Nós temos grande apreço pelas flores.Nos canteiros, nos jardins, nos vasos, nas floreiras. Eu aprendi a amar as flores com a dona Irma Peccin, já falecida, e com a Suzana Bertolucci. Elas tinham dedicação, principalmente dona Irma e, esta cultura, cultivada por ela foi e continua sendo uma das ferramentas que eleva Gramado. Se tu falar com um gramadense raiz ele te dirá que sim, o poder público tem que ter verba para manter a cidade florida e deve, como tem, ter seu próprio caminhão para molha-las, o que é feito continuamente nos dias de calor, principalmente. Se tu falar com um morador, que não nasceu aqui, ele te dirá que não é importante, que este dinheiro deveria ser investindo em outra área. Valores!

 

Foto: Tela Tomazeli

 

Foto: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Foto: Tela Tomazeli

 

Ele gosta do inverno, o amor perfeito. Foto: Tela Tomazeli

 

Foto: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Crédito: Tela Tomazeli

 

Flor de laranjeira, fica lindo e perfumado um vaso na mesa. Aliás, em cada estação, onde as flores estão disponiveis, sem danificar, pegar alguns galhos e fazer seu próprio vaso é bastante característico. Crédito: Tela Tomazeli

 

Foto: Tela Tomazeli

 

Foto: Tela Tomazeli