Nessa segunda-feira (1), no auditório da Prefeitura de Gramado, o grupo que integrou a Missão Oficial Internacional ao Canadá, apresentou um relatório de viagem e mostrou as conquistas realizadas naquele país. A missão reuniu o Poder Público (Executivo e Legislativo) e empresários de diversos ramos, oriundos de Gramado, Canela, Porto Alegre e Curitiba. Durante nove dias foram realizadas mais de 25 atividades nas cidades de Toronto, Mississauga, Kitchener, Oshawa, Durham, Montreal e Niagara.

O grupo composto por cerca de 18 pessoas visitou diversos centros de tecnologia, inovação e pesquisa, onde a comitiva teve a oportunidade de entender o formato dos espaços, a maneira de administrá-los, os incentivos dados pelo poder público de todas as esferas e a importância desse tipo de economia para as cidades e/ou comunidades onde estão inseridas.

Em relação ao segmento de turismo e eventos, o grupo pôde conhecer a realidade de duas regiões: Montreal e Niagara. A primeira oferece uma arquitetura única que mescla o moderno e o antigo. Lá foram apresentadas duas experiências bem-sucedidas de administração de áreas públicas, o Quartier des Spetacles, que gere espaços para eventos gratuitos e o Vieux Port, que loca outros para a iniciativa privada. Ainda foi apresentado por um de seus criadores, Michel Lemieux, o projeto Cité Mémoire, que conta a história da cidade com projeções, realidade aumentada e fotos 360°, tudo a partir de um aplicativo de celular. Em Niagara, foi a chance de conhecer os atrativos criados para que o turista aumente seu tempo de estadia na cidade que tinha as cataratas como única atração.

Tratando-se de tecnologia e smart cities, um dos destaques da missão foi a visita ao Cisco Innovation Centre, em Toronto, onde foi apresentado o Programa Gramado Cidade InteliGENTE aos diretores da empresa e ainda foi feita uma visita aos laboratórios de inovação, e no encerramento do dia uma palestra com Shawn Slack, secretário de inovação de Mississauga.

Sobre a possibilidade de negócios concretos, ocorreram diversas reuniões nos consulados gerais do Brasil em Toronto e Montreal, que deixaram abertas as portas para negociações nas áreas de construção civil, fruticultura e tecnologia.

Para o Prefeito João Alfredo Bertolucci, o Fedoca, “a viagem foi extremamente proveitosa, com muitas experiências práticas que podem ser trazidas para Gramado. Eu inicialmente achei que não precisava estar presente numa viagem internacional, mas hoje afirmo que seria um grande erro não ter ido. Aprendemos muito”, disse o Prefeito. A presidente da Câmara Municipal, a Vereadora Manu, também destacou “as maravilhosas experiências em tecnologia observadas no Canadá, e que Gramado pode implementar principalmente em educação, para contribuir no crescimento na nossa comunidade Gramadense”.

Alguns empresários que integraram a comitiva também se manifestaram no evento realizado hoje para a imprensa, como Fabio Bertoluci, do Centro de Inovação de Gramado, declarou estar “agradecido pela oportunidade oferecida pela Prefeitura de conhecer os exemplos canadenses de inovação e tecnologia, que convergem com os projetos que estamos desenvolvendo hoje na cidade”.

Durante a entrevista coletiva, os presentes puderam acompanhar uma transmissão ao vivo, direto do Canadá, de onde o consultor em tecnologia Luis Otávio Barrionuevo, que também integrou a missão na localidade de Waterloo (berço de inovação e tecnologia no país), fez a sua avaliação e falou de projetos que podem ser levados para algumas cidades brasileiras, como Gramado.

A organização logística da viagem ao Canadá foi da Calazans Perine Viagens Especiais, agência de turismo autorizada que a partir de uma pesquisa realizada pela Embaixada do Canadá e Câmara de Comércio Brasil-Canadá. Texto: Renato Martins