Cinque Terre: paraíso pouco conhecido pelos brasileiros

Crédito Divulgação

 

Recentemente, estive com minha família e com uma casal de amigos e sua filha em uma viagem de férias pela Europa, conhecendo lugares maravilhosos. No entanto, no roteiro, reservamos um dia para visitar um local especial na Itália, pouco conhecido pelos brasileiros, porém muito atrativo e extremamente convidativo, chamado Parque Nacional de Cinque Terre, uma área que engloba cinco pequenos vilarejos, um mais interessante que o outro.

O parque está localizado na Região da Liguria, e as cinco cidades - as “terres”, se chamam: Monterosso, Vernazza, Riomaggiore, Corniglia e Manarola. Com temperaturas próximas dos 30º, nesta época do ano, e paisagens deslumbrantes, as pequenas cidades possuem construções encravadas nas pedras e montanhas, com casinhas coloridas e amontoadas parecendo que vão despencar, sendo banhadas pelo mar mediterrâneo, tornando-se, por si só, um cartão postal de primeira grandeza.

O acesso principal aos vilarejos ocorre de trem, cortando as montanhas através de túneis. Foi a opção que elegemos, pela praticidade e por permitir chegar aos cinco vilarejos em menor tempo, a partir da cidade base vizinha, La Spezia, através da compra do 5 Terre Card, que possibilita deslocamento ilimitado, pelo dia de uso do bilhete. Contudo, o acesso também pode ser feito por barco ou de carro, embora menos usado, uma vez que, tanto barco como carro tardam mais para acessar o destino e não dão acesso a todos os vilarejos.

A grande maioria das vilas é rústica com ruelas estreitas, muitas escadarias e disparidade entre a arquitetura das construções, a exceção de Monterosso, que possui uma melhor infraestrutura para receber o turista, se assemelhando aos balneários do nordeste brasileiro. É muito normal observar que os moradores usam suas casas como meios de hospedagem e comércio. No verão a movimentação de visitantes é muito intensa e o destino é ideal para férias em família, com ambientação única e paisagens sensacionais.

Quando o assunto é a gastronomia existe um prato que é o carro chefe da região: o Trofie al Pesto, uma massa fresca servida com molho ao pesto e cubinhos de batata e vagem, uma delícia!!!

Esta bela região da Itália é inesquecível e uma prova que pode-se viver de maneira simples, com muita tranquilidade e aproveitando sempre os recantos paradisíacos oferecidos pela natureza. Sem dúvida, uma experiência única, que valeu cada minuto que estivemos por lá, cujas lembranças guardaremos para sempre em nossas memórias.

 

E-mail do colunista: eduardo@rossiezorzanello.com.br

O conteúdo da coluna assinada assim como as imagens é de responsabilidade do colunista.