Todo o acervo, possível de reutilização, como carros, figurinos, alegorias, adornos, etc. é de propriedade da Gramadotur e está totalmente pago. O valor do patrimônio é muito subjetivo, pois depende da reutilização, em função da temática e orientação que será dada pelo Diretor Artístico nos eventos futuros. A estimativa  do acervo é na ordem de 2 milhões de reais.

 

3 - GM: O senhor irá propor uma sindicância para avaliar como recebeu a Gramadotur?

Edson Néspolo: A princípio não pois a Gramadotur é acompanhada pelo Tribunal de Contas e Conselho Fiscal. Mas se tiver qualquer denúncia de irregularidade podem protocolar que será investigado.

 

4 - GM: Os índices de aprovação são satisfatórios para o público entrevistado de 3 mil pessoas, segundo a instituição. Porém, muitos cidadãos questionam este resultado, principalmente a classe empresarial. O senhor, juntamente com a equipe da Gramdotur pode especificar locais e dias que foram realizadas as entrevistas? Perfil do público entrevistado (escolaridade, poder aquisitivo, idade, origem, etc.)?

Edson Néspolo: A pesquisa foi feita no período do Natal Luz, de 28/10/2016 a 15/01/2017, (Vide Pesquisa em abaixo).

 

5 - GM: Foi realizada uma pesquisa junto aos gramadenses, para que pudessem expor sua opinião sobre o evento?

Edson Néspolo: Num universo de 908 pesquisados do Estado do RGS 82 foram de gramadenses e foi realizada, principalmente, durante os  três espetáculos gratuitos.

 

6 - GM: Em termos de ocupação hoteleira, refeições servidas em restaurantes, movimentação do comércio local e de disponibilidade de vagas de emprego, comparado com edições anteriores, pode-se afirmar que o Natal Luz cresceu?

Edson Néspolo: Vide Pesquisa abaixo

 

7 - GM: Patrimônio Cultural Imaterial: O Patrimônio Cultural Imaterial ou Intangível compreende as expressões de vida e tradições que comunidades, grupos e indivíduos em todas as partes do mundo recebem de seus ancestrais e passam seus conhecimentos a seus descendentes. Fonte: UNESCO. Proposta está especificação, nosso questionamento é:  o lucro imaterial do Natal Luz foi avaliado neste quesito, dado que, segundo a população, a partir de opiniões e comentários nas redes sociais, o Natal Luz está em progressiva decadência, para o padrão de gastronomia, hotelaria, comércio e construção civil da cidade, citando alguns exemplos?

Edson Néspolo: vamos avaliar isso nos próximos dias com a própria comunidade de Gramado e planejar junto o Natal Luz 2017/2018.

 

8 - GM: Uma parcela da população de Gramado, nos últimos anos, vem se manifestando insatisfeita com o Natal Luz no que diz respeito à organização, decoração e qualidade dos shows. Se percebe um sentimento de perda gradual de qualidade ano após ano. O senhor concorda que o Natal Luz vem perdendo qualidade? Quais seus projetos para reverter essa imagem do evento mais importante da cidade?

Edson Néspolo: acho que temos que buscar sempre melhorar e progredir. Não vou fazer terra arrasada ou desqualificar qualquer trabalho nos últimos anos. Para melhorar vamos efetuar maior envolvimento da Comunidade Gramadense.

 

9 - GM: O senhor pretende reestudar o Natal Luz? Em caso positivo, qual será sua referência para isso?

Edson Néspolo: vamos avaliar com muita tranquilidade vamos levantar aspectos positivos e negativos de várias edições. A formatação do Natal Luz 2017/2018 se dará com a participação da comunidade.

 

10 - GM: A questão da licitação tem sido o ‘carro chefe’ para justificar os erros cometidos pela Gramadotur. Aliado a isso vem: falta de equipe e o fato de a instituição ter sido criada a poucos anos.  Já não é tempo de parar com desculpas e profissionalizar a empresa? Atestar quais são os problemas pontuais? Ano passado, por exemplo, a licitação foi feita ‘em cima da hora’ e, o Festival de Cinema usado como desculpa. Até quando lidar com o espaço e o dinheiro público de forma amadora?

Edson Néspolo: acredito muito em planejamento. Para resolver problemas burocráticos do serviço público. Devemos trabalhar baseados em quatro pilares: diálogo, planejamento, captação e execução. Planejamento estratégico com datas, prazos e equipe comprometida deve melhorar nossa logística.

 

11 - GM: O senhor vem de uma boa experiência na Festa da Uva, porém, ao que se sabe, em Caxias não é necessário licitação. Como pretende gerenciar este setor dentro da Gramadotur?

Edson Néspolo: trabalhei e dirigi entidades privadas. Não conheço tudo e tenho muito a aprender no serviço público. Minha experiência como vereador e por ter ocupado várias secretarias municipais, saberei lidar com as exigências legais. Repito tudo depende de um bom planejamento.

 

12 - GM: O Natal Luz, de um evento lúdico, encantador, passou a ser um evento comercial com objetivo de obter lucro para pagar os outros eventos do município e, suprir uma demanda hoteleira e de locações de temporada, além da ocupação das agências de viagens que vendem os pacotes. Com isso, o conceito do evento, como já citamos, está cada vez mais descaracterizado.  O senhor entende como correto este raciocínio? A pressão financeira continuará sendo aceita?

Edson Néspolo: temos que conviver com ambos. O Natal Luz possibilita a realização de outros eventos em Gramado. Portanto temos que realizar mais atrações gratuitas e de qualidade no Natal Luz, mas também precisamos de receita.

 

13 - GM: Não seria natural que a Prefeitura Municipal de Gramado investisse um valor anual na Gramadotur, para suprir parte da necessidade dos outros eventos, desta forma, aliviando o Natal Luz?

Edson Néspolo: o mais importante é Gramadotur e Prefeitura trabalharem integrados. No meu entender a Prefeitura poderia ajudar a concluir o pavilhão 3 colocando recursos. Isso possibilitaria que a Expogramado tivesse mais receita, revertendo em benefícios a comunidade.

 

14 - GM: Existe uma desconfiança clara de que o senhor, nas próximas eleições, irá concorrer a deputado, o que, de certa forma deixa o gramadense ‘desconfiado’ em tudo que leva a sua assinatura. Quando da sua apresentação como Secretário de Turismo, o prefeito João Alfredo de Castilhos Bertolucci foi taxativo ao responder a um jornalista, que o senhor não iria para Gramadotur. Foi! O senhor tem intenção de concorrer a Deputado?  Gostaríamos de ter uma resposta sincera e não o óbvio, desta forma, palavra dada gera confiança, mais do que um papel assinado, ao menos para nós.

Edson Néspolo: Concentração total na Gramadotur. Quando assumo responsabilidade me dedico integralmente. Não passa neste momento concorrer a nada.

 

15 - GM: A comunidade gramadense ainda não compreende a vinda de tantas pessoas de fora para a atual administração. O povo gramadense possui certas particularidades com relação a outros municípios, é questionador. Usa seu direito de cidadão ao pé da letra, talvez por este motivo Gramado se diferencie das outras cidades. O que o senhor tem a dizer para a população de Gramado sobre sua mudança para trabalhar aqui?

Edson Néspolo: Quantas pessoas de fora. Duas são muitas? O desenvolvimento de Gramado deve-se a combinação dos Gramadenses e de muitos que aqui chegaram e deram sua contribuição.

 

16 – GM: Qual os salários dos funcionários da Gramadotur, inclusive o seu?

Edson Néspolo: os salários são públicos. Todos podem acessar no portal de transparência no site:
www.gramadotur.net.br

 

GM: Consultamos e publicamos os salários no post seguido deste, para facilitar sua apreciação.

 

Continue lendo para ver a pesquisa do 31o Natal Luz na íntegra:

Continue lendo

Remuneração dos ativos da Gramadotur - Total da folha de pagamento em Abril de 2017

Última atualização: 10/04/2017 17:04:25

Filtros utilizados para elaboração da consulta:

Entidade: AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO GRAMADO | Ano: 2017 | Mês: Abril

 

Secretaria/órgão Valor bruto (R$)
0100 - GRAMADOTUR 126.985,73
Continue lendo

Novo diretor de Eventos da Gramadotur

Na próxima semana o Conselho da Gramadotur define o novo diretor de eventos da empresa.

Qual a linha de pensamento do 'Conselhão' da Gramadotur?

O vereador Luia Barbacovi (PP) apresentou indicação à Autarquia Municipal GramadoTur onde requer que seja fornecido a Câmara Municipal cópia das atas de reuniões do Conselho de Administração, que definiram a substituição da presidência do Conselho Diretor. A proposta foi aprovada na sessão ordinária de ontem, 10, por unanimidade.

“Faço esse pedido para que saibamos qual a opinião dos representantes das entidades privadas, que compõem o Conselho sobre essa questão, pois dentre os nove membros, seis fazem parte de entidades privadas e no momento em que votam estão representando a vontade de seu segmento. Ainda cabe destacar que desta forma saberemos qual a real opinião dos setores da economia sobre essa questão”, destacou Luia.

Coluna Tela Tomazeli, Jornal de Gramado

Clique na imagem para ampliar!

galangal

Abertas inscrições para a escolha das soberanas da Festa da Colônia de 2018/2019

Abertas inscrições para a escolha das soberanas da Festa da Colônia de 2018/2019

As atuais Soberanas da Festa tem como Rainha, Sanny Bergamo da Linha Carahá e as Princesas Roseli Fassbinder da Linha Araripe e Joice Caroline dos Santos da Linha Bonita.. Crédito: Cleiton Thiele

A organização da 27ª edição da Festa da Colônia de Gramado trabalha forte para garantir mais uma edição de sucesso do evento. A tradicional festa acontece em um estrutura especialmente construída no ExpoGramado, de 27 de abril a 14 de maio, e busca celebrar os hábitos do interior de Gramado apoiados na cultura dos imigrantes alemães, portugueses e italianos.

Uma das novidades desta edição será a escolha das Soberanas da Festa da Colônia de 2018/2019 durante esta 27ª edição. Este momento especial de grande expectativa está programado para o sábado, dia 13 de maio, após o Desfile de Carretas no palco principal do evento na ExpoGramado. As inscrições para concorrer estão abertas na GramadoTur. As candidatas deverão ter entre 15 e 30 anos, ser moradora do interior de Gramado, ser descendente de italianos, alemães ou portugueses, e ter disponibilidade de horário durante o evento do próximo ano. A inscrição é gratuita.

A Festa da Colônia é uma promoção da Prefeitura de Gramado e realização da Autarquia Municipal Gramadotur.

 

27º Festa da Colônia – Unindo origens, celebrando tradições.

Onde: Expogramado (Avenida Borges de Medeiros, 4.111, Centro)
Quando: de 27 de abril a 14 de maio

Fechado nas segundas e terças,  com exceção do feriado.

Quartas e quintas das 10h às 22h.

Sexta a domingo das 9h às 23h.

Acesso a Festa e Estacionamento – gratuito.

Atenção comunidade gramadense, a hora é agora!

Atenção comunidade gramadense, a hora é agora!

Que Natal Luz você quer para Gramado?

Participe!

Clique na imagem para ampliar.

CCJ pede informações sobre Lago Joaquina Rita Bier

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação formada pelos vereadores Everton Michaelsen (PMDB), Manu Caliari (PRB) e Rafael Ronsoni (PP) apresentaram pedido a Prefeitura onde busca saber qual Secretaria é responsável pela estrutura, limpeza e manutenção do Lago Joaquina Rita Bier. Além disso, questionam qual é a situação em que se encontram os banheiros públicos em anexo ao Restaurante Fornellone. A proposta foi aprovada, por unanimidade, na sessão de ontem (10).

“Tal pedido justifica-se, diante da preocupação da Comissão com a conservação deste espaço público. Destaca-se que o parque é utilizado durante o ano todo por gramadenses e turistas que aproveitam a beleza do local para fazer exercícios físicos e apreciar a natureza. Assim sendo, é de extrema importância a preservação deste local”, disseram.

100 dias de governo em Gramado – O futuro passa pelo desenvolvimento sustentável

100 dias de governo em Gramado – O futuro passa pelo desenvolvimento sustentável

Prefeito Fedoca e vice-prefeito Evandro Moschem, em vistoria com o Secretário de Obras, Flavio de Souza. Crédito: Carlos Borges

 

Por: Assessoria de Imprensa Prefeitura Municipal de Gramado

 

“Vislumbrar o horizonte de Gramado com olhos para o desenvolvimento sustentável, numa gestão onde o gramadense ganhe voz – e vez”. Ao completar 100 dias de governo, a administração do prefeito Fedoca - João Alfredo de Castilhos Bertolucci (PDT) mostra-se disposta a seguir os dois parâmetros que, desde o início, nortearam as metas do novo governo. No segundo dia à frente do Executivo, Fedoca assinou o decreto que muda o rito de projetos de licenciamento ambiental e que, segundo ele, passa a ser permanente. A justificativa é legítima: conter o crescimento desordenado, não colocar mais concreto sobre o verde.

Continue lendo
FENIN

Gastronomia aliada à cultura: esta é a aposta de Marcos Livi para o feriado de Páscoa no Parador Hampel

Gastronomia aliada à cultura: esta é a aposta de Marcos Livi para o feriado de Páscoa no Parador Hampel

Polvo. Crédito: Divulgação

O chef gaúcho radicado em São Paulo Marcos Livi desembarca no Rio Grande do Sul no próximo feriado de Páscoa para mais uma atração gastronômica no Parador Hampel, seu hotel em São Francisco de Paula. Desta vez, ele virá acompanhado do fiel companheiro Zé Maria, braço direito no bar Quintana, um dos seus seis empreendimentos na capital paulista.

Para reviver o espírito da Páscoa, Livi promete uma programação familiar não apenas para os seus hóspedes, mas também para o turista que desejar passar o dia no local. Atividades culturais, como caça aos ovos e brincadeira ao ar livre, estão sendo programadas para as crianças.

Para os adultos, além de um menu especial, a exposição fotográfica “João de Barro”, do fotógrafo Carlos Becker, além de muita natureza e ar puro. Portanto, não deixe de vestir tênis e roupas confortáveis. O Hampel é um convite para desfrutar as cachoeiras e trilhas em meio ao verde.

Na sexta-feira (14) o menu degustação irá reverenciar um prato muito apreciado pelos clientes do bar Veríssimo, trazendo uma pegada espanhola para a serra gaúcha. Como entrada, Livi servirá ovo mollet e mix de grãos. Na sequência, polvo à galega. Para o prato principal, o tradicional bacalhau do chefe, seguido de churros de chocolate e doce de leite.

 

Crédito: Divulgação

 

No sábado, a feijoada do Veríssimo, com direito àquele torresmo sequinho dos deuses e os melhores acompanhamentos possíveis, seguida do projeto “A Ferro e Fogo”, sua marca registrada, em que apresenta com materiais simples como grelha, espeto, panela de ferro, lenha e carvão um resgate da rústica cozinha do sul. Muito cordeiro, costelão, galeto, legumes e frutas serão lançados ao fogo compondo um cenário incrível de belezas, sabores e aromas. Por Tatiana Feldens

 

Crédito: Divulgação

 

Mais informações e reservas pelo site www.paradorhampel.com  ou telefone (54) 3244-1363.

 

Serviço

Menu degustação: R$ 70,00

Parador Hampel

www.veraneiohampel.com.br

Rua Boca da Serra, 445, São Francisco de Paula/RS

(54) 3244-1363

Brasília se prepara para receber o Capital MEATing, maior festival de Carnes e Churrasco do país

Brasília se prepara para receber o Capital MEATing, maior festival de Carnes e Churrasco do país

Montagem da estrutura do evento, que será realizado nos jardins do Brasília Palace Hotel, já começa na próxima segunda-feira (17)

Nos dias 21, 22 e 23 de abril, o Capital MEATing movimentará Brasília. O 1º Congresso de Carnes e Churrasco do Brasil é organizado por Berlota Joaquina, brasiliense chef de cozinha e vencedora do reality show BBQ Brasil. A profissional irá mostrar ao público todos os truques do universo das carnes.

Na próxima semana começa a montagem da megaestrutura no Brasília Palace Hotel (Setor de Hotéis de Turismo Norte), que será o palco da grande reunião gastronômica. Os espaços culinários terão capacidade para receber mil pessoas.

Segundo Berlota, o evento vai alcançar todos os públicos, desde do entusiastas gastronômicos até os chefs e empresários do ramo. Além desses churrasqueiros ensinando a mandar a brasa no congresso previsto para sexta e no sábado, eles vão mostrar seus dotes culinários no festival de churrasco, que encerrará o Capital Meating no domingo (23).

 

Congresso de Carnes e Churrasco do Brasil

Chefs de diversas partes do país darão aulas e palestras dentro do tema "Meat - from farm to table” (Carne – da fazenda à mesa) nos dias 21 (sexta) e 22 (sábado) de abril em um auditório, duas cozinhas e uma praça do fogo. Serão debatidos temas como raças, criação, genética, saúde, desossa, cortes, técnicas de churrasco e como escolher e preparar uma ótima carne.

 

Palestrantes, chefs e chttp://@ capitalmeatinghurrasqueiros participantes:
 

Continue lendo

Peixe Urbano divulga pesquisa de destino dos usuários nos feriadões

79% DOS USUÁRIOS DO PEIXE URBANO PRETENDEM VIAJAR NOS FERIADÕES DE 2017

De acordo com a pesquisa, o Dia do Trabalho lidera a preferência

Rio de Janeiro, abril de 2017 - Durante os meses de abril e maio, teremos uma série de feriados prolongados. Já decidiu em qual deles vai viajar? De acordo com uma pesquisa realizada pelo Peixe Urbano com sua base de usuários, 79% deles pretendem aproveitar as datas para viajar. Dentre aqueles que responderam que vão botar o pé na estrada, o Dia do Trabalho é o feriado preferido, eleito por 57% dos usuários. Em seguida,, temos o feriado de Tiradentes, com 45% da intenção, e a Semana Santa, que aparece com 39% da preferência.

No que diz respeito aos demais feriados restantes de 2017, o Dia da Independência, comemorado em 07 de setembro, lidera a lista com 14% da preferência, seguido de Corpus Christi e Dia das Crianças, empatados com 8%. Na pesquisa, o usuário podia marcar mais de um feriado em que tivesse a intenção de viajar.

Sudeste e Nordeste foram as regiões do País mais citadas e pensando nisso, o Peixe Urbano, maior plataforma de ofertas locais do Brasil, traz ofertas especiais para os feriadões.

No Rio de Janeiro, Búzios é um dos destinos mais procurados por cariocas e visitantes de outros estados. Mangaratiba também é uma ótima opção para quem busca o conforto de resorts.

Em São Paulo, é possível aproveitar as praias em Ubatuba, uma degustação de vinhos em São Roque ou o charme de Campos do Jordão.

Na região Nordeste, o visitante encontra praias paradisíacas em Salvador, Porto Seguro, Fortaleza, Recife e outras cidades.

 

Sobre o Peixe Urbano

O Peixe Urbano é a maior plataforma de ofertas locais do Brasil. Com mais de 27 milhões de usuários cadastrados e milhares de ofertas de gastronomia, entretenimento, estética, turismo e produtos, sua missão é proporcionar as melhores oportunidades e experiências ao conectar pessoas e empresas por meio da tecnologia. Fundado no Brasil no início de 2010, o Peixe Urbano foi a primeira empresa latino-americana a ser eleita a “Melhor Startup Internacional do Ano” pelo Crunchies Awards, principal premiação dos Estados Unidos para startups da área de Internet e tecnologia. Em 2014, recebeu um novo sócio estratégico e acionista majoritário: o Baidu (NSDQ: BIDU), segundo maior serviço global de buscas na web e uma das maiores empresas de internet do mundo.

Mauricio Goulart Fernandes, a arte pulsa em todos os sentidos

Mauricio Goulart Fernandes, a arte pulsa em todos os sentidos

Maquiagem "O Auto da Barca do Inferno.

 

Um dos artistas que decorou as bicicletas para a Páscoa, Mauricio Goulart Fernandes, possui formação em Design de Modas e empre trabalhou com maquiagens para editoriais de moda e desfiles em Santa Catarina, paralelamente com sua formação, produzindo roupas para algumas lojas de Florianópolis e coleções autorais.

Vindo pra Gramado passou a explorar mais seu talento através de Natal, Páscoa entre outros eventos.  Com isso, seu trabalho como maquiador e estilista foi tomando um rumo mais voltado pro conceitual, o artístico de fato.

Nas makes seu forte são as maquiagens de caracterização como, por exemplo, do espetáculo Auto da Barca do Inferno dirigido por Lisiane Berti, Espetáculos do Natal Luz e Páscoa.

Ele assina marca de roupas Mauricio Goulart - Collection (https://www.facebook.com/mauricio.goulart.549) onde hoje a peças são somente por encomenda. O seu trabalho com maquiagens está no Insta (instagran: @gomauriciomakeup). Produz também cuecas e shorts de algodão (intagran: @cuecaria75)

“Amo tudo isso que faço, não consigo focar em apenas uma coisa, isso me enlouqueceria. O grande barato de poder fazer tanta coisa ao mesmo tempo, é que nunca estarei parado, divido meu tempo ao longo do dia para dar atenção a tudo isso, e ao mesmo tempo isso faz com que eu não canse de fazer a mesma coisa, pois uma vai estimulando a outra. Nunca estou entediado”.

Segundo Mauricio a sua fonte de inspiração é a sua ‘própria loucura particular’. ‘Esta "loucura" está em tudo que escuto, nas coisas que vejo... no dia a dia, na pessoas, coisas. Tudo isso se transforma em ideias, desenhos, produtos’.

 

Contato:

Fone: (54) 98102  2701

E-mail: go_mauriciogoulart@hotmail.com

Roupas e figurinos: Mauricio Goulart - Collection (facebook)

Maquiagens: Mauricio Goulart Make up (facebook)   @gomauriciomakeup (intagram)

Cuecas: @cuecaria75 (instagram)

 

Figurinos Pipoqueiros do Mundo a Vapor. Crédito: Divulgação

 

Figurino e maquiagem. Auto da Barca do Inferno.

 

Figurino Snowland. Crédito Divulgação

 

Coleção Reveillon 2015. Crédito: Divulgação

Câmeras ao alto é o tema da exposição do Clube do Fotógrafo no Prataviera Shopping em Caxias do Sul

Câmeras ao alto é o tema da exposição do Clube do Fotógrafo no Prataviera Shopping em Caxias do Sul

Crédito: Rafaela Castilhos

 

mostra fica exposta na área multibank, no primeiro andar do mall. Além disso, no blog do empreendimento o assunto também pauta a coluna do clube.

Nesse mês de abril, quem passar pelo Prataviera Shopping vai poder visitar a exposição Câmeras ao alto, assinada pelo Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul. No total, são 10 imagens que apresentam os olhares e maneiras de ver para cima, a intenção é fazer com que as pessoas reflitam sobre o superior, as sutilezas, as ações, como por exemplo, as estrelas, limpeza, arquiteturas, tradições e surpresas na transparência do ver.

 

Crédito: J.A. SelbachJunior

 

Desta vez, as imagens têm a assinatura de Javier Paquito Herrera, Thiago Rauber, Luis Fernando Barp, Marcia Dall Ago, Carlos Gandara, Dietmar Speer, Celso Tissot, Rafaela Castilhos, J Selbach Jr. e David Cunha, que foram selecionados por meio de uma votação secreta entre os integrantes do clube. O fotógrafo vencedor da votação, Javier Paquito Herrera, explica que a foto vencedora foi feita em Montevidéu, no Uruguai. “Estava sentado em um banco na praça, onde está este prédio, observando a arquitetura de outro edifício neoclássico, quando de repente começam a descer de cima desta edificação de arquitetura reta, quatro limpadores, e o vermelho deles de cara contrastou com o azul refletido do céu. Levantei, e fui registrando de vários ângulos e possibilidades, a coreografia destes aracnídeos urbanos humanos”.  

Paquito ainda acrescenta, que a imagem apresenta uma repetição de linhas e pontos, e mesmo parecendo poucos elementos, tornam uma composição geométrica, forçando o olhar sobre o homem, além de passar ao prédio a dimensão deste, que, apesar de possuir um recorte fotográfico, é muito maior do que aparenta. “Essa temática nos permite contemplar a possibilidade de parar e fazer o que dificilmente realizamos, olhar ao alto, porque assim abstraímos o foco do andar, do focar em frente, e ver que de baixo, somos pequenos, não importando dimensões e sim entendimentos”, finaliza.

 

Javier Paquito Masia

 

O resultado desse desafio pode ser conferido no primeiro andar do Prataviera Shopping, na área multibanking. O tema da exposição também pauta a coluna do Clube do Fotógrafo no blog do Prataviera Shopping (www.prataviera.com/blog). Os interessados em saber mais informações sobre o trabalho desenvolvido pelo Clube podem enviar e-mail para: clubedofotografocaxias@gmail.com.

 

Serviço:

Exposição: “Câmeras ao alto”;

Período: mês de abril;

Fotógrafos: Javier Paquito Herrera, Thiago Rauber, Luis Fernando Barp, Marcia Dall Ago, Carlos Gandara, Dietmar Speer, Celso Tissot, Rafaela Castilhos, J Selbach Jr. e David Cunha;

Local: área multibanking, no primeiro andar do Prataviera Shopping, de Caxias do Sul.

nossa