(Lc.24,35-48)

3º Domingo pós-páscoa

O Ressuscitado dirigia-se à comunidade cristã com uma saudação usual. Contudo suas palavras não eram pura formalidade. “A paz esteja com vocês” expressava uma expectativa real do Senhor em relação à comunidade que, tomada de dúvida e temor, estava agitada sem conseguir deixar a Ressurreição transformá-la por dentro.

O augúrio de paz era um apelo para a comunidade recuperar a tranquilidade, mas também para sair de si mesma e lançar-se na missão de testemunhar destemidamente sua própria fé.

Paz significava plenitude de vida, comunhão de bens, respeito e valorização dos demais, segurança e bem-estar.  A comunidade cristã, fundada no evento pascal, tinha como missão dar este testemunho de vida. Seria a maneira de provar, de forma cabal, a presença do Ressuscitado no meio dela.

Entretanto, para obter a paz oferecida pelo Ressuscitado, a comunidade deveria aprofundar sua fé em Jesus. Enquanto persistissem em suspeitas a respeito do evento da Ressurreição, seria vítima do imobilismo e do fechamento. Pelo contrário, abrindo sua mente para compreender o que as escrituras falaram do Senhor, seria possível experimentar a reviravolta que o Ressuscitado queria dar na vida de seus discípulos.

É bom pensar!

 

E-mail do colunista: pe.arisilva@hotmail.com

O conteúdo da coluna assinada assim como as imagens é de responsabilidade do colunista.