Imagem 76

Moinho do Tio Aurélio Broilo na Linha 28. Nós brincávamos de fantasma. Tomávamos banho no rio e, quando tia Jacomina o chamava para o café, corríamos para o moinho e nos enfiávamos nas gavetas de farinha. Éramos fantasmas brancos (farinha de trigo) e fantasmas amarelos (farinha de milho). Não tem preço esta lembrança! Crédito  arquivo Tela Tomazeli

E-mail do colunista: tela@telatomazeli.com.br

O conteúdo da coluna assinada assim como as imagens é de responsabilidade do colunista.