Por Pedro Rodrigues - Desenvolvedor na Orgânica Digital

 

Designed by Photoduet / Freepik

 

Você sabe o que é um E-commerce? Quais são as suas vantagens? Hoje vamos falar um pouco sobre isso, e buscar entender o que é um E-commerce e como essa nova tecnologia pode otimizar as vendas na sua loja física.

Poucas semanas atrás um amigo estava querendo comprar um fone de ouvido novo e me pediu uma recomendação. Eu sugeri o MDR-ZX310APB da Sony (é um ótimo fone, a propósito). Realmente não sei se ele comprou o fone que recomendei, mas a parte interessante vem agora. Assim que eu passei o nome do produto, ele fez exatamente o seguinte:

1 - Pegou o celular

2 - Pesquisou o nome que passei no google.

3 - Abriu o primeiro link, o site da Americanas, para ver o preço.

Esse, meus amigos, é o começo da jornada de compra moderna. Nossos clientes possuem o poder de comparar produtos, preços e opiniões na ponta dos dedos.

Segundo o Total Retail 2017, pesquisa feita pela PWC, o uso de smartphones e tablets como um canal de vendas vem aumentando constantemente nos últimos 5 anos, e a tendência é que continue crescendo. As vendas nestes canais móveis se dão na grande maioria através de E-Commerces.

 

gtr-key-findings-landing.png

Gráfico da pesquisa Total Retail 2017, por PWC.

 

Um E-commerce é um canal virtual, um site, para que o consumidor possa ter acesso à sua loja a qualquer hora, em qualquer lugar. Dentro deste site, o consumidor poderá listar, comparar e comprar seus produtos. Apesar de ser um conceito simples, o E-commerce é um sistema bastante complexo. Um bom E-commerce irá cuidar da parte de pagamento, endereços de entrega, frete, promoções, etc… tudo para que seja simples e fácil para que um cliente possa fazer suas compras.

Mas, quais as vantagens de ter um e-commerce?

Como eu disse, a nossa jornada de compra está mudando, o caminho que trilhamos desde nos interessarmos em um produto, até a eventual compra do mesmo já não funciona mais como antigamente. É muito vantajoso para uma empresa se adaptar a esta nova jornada e estar presente nos canais mais buscados pelo consumidor.

Mas ainda assim, a maior parte das vendas são realizadas dentro das lojas físicas. Como um E-commerce pode me ajudar com isso?

Voltemos a um exemplo prático. Agora, eu tenho um amigo interessado em comprar uma geladeira nova. Ele estava em uma loja, encontrou exatamente a geladeira dos seus sonhos, duas portas, freezer na parte inferior, água gelada na porta, tinha até na cor que ele queria, mas antes de comprar, ele queria comparar preços. E então, ele fez o seguinte:

1 - Pegou o celular

2 - Pesquisou o nome da geladeira

3 - Abriu o primeiro link para ver o preço.

A facilidade da internet não afetou apenas a compra em si, todo o processo de compras foi afetado. É possível estar em uma loja física e comparar os preços do concorrente instantâneamente.

Através desta plataforma a empresa têm a oportunidade de conhecer e se aproximar cada vez mais do consumidor. É possível entender qual a frequência em que os clientes compram, o que eles compram, criar ofertas especiais para clientes específicos e satisfazer de maneira muito mais completa cada um de seus clientes.

Ao mesmo tempo, o consumidor têm a oportunidade de conhecer melhor o produto que quer e, mesmo que não efetue a compra pelo E-commerce, já chega na loja física sabendo o que quer comprar, economizando o tempo dele, do lojista, e otimizando as vendas num geral.

Podemos listar inúmeras vantagens de trabalhar com um E-commerce.

  • Efetuar compras online com retirada na loja, otimizando a venda ao cliente;
  • Mostrar seus produtos para um público muito mais abrangente. A Internet;
  • Estar no mesmo canal onde a maior parte das inspirações para compra acontecem (Redes Sociais, Propagandas Pagas, etc…);
  • Criar ofertas específicas para um cliente, em tempo real, aumentando não só a chance de venda, como também criando um relacionamento mais profundo entre cliente e marca;
  • Ofertar itens recomendados baseado no histórico do consumidor, gerando vendas de outros produto;
  • Oferecer um meio mais conveniente de fazer as compras, tornando a jornada mais curta para o cliente.

 

Screenshot from 2017-08-31 09-20-12.png

Comparação entre preferência de compras online vs na loja. Pesquisa Total Retail 2017, por PWC.

 

Mas como tudo na vida, existem maneiras certas e maneiras erradas de usar um e-commerce.

Deixe os profissionais fazerem seu trabalho

De verdade, deixe os profissionais fazerem o seu trabalho.

Como eu disse, E-commerces são sistemas extremamente complexos, pois eles tiram boa parte das dificuldades da mão do consumidor e assumem eles mesmos, a responsabilidade de resolver estes problemas.

Não cabe ao lojista descobrir como utilizar um gateway de pagamento (sistema de pagamentos online, como PayPal e Cielo), como fazer o rastreamento de seus usuários, e desenvolver um algoritmo de produtos sugeridos com base no comportamento do mesmo.

O lojista deve utilizar uma plataforma e tomar as melhores decisões com as análises e informações que a mesma gerar. Não construir uma plataforma.

Além disso, existem vários tipos de riscos e ameaças que devem ser verificados ao se trabalhar com um E-commerce, e quando esses problemas podem afetar diretamente seu faturamento, é melhor deixar a solução na mão de profissionais de TI  experientes nesta tecnologia.

Ao adotar ou remodelar seu E-commerce, é primordial contratar uma empresa especializada e capacitada no assunto para utilizar a tecnologia a seu pleno potencial. Muitas vezes, vale mais a pena contratar a mão de obra de profissionais de TI com experiência no mercado do que tentar estruturar e criar uma solução do zero.

Um E-commerce é uma ferramenta extremamente poderosa, e está caminhando para se tornar um padrão em todas as indústrias. Podemos claramente ver as suas vantagens, o quanto a tecnologia têm crescido e resultados reais de lojas que tiveram uma grande otimização nas vendas utilizando-o.

Também fica claro que a responsabilidade sobre uma tecnologia tão complexa e com pouca margem para erro pode - e muitas vezes deve - ser passada a uma empresa especializada no assunto, que tenha profissionais capazes de não só fornecer um produto confiável, mas garantir que ele sempre estará funcionando e sempre estará atualizado com as tendências do mercado.

Resumindo, um E-commerce não é só uma ferramenta para você vender seus produtos online, separar o público online do seu público da loja física é uma técnica antiquada e já não é mais considerada correta. Seu E-commerce é muito mais, é um caminho para que os seus consumidores conheçam sua loja e seus produtos e também um caminho para que você conheça, cada vez mais, o seu consumidor.

Então, agora você já sabe o que é um E-commerce e quais são suas vantagens. Mas ele não é o único meio de otimizar suas vendas na internet, descubra as diferenças entre sites, blogs, landing pages, hotsites e e-commerce, e entenda como cada um pode te ajudar. Já possui um e-commerce e quer entrar mais a fundo no assunto? Leia sobre como calcular o Custo de Aquisição de Clientes em um E-commerce e ajude seus gestores a tomarem as melhores decisões estratégicas para sua empresa.

Quer melhorar as vendas da sua loja física através de um E-commerce de qualidade? Então entre em contato com a Orgânica Digital agora mesmo. Nossa missão é levar sucesso aos seus resultados!  

O conteúdo da coluna assinada assim como as imagens é de responsabilidade do colunista.